Vereadores reclamam do secretário municipal de Agricultura

31.8.17
Na sessão dessa quarta-feira (30), os vereadores Neto do Sindicato (PCdoB) e Darlan (PHS) apresentaram reclamações em desfavor ao secretário municipal de Agricultura e Pesca, Ney Jefferson.

Neto do Sindicato levou ao expediente a solicitação, com urgência, do envio de máquina para aradar uma das áreas de 6 hectares no povoado Jacurutu, haja vista que a associação da localidade fez agendamento na Secretaria de Agricultura desde março, para ser atendido naquele mês, e até o momento nenhuma máquina foi deslocada.

“Eles precisam da ajuda do Poder Público para que possam continuar trabalhando e, claro, tendo uma produtividade bem maior. Mas, infelizmente, o secretário de Agricultura usou as máquinas do Município, inclusive carregadeira, para fazer desmatamento, coisa que não é permitido. Nega os tratores só porque sabe que os companheiros votaram no Neto do Sindicato, sendo que nem todos”, justificou o parlamentar.

Em resposta à Neto, o líder do governo, vereador Sargento Moisés (PSD), usou a tribuna para esclarecer que o aradamento “não foi realizado, não por culpa da secretaria. Na época foram beneficiados com o aradamento os povoados Caxirimbu, Lavras e Trabalhosa. E nesse período, o secretário ofereceu máquina para o povoado reclamado, porém a área que seria beneficiada não estava limpa, por isso não foi atendido. No entanto, frisou que estando o terreno em condições, no mais tardar em uma semana pode ser feito o serviço”.

Já o vereador Darlan trouxe um clamor dos feirantes do Mercado Central. “Infelizmente, nós temos um secretário de Agricultura que não está olhando para aquele Mercado Central. Está abandonado. Um fedor enorme, muitas baratas. E os feirantes estão reclamando, perdendo vendas. estou aqui sendo a voz deles. Acredito que nem o prefeito esteja sabendo disso, mas iremos comunicá-lo, pois essa é uma questão muito séria”, disparou.

Mais

Neto do Sindicato também reforçou o pedido de mais dois requerimentos apresentados no expediente: perfuração de um poço semi artesiano e construção da rede de distribuição de água no povoado Central dos Medeiros, e restauração da ponte do Riacho do Praquê, que fica entre os povoados Lavras e Cajueiro, no 1º Distrito. (Ascom/CMC)

0 comentários:

Postar um comentário