Dor de cotovelo não passa!!! Fábio Gentil faz gesto humanitário e esposo da vereadora Tais Coutinho dá “piti” no facebook

17.8.17
Até gesto humanitário do prefeito Fábio Gentil incomoda seus opositores

Religioso e frequentemente capaz de gestos humanitários, o prefeito Fábio Gentil, comovido com o caso da pequena Natália, que sofre de deficiência visual, acompanhou a garota e familiares para consulta com especialistas em São Paulo no início desta semana. Sendo as redes sociais um instrumento usado largamente por toda a população, a gravação feita pelo prefeito, onde faz um relato do caso da criança momentos antes do embarque à capital paulista, viralizou nas redes sociais e comoveu milhares de pessoas quando Fábio faz uma oração pedindo bênção na viagem em busca do restabelecimento da visão de Natália.

Em meio a declarações de apoio e torcida pelo sucesso da criança, eis que surge o esposo da vereadora Tais Coutinho, senhor Daniel Barros, numa postagem no facebook, condenando e atribuindo o gesto do prefeito como demagogia. “Porquê Prefeito Mentil você usa criança enferma e indefesa para se promover? Prefeito demagôgo!!!!”, disse Barros numa linguagem própria dos membros da “turma do ferdinan”, um pequeno grupo que se reúne diariamente nas mesas do bar do Cantarelli em Caxias para traçar os planos do que restou da oposição ao prefeito Fábio Gentil.

A postagem de Daniel Barros, por expressar todo o recalque e a dor de cotovelo do antigo grupo dominante, foi respondida a altura pelos familiares da garota na mesma rede social, que lamentaram a postura inadequada do ex-todo poderoso sub-secretário de Saúde de Caxias. “Não sabem de nda. Essa menina é minha sobrinha. Ela não é uma pobre coitada. Somos de origem humilde, mas não precisamos ser atacados dessa forma. Tivemos o prazer de sermos "usados" como vcs falam. Está se promovendo? Acredite no fim das contas não há mandato que pague a esperança de uma criança a voltar enxergar. A maior beneficiada será a Natália, pq os mandatos acabam e se ela voltar a enxergar isso será para ela e para quem os rodeia uma grande vitória. Só quem nunca teve o prazer de saber a diferença das cores, sente o que estamos sentindo hj. E se não der certo, ao menos tentamos”, disse Vanessa Gomes, tia de Natália. “Só sei de uma coisa a minha sobrinha é uma criança inocente e indefesa nós da família estamos com a esperança de um possível tratamento. Graças a Deus apareceu uma luz”, continua Patricia Gomes, outra tia da garota.

Um internauta esclarecido, percebendo que a publicação do esposo da vereadora oposicionista no facebook tratava-se de dor de cotovelo, aproveitou a oportunidade para registrar que foi dada chance ao grupo Coutinho, mas que seus membros não souberam aproveitar: “É amigo qdo as oportunidades foram dadas a vcs pouco foi feito, agora guenta e aprende um pouco, tiramos vcs da vida pública. Não serviram. E se ele não servir tiramos também. Estamos de olho.”.

Mesmo condenando o prefeito pela exposição da ajuda à criança, Daniel Barros enfatizou que, “no tempo deles”, não era feito sensacionalismo com a saúde, e em seguida passa a apresentar valores e número de pessoas atendidas mensalmente pelo tratamento fora de domicilio (TFD) para reafirmar que nunca botou “alguem no ridículo”. “Amigão, te falo talvez não saibas, era feito de tfds todo mês mais 130.000,00 por mês, e não usávamos o sensacionalismo que o seu prefeito faz. E te falo, mais de 60 pessoas por mes, e é a vida. Perdemos eleição sim como vc falou, somos democráticos, o povo bota e tira, agora mestre para ganhar NUNCA vamos mentir, usar, abusar, e tão pouco botar alguem no ridículo. Forte abs!!!!”, comentou o esposo da vereadora.

As expressões usadas pelo ex-sub-secretário de Saúde, e pelos demais colegas da “turma do ferdinan”, seguem sempre o mesmo estilo, onde mostram-se valentes e desaforados na frente de um computador, mas que só deixam claro o tamanho da dor de cotovelo que estão passando desde que perderam o poder no município.

Que continuem assim: valentes, desaforados e expondo o tamanho do recalque que estão passando pela derrota nas urnas.

Apesar da dor e sofrimento da “turma”, o gente boa do Cantarelli está faturando como nunca na venda de bebidas para afogar as mágoas desses valentões do facebook.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Desce mais uma na mesa do Ferdinan por minha conta !

    Chorem perdedores !!!

Postar um comentário