Te cuida, Léo Coutinho!!! Caxienses se mobilizam em redes sociais para protestar contra descaso da administração do município

30.7.14
(imagem ilustrativa)
Um ano após o movimento “Vem Pra Rua Caxias”, novamente os caxienses se mobilizam para outro evento com vistas a protestarem contra o descaso da atual administração da cidade.

Sem uma liderança definida, o movimento surgiu da insatisfação coletiva dos internautas que reclamam diariamente contra a situação das ruas, dos hospitais, do lixo nas ruas e dos baixos salários pagos pela administração municipal.

Embora tenha o atual governo como principal foco de reclamações, o movimento visa também que os 19 vereadores sejam cobrados e que exerçam o papel para o qual foram eleitos.

Na pauta de reivindicações tem de tudo, desde a melhoria na saúde pública, criação de perspectivas de empregos, combate a violência e a criminalidade, melhoria no setor educacional, além de agilizar melhorias na área de infraestrutura das ruas da cidade.

Com a articulação sido iniciada no sábado, já na segunda-feira, 28, era o assunto mais comentado na blogosfera caxiense.

Mesmo sido inspirado no evento realizado no ano passado na cidade, este, marcado para o dia 11 de agosto, tem alvos definidos para receberem as críticas e as cobranças, haja vista que o anterior era genérico e não tinha uma pauta definida.

Um movimento semelhante foi realizado neste mês no município de Santa Inês, onde a população foi às ruas protestar contra os desmandos da administração do prefeito Ribamar Alves, do mesmo partido do prefeito de Caxias, o PSB.

O blog estará atento e irá informar sobre os leitores sobre os rumos do movimento.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    O movimento é legítimo. As autoridades constituídas não têm feito nada para corrigir as distorções salariais no município. Os dias, os meses e anos passam e os salários continuam os mesmos; à exceção, é claro, dos de Secretários, Coordenadores..., que são, em sua grande maioria, da família Coutinho. Não se justifica, os repasses constitucionais serem corrigidos e os salários permanecerem os mesmos. Isso é falta de gestão ou de vontade política. O movimento é de boa iniciativa, porém, deve ser bem planejado e sem cunho partidário. A iniciativa deve se caracterizar como sendo originada das classes que se sentem no prejuízo. É bom que tenham cuidado, para não despertarem um sentimento de oportunismo diante do período eleitoral que se aproxima.

  1. Anônimo disse...:

    Eu apoio o movimento

Postar um comentário