TURISMO - Governo e cooperação internacional planejam desenvolver turismo em Santo Amaro

14.4.19
Reunião entre Setur e LAPASSION (Foto: Divulgação)

O secretário da Setur, Catulé Junior, esteve presente no lançamento do programa ocorrido no final de março e ressaltou que “um dos aspectos dessa cooperação internacional é combater à extrema pobreza.

Estudantes do projeto LAPASSION (Latin America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network) estiveram na Secretaria de Estado do Turismo (Setur) na tarde dessa sexta-feira (12) para conversar sobre os trabalhos de inovação na área do turismo que serão desenvolvidos para melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em São Luís e Santo Amaro.

A iniciativa faz parte do programa Erasmus+ para intercâmbio de boas práticas que envolve parceiros de Portugal, Finlândia, Espanha, Brasil, Uruguai e Chile e tem o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) como instituição anfitriã.

O secretário da Setur, Catulé Junior, esteve presente no lançamento do programa ocorrido no final de março e ressaltou que “um dos aspectos dessa cooperação internacional é combater à extrema pobreza. E o turismo, como política geradora de renda e empregos, contribui com a economia local, por isso temos focado na qualificação de pessoas e serviços turísticos, inclusive ações de apoio à roteirização”, reforçou o gestor.

Reunião entre Governo e LAPASSION aconteceu
na sede da Setur (Foto: Divulgação)
Santo Amaro faz parte do Polo turístico Lençóis, que é um polo indutor de desenvolvimento e tem recebido uma atenção especial do Governo. O secretário adjunto do Turismo, Hugo Paiva Veiga, explanou sobre ações e projetos que o turismo estadual vem realizando para fomentar a atividade local.

“Os estudantes nos pediram um recorte do município de Santo Amaro e pudemos explanar como o turismo vem impactando positivamente a economia local. Destacamos as qualificações, a promoção turística e as políticas públicas ligadas à cadeia produtiva do artesanato”, explicou o adjunto.

Criado pelo Governo do Estado, em dezembro de 2015, o Programa Artesanato do Maranhão tem a finalidade de fortalecer e fomentar o desenvolvimento do artesanato maranhense de forma integrada com o turismo, visando a melhoria das condições de vida do artesão e preservando os aspectos culturais e ambientais do Estado.

“O Programa trabalha com três principais eixos que é a identificação e cadastro de artesãos, capacitação e acesso a mercados. Em Santo Amaro, já identificamos a produção, a origem do artesanato, categorizamos os trabalhos manuais no qual se destacam a produção de chapéus, vassouras e redes da palha da carnaúba”, explicou Viviane de Jesus, superintendente do artesanato no Maranhão, órgão ligado a Setur.

Os alunos terão reunião com artesãos no Ceprama no final do mês de abril para contribuir com o desenvolvimento do artesanato regional.

As atividades do LAPASSION começaram com um grupo de 44 estudantes de diversos cursos de graduação do IFMA, além de outros Institutos Federais e universidades internacionais. Entre as problemáticas que eles buscam solucionar estão o desenvolvimento do turismo local, a potabilidade da água e o combate à violência contra a mulher.

0 comentários:

Postar um comentário