Rádio Meio Norte ‘pirata” é interditada por operar clandestinamente em Coelho Neto

29.4.19
A “Rádio Meio Norte” do município de Coelho Neto recebeu Notificação de Negativa de Alvará de funcionamento solicitado pela empresa Bruno Oliveira Cruz- ME informando que a mesma não possui licença para explorar o serviço de radiodifusão sonora. A prefeitura argumenta que o município possui uma única outorga autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações- ANATEL, para SINCO – SISTEMA NACIONAL DE COMUNICAÇÃO LTDA que não entrou em operação.

No entanto, a empresa Bruno Oliveira Cruz-ME estava operando normalmente em Coelho Neto, sem licença de funcionamento expedido pela Prefeitura, denominando-se de Rádio Meio Norte FM- 93,3mhz.

Clima exaltado durante o fechamento da rádio

A rádio é ligada a aliados do ex-prefeito Soliney Silva.

A prefeitura municipal de Coelho Neto argumento que em virtude de Processo Administrativo nº 001/2018 e por não atender as exigências da Lei nº453/2000 do Código Tributário do Município, o setor de fiscalização da Prefeitura de Coelho Neto interditou o estabelecimento afirmando que o mesmo opera clandestinamente o serviço de radiodifusão sonora comercialmente.

O governo municipal ressalta ainda que a licença para funcionamento de estabelecimentos está contida no poder conferido aos entes municipais para fiscalizar e atestar o exercício de atividades, sujeitando-se a prática dessas atividades a normas de postura, legislação tributária, dentre outras normas municipais, que, por sua vez, inserem-se na competência legislativa conferidas aos Municípios para legislar sobre assuntos de interesse local (art. 30, I, da CF/88).

0 comentários:

Postar um comentário