CAXIAS – Centro de Referência e Atendimento à Mulher e Delegacia da Mulher conscientizam alunos sobre combate ao assédio

20.4.19

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, por meio do Centro de Referência e Atendimento à Mulher (CRAM), e em parceria com a Delegacia da Mulher, esteve nas dependências do Instituto Federal do Maranhão (IFMA/Campus Caxias) a fim de divulgar os males provocados pelo assédio. Segundo o dicionário, assédio é a insistência, em relação a alguém, com propostas, pretensões ou declarações.

Uma palestra foi realizada por profissionais do CRAM e também pela delegada Marília Vasconcelos. Mais de 80% das mulheres brasileiras sofrem algum tipo de assédio público. Uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto YouGov no Brasil, divulgada pela organização internacional de combate à pobreza ActionAid ainda em 2016, mostrou que 86% das entrevistadas já foram assediadas. A pesquisa ouviu 503 mulheres de todas as regiões do Brasil, a partir de 16 anos.

A Câmara dos Deputados aprovou no último dia 12 de março um projeto que torna crime o assédio moral no trabalho. O texto segue para o Senado. Pela proposta, configura assédio moral: “ofender reiteradamente a dignidade de alguém, causando-lhe dano ou sofrimento físico ou mental, no exercício de emprego, cargo ou função.” O projeto prevê a inclusão do assédio moral no Código Penal e define que a pena para o crime será detenção de um a dois anos. A pena poderá ser aumentada em um terço se a vítima tiver menos de 18 anos.

Atualmente o CRAM está situado à Rua 28 de julho, nº 527, Centro, próximo ao Colégio Thales Ribeiro Gonçalves. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário