Cinco PMs são presos durante operação da Polícia Civil em Caxias

30.4.19

As investigações apontaram que os policiais militares estavam organizados em milícias para praticar homicídios e extorsões nos municípios de Caxias e Aldeias Altas.

Cerca de 80 policiais civis participaram da Operação Balaiada em
Caxias (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante

G1 - Uma operação realizada pela Polícia Civil nesta terça-feira (30) nos municípios de Caxias e Aldeias Altas, prendeu sete pessoas suspeitas de envolvimento em homicídios e extorsões. Deste total, cinco pessoas eram policiais militares da região.

As investigações estavam sendo realizadas há mais de um ano pela Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP). As primeiras denúncias apontaram que policiais militares estavam organizados em milícias para praticar crimes na região.

A ‘Operação Balaiada’ mobilizou cerca de 80 policiais civis que se concentraram na 17ª Delegacia Regional de Caxias. Os mandados de prisão foram expedidos pela 1ª Vara da Comarca de São Luís responsável por processos que envolvem organizações criminosas.

Sete pessoas, entre policiais militares, foram presos pela
Polícia Civil. — Foto: Reprodução/TV Mirante

De acordo com o delegado Jefrey Furtado, as pessoas investigadas utilizavam a estrutura policial para praticar diversos crimes, inclusive duplos homicídios que aconteceram na Região dos Cocais.

“Realmente existe uma milícia. Um grupo armado em atividade aqui na Região dos Cocais principalmente na cidade de Caxias, Aldeias Altas e municípios, onde essas pessoas inclusive policiais militares usavam a estrutura policial e estavam praticando diversos tipos de crimes. Dentre eles, eram homicídios e inclusive duplos homicídios que ocorreram aqui na região. Todos esses procedimentos policiais estão sendo investigados e nós temos elementos da participação de dessas e outras pessoas”, explicou.

Rádio Meio Norte ‘pirata” é interditada por operar clandestinamente em Coelho Neto

29.4.19
A “Rádio Meio Norte” do município de Coelho Neto recebeu Notificação de Negativa de Alvará de funcionamento solicitado pela empresa Bruno Oliveira Cruz- ME informando que a mesma não possui licença para explorar o serviço de radiodifusão sonora. A prefeitura argumenta que o município possui uma única outorga autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações- ANATEL, para SINCO – SISTEMA NACIONAL DE COMUNICAÇÃO LTDA que não entrou em operação.

No entanto, a empresa Bruno Oliveira Cruz-ME estava operando normalmente em Coelho Neto, sem licença de funcionamento expedido pela Prefeitura, denominando-se de Rádio Meio Norte FM- 93,3mhz.

Clima exaltado durante o fechamento da rádio

A rádio é ligada a aliados do ex-prefeito Soliney Silva.

A prefeitura municipal de Coelho Neto argumento que em virtude de Processo Administrativo nº 001/2018 e por não atender as exigências da Lei nº453/2000 do Código Tributário do Município, o setor de fiscalização da Prefeitura de Coelho Neto interditou o estabelecimento afirmando que o mesmo opera clandestinamente o serviço de radiodifusão sonora comercialmente.

O governo municipal ressalta ainda que a licença para funcionamento de estabelecimentos está contida no poder conferido aos entes municipais para fiscalizar e atestar o exercício de atividades, sujeitando-se a prática dessas atividades a normas de postura, legislação tributária, dentre outras normas municipais, que, por sua vez, inserem-se na competência legislativa conferidas aos Municípios para legislar sobre assuntos de interesse local (art. 30, I, da CF/88).

Vereador Catulé agradece manifestações de solidariedade pela morte de sua esposa e de sua mãe


Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (29), o presidente da Câmara Municipal, vereador Catulé, fez uso da palavra para agradecer as inúmeras manifestações de pesar e solidariedade que recebeu de vereadores, políticos, familiares e amigos pela morte de sua esposa, Fátima Albuquerque, ocorrida no dia 15, e de sua mãe, dona Terezinha Albuquerque que faleceu no dia 19. 

"Foram momentos difíceis para mim e toda minha família e eu só tenho agradecer as orações e a solidariedade que tenho recebido", frisou.

No pequeno expediente, o vereador Darlan apresentou uma manifestação de solidariedade e rogou a Deus que dê forças para o presidente Catulé superar o momento difícil, causado pela perda de dois entes queridos seus que já estão descansando no Senhor.  (Do blog do Irmão Inaldo)

Prefeitura de Caxias inaugura obras no Dia do Trabalhador


Dentre elas, está a escola da Vila Paraíso e a praça da Segunda Travessa do Fio.

As obras na escola da Vila Paraíso chegaram à reta final. Os últimos detalhes estão sendo concluídos para que o local seja entregue a pais e alunos caxienses que moram no residencial. A escola será inaugurada no próximo dia 1° de maio, junto com mais outras obras realizadas pela Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SINFRA).

A nova unidade de ensino terá 10 salas de aula climatizadas, dois laboratórios de ciências e informática, biblioteca, auditório para 100 pessoas, refeitório, área verde e espaço para atividades recreativas. A escola foi construída com mão de obra local e segue todos os padrões de acessibilidade e estrutura exigidos.

“Fábio Gentil, com muito esmero e amor por Caxias, entrega pra população, mais precisamente aos moradores da Vila Paraíso, o primeiro equipamento público desta comunidade. E esse é só o primeiro de muitos. Estamos em fase de conclusão de duas creches, que já já será entregue, e vamos dar início nos próximos dias à construção de uma Unidade de Saúde. Essa é a cara da administração do Prefeito Fábio Gentil. Equipe 10”, declara o secretário municipal de infraestrutura Murilo Novais.

Para o Prefeito Fábio Gentil, a obra da escola é uma demonstração de compromisso e responsabilidade com a educação caxiense. “Eu tenho certeza que oferecendo uma grande infraestrutura, excelentes professores, teremos uma educação de grande qualidade e quem ganha são todos os nossos jovens, crianças e pais que irão participar da educação de seus filhos”, afirma.

Mais obras

Também será inaugurada dia 1º de maio a praça da Segunda Travessa do Fio, no bairro Cangalheiro, que recebeu três canteiros, sistema de iluminação em led, academia ao ar livre, piso intertravado, lixeiras e bancos de concreto. Além disso, serão entregues as pavimentações realizadas na Travessa do Espírito Santo (Cangalheiro), Rua do Espírito Santo (Siriema), Rua Santa Bárbara (São Francisco) e Rua Beira Rio (Trizidela).

A prefeitura também está realizando a reforma de algumas escolas nos povoados Vacas, Nazaré do Bruno, Sítio e Canto Alegre, além de outras mais. Nessas localidades, as unidades estão recebendo pintura, troca de piso, retelhamento, troca de louças, substituição de janelas de madeira por vidro, dentre outros serviços. (Ascom)

Justiça determina retirada de “quebra-molas da BR 316 e 135 entre Timon e São Luis


De acordo com as apurações do MPF, as duas rodovias possuem muitas ondulações transversais em desacordo com as normas legais.

Segundo o MPF, o DNIT deverá retirar lombadas da BR-135

A Justiça Federal determinou a remoção de quebra-molas considerados irregulares nas BRs 135 e 316 (trecho São Luís-Timon). A decisão atende a uma ação do Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão, que também pediu a implantação de controle eletrônico de velocidade nos locais onde estudo técnico de tráfego apontar como necessário para a segurança do trânsito.

De acordo com as apurações do MPF, as duas rodovias possuem muitas ondulações transversais em desacordo com as normas legais e regulamentares que regem suas instalações nas vias, colocando em risco a vida e a segurança no trânsito. Também foi apurado que, em diversas ocasiões, a existência dessas “lombadas” nas estradas foi a causa de acidentes fatais.

Segundo o MPF, as ondulações são instaladas sem técnica e desrespeitando os preceitos do Código de Trânsito Brasileiro e do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Baseado nisso, a Justiça Federal determinou que, no prazo de 180 dias, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) retire todas as ondulações transversais irregulares.

Do G1

Colisão entre carreta e van deixa 8 mortos na BR-226, em Caxias

28.4.19

O acidente aconteceu em um retorno no povoado Baú.

Na tarde deste domingo (28), no km 75 da BR-226, município de Caxias, uma colisão transversal resultou na morte de 8 passeiros de uma van e deixou 4 feridos graves, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As primeiras informações dão conta que por volta das 16h40, uma carreta de cor azul colidiu na lateral de uma van Renault/ Master EUR STDL3 em um retorno no povoado Baú, próximo a Caxias, na BR-226. A força do impacto provocou a morte de 8 pessoas no local e deixou mais 4 feridos graves.

Uma equipe da PRF da Unidade Operacional de Caxias encontra-se no local do acidente atendendo a ocorrência e fazendo os levantamentos. SAMU e Corpo de Bomebeiros também estiveram no local fazendo o atendimento das vítimas. (Portal Noca)

Conselho Municipal e Prefeitura de Coelho Neto realizam a 4ª Conferência dos Direitos da Pessoa Idosa


O Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, a Secretaria de Assistência Social, representada pela Secretária Ravanne Bastos, e a Prefeitura de Coelho Neto realizaram a 4ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

Com o tema, “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas, a Conferência avaliou o processo de implementação das políticas públicas, voltadas para a pessoa idosa, bem como sugeriu normas para a efetivação de ações que possam melhorar a qualidade de vida do idoso.

Acompanhado de sua mãe, dona Benira, o prefeito Américo de Sousa destacou a importância da Conferência, uma vez proporciona a participação da comunidade, discutindo, trocando ideias, apontando encaminhamentos que assegurem a efetivação de políticas públicas voltadas para a população idosa do nosso município.

Os eixos temáticos, “Os desafios do envelhecimento no século XXI, o papel das políticas públicas e como melhorar a qualidade de vida dos idosos”, foram explanados pela Psicóloga Thysianne Teixeira, que, posteriormente, os colocou sob discussão para o público presente, fortalecendo assim o debate sobre os direitos da pessoa idosa. 

(Da assessoria)

Brasil é governado por um bando de maluco, diz Lula em entrevista na prisão

27.4.19

Ex-presidente diz que a elite brasileira deveria fazer uma autocrítica depois da eleição de Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse em entrevista aos jornais "Folha de S.Paulo" e "El País", concedida nesta sexta-feira, 26, e publicada nesta tarde nos sites das duas publicações, que o Brasil precisa fazer uma autocrítica e tem sido governado "por um banco de maluco". Ele agradeceu ainda a solidariedade do vice-presidente Hamilton Mourão quando da morte do neto dele, Artur.

Esta é a primeira entrevista que o ex-presidente concede depois da prisão, em 7 de abril do ano passado. "Vamos fazer uma autocrítica geral neste País. O que não pode é este País estar governado por esse bando de maluco. O País não merece isso, e sobretudo o povo não merece isso", disse o ex-presidente.

Leia mais na Folha.

A poesia e a música de Maranhão

Parece que o Brasil inteiro já sabe da existência de um poeta nascido há 65 anos em Caxias do Maranhão.

Salgado Maranhão, Juliana Linhares, Mihay e Hélio Moulin — Foto: Elena Moccagatta/Divulgação

Parece que o Brasil inteiro já sabe da existência de um poeta nascido há 65 anos em Caxias do Maranhão, carioca há quase meio século, herdeiro dos cantadores que conheceu menino em Canabrava das Moças, apaixonado por música, por gente e pela vida, com quatro livros já traduzidos para o inglês e editados nos Estados Unidos. Seu nome, José Salgado dos Santos. Pen-name, Salgado Maranhão.

A matéria publicada pelo “Globo” no Dia de São Jorge foi, ao mesmo tempo, surpreendente e reveladora. Mas não para quem já teve o prazer de ouvir o poeta falar da visibilidade que seus livros lhe deram, apesar dos ventos contrários. Salgado nasceu pobre e negro, tornou-se mais um nordestino a aventurar-se ao Sul, dedica-se a um ramo da literatura meio desacreditado (“Poesia não vende”, dizem os livreiros) e tem motivos para se achar uma exceção: vive de seus versos.

“O trabalho na terra – diz ele em entrevista em que lembra seus dias de menino, – sabemos todos como é: a gente planta, planta, e depois depende de Deus mandar chuva. A poesia é também uma lavoura razoavelmente ingrata... mas não sem prazer.”

Sua carreira inclui prêmios, título de doutor honoris causa, palestras em mais de 80 universidades americanas, sucesso. Sempre traduzido, nos livros e nas falas, por Alexis Levitin, escritor americano especializado em autores de língua portuguesa, Salgado Maranhão acaba de voltar do Texas, onde já esteve em sete ocasiões, uma delas participando de um festival de poesia.

Com tanta coisa boa para se falar do poeta quase não sobra espaço para o versejador que me encanta: o letrista de canções que embelezaram a lírica brasileira em vozes tão caras como as de Zizi Possi e Paulinho da Viola.

Certo dia, Salgado recebeu telefonema do compositor Herman Torres chamando-o para ir correndo à sua casa. Queria letra para a melodia que fizera para reconquistar a mulher que o abandonara. Em menos de meia hora, os primeiros versos:

"Sem você a vida pode parecer um porto além de mim

Coração sangrando, caminhos de sol no fim..."

Os objetivos foram alcançados: mulher reconquistada e “Caminho de Sol”, na voz de Zizi, virando tema de novela.

Para um samba Paulinho da Viola, outra preciosidade:

"Por onde a maldade mora, eu quero ser como a luz

Entra na noite e não mancha, entra no lago e não molha...

Com um fecho tão bom o melhor:

Acho que na minha vida, de tanto me amarem errado

Quando me amam bonito, eu já nem sei ser amado."

Já era tempo de se reconhecer em Salgado Maranhão não só o poeta, mas também letrista. Bissexto, mas ótimo.

Fonte: blog do João Máximo

Blogs apócrifos criados para fazer propaganda positiva para Paulo Marinho Júnior nas eleições de 2018 são usados agora contra Fábio Gentil

26.4.19
Sites apócrifos publicam as mesmas postagens negativas contra
Fábio Gentil diariamente, se assemelhando a um jogo
de chantagem visto em Caxias na década de 1990

Uma rede de blogs apócrifos (sem identificação do autor), criada no período das eleições 2018 para fazer propaganda positiva para o então candidato a deputado federal Paulo Marinho Júnior, transformou-se num poço de rancores e de propaganda negativa contra o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, tão logo as urnas foram ingratas com PMJ.

Paralelo aos ataques ao prefeito Fábio Gentil, os tais blogs idolatram as ideias e a figura do ex-prefeito Paulo Marinho. Por sinal, PM é tido nas postagens desses blogs como uma grande personalidade política e um empresário brilhante e visionário, o que mostra o flerte com o escárnio e a sacanagem do autor(es) das páginas criminosas.

Paulo Marinho, o pai, é apresentado na rede de blogs sujos como
alguém capaz de dar “aula” sobre negócios, meio ambiente,
biodiversidade, energia solar, porto seco...

Os ataques a Fábio Gentil também estão sempre alinhados ao que um indivíduo desajuizado da antiga administração faz diariamente usando meia dúzia de fracassados nas redes sociais, mostrando uma junção de interesses na união das figuras responsáveis pelo covarde ataque virtual.

... Já Paulo Marinho Júnior é tido pelos blogs sujos como
candidato imbatível na eleição para prefeito e Fábio
Gentil ficando em último lugar conforme
pesquisa de instituto fantasma

Nesta quinta-feira (25), o titular do blog do Sabá foi “presenteado” com uma postagem publicada simultaneamente nas 4 páginas que formam a patética rede criminosa do mundo virtual.

Na publicação, este blogueiro estaria tentando “de todas as formas atingir o vice prefeito Paulo Marinho Júnior”, diz trecho da infeliz postagem  que continua: “Comparar Paulo Marinho Júnior a figuras menos expressiva na política caxiense, leva ao descrédito o blog e o próprio Prefeito”. Em seguida arremata: “Eleitores questionam por exemplo se a gestão Gentileza resistiria pelo menos uma semana a uma oposição do vice prefeito ou de sua família?”

Gosto desse tipo de polêmica e, mais ainda, por ter sido convidado pelo covarde patrono da missiva, que encontrou no anonimato uma forma de extravasar seus ressentimentos e delírios de ainda ser importante no debate político e econômico da cidade.

O responsável pelos blogs sujos demonstra claramente toda a insanidade da sua mente doentia ao afirmar que eu “tento de todas as formas atingir o vice prefeito Paulo Marinho Júnior”. Ora, nunca atingi PMJ nas minhas postagens. A única vez que o critiquei, mas com respeito, foi quando o mesmo vestiu uma camiseta onde estava escrito “pelada dos amigos do Léo” e posou ao lado do esposo da vereadora Taís Coutinho num jogo de futebol no luxuoso condomínio Village Caxias, algo inimaginável para um representante de um grupo político que tanto agrediu e feriu o saudoso Humberto Coutinho. 

Quanto a afirmar que eu comparo “Paulo Marinho Júnior a figuras menos expressivas na política caxiense, leva ao descrédito o blog e o próprio prefeito”, confesso que não entendi patavinas do que o escriba quis dizer e muito menos o que eu, hipoteticamente, teria feito e de que forma isso poderia atingir o prefeito. A história toda é coisa de maluco beleza que esqueceu de tomar seu remédio tarja preta.

Agora, a melhor parte: “Eleitores questionam por exemplo se a gestão Gentileza resistiria pelo menos uma semana a uma oposição do vice prefeito ou de sua família?” Bem, Paulo Marinho usa sua falida emissora de TV para fazer criticas fortes ao prefeito Fábio Gentil, assim como usa seu programa de entretenimento semanal para criticar todas as ações do prefeito. Apesar do lado cômico do programa semanal de PM na sua rádio, onde o mesmo se apresenta como tendo uma mente brilhante para assuntos políticos e empresariais, a sua capenga TV foi o veículo de comunicação usado para que um promotor de justiça fizesse graves acusações contra o prefeito e contra o recente concurso público feito no município, numa maquiavélica estratégia que alimentou sites, blogs e grupos de whatsapp com farto material negativo contra o gestor. Portanto, a família Marinho faz campanha aberta contra Fábio Gentil e se articula para lançar candidatura própria em 2020, faltando apenas interessados na classe política que apostem nessa natimorta aventura, coisa difícil de acontecer, pois desde que perderam o poder em 2004 não conseguem mais reunir um número mínimo de valentes a acreditar nos seus encantos.

Se procurava ter algum tipo de influência no debate político caxiense, o covarde autor da rede de blogs apócrifos se enganou redondamente, pois poucas pessoas tomaram conhecimento da existência dos mesmos.

Por outro lado, ao usar essas páginas sujas da blogosfera para tentar faturar politicamente, o efeito foi totalmente o contrário, uma vez que qualquer um sabe quem em Caxias é covarde o suficiente para se esconder nesse anonimato criminoso e quais são os seus objetivos nessa prática nojenta e ultrapassada, que remonta aos panfletos igualmente apócrifos que surgiam em Caxias na década de 90 do século passado para extorquir e ameaçar seus ‘aliados’ e adversários.

E é por conta dessas práticas covardes e condenáveis que grupos políticos de Caxias, antes adversários, hoje caminham para um entendimento que visa o progresso e o crescimento saudável da cidade, coisa que mentes doentias são incapazes de fazer.

São os novos e promissores ventos da política caxiense, sem a companhia de figuras que tanta mal e vergonha já fizeram e fazem à princesa do sertão...

Já fui vice, eu sei


Por Edson Vidigal

Lembro de Fernando Ferrari, um jovem Deputado do PTB gaúcho que rompendo com Jango do mesmo partido saiu para fundar o MTR – Movimento Trabalhista Renovador acolhendo surpreendentes dissidências pelo País por onde andou.

Ferrari era um orador brilhante. Queria um novo trabalhismo. Sua candidatura a Vice não estava atrelada a nenhum cabeça de chapa de qualquer partido.

Os dois partidos de maior densidade nacional, o PSD e PTB, ambos inventos de Getúlio, saíram em dobradinha com o Marechal Lott para Presidente e Jango para Vice.

Jânio recusou o Vice que a UDN lhe entregara, o Senador Leandro Maciel, de Sergipe. Ele queria o ex-Governador de Minas, o jurista Milton Campos.

Doutor Milton foi aquele Governador que em meio a uma greve de professores no interior recusou enviar tropas policiais para acalmar os grevistas, questionando – e por que em vez polícia, não mandamos o trem pagador?

Jango àquela altura, Vice de Juscelino, buscava um segundo mandato de Vice. O Marechal Lott, seu cabeça de chapa, não decolava. Ferrari correndo por fora, via seu nome enganchar em Jânio.

O pessoal do Jango, discretamente, acolheu a ideia de uma chapa JAN-JAN (Jânio e Jango). Cada um com os seus próprios votos, ambos eleitos. Foi a vontade da grande maioria do Povo. Pessoalmente, Jânio e Jango não se gostavam.

Daí que derrubado Jango em 1964, ele próprio o Vice eleito que sucedeu a Jânio após a renúncia, o Marechal Castelo Branco, que já estava escolhido para ser o novo Presidente apenas para completar o mandato de Jango, mas tendo que ser formalmente eleito pelo Congresso, precisou de um Vice para completar a sua chapa, antemão vitoriosa.

Instaurou-se a fórmula norte americana, que vigora ainda hoje no Brasil. A eleição do Presidente da República importará a do Vice Presidente com ele registrado. O Deputado José Maria Alckmin, do PSD de Minas, foi assim o Primeiro Vice Presidente eleito pelo novo sistema.

E de lá pra cá tem sido assim. A Constituição da República em seu Art. 79, Parágrafo único, é explicita – O Vice Presidente da República, além de outras atribuições que lhe forem conferidas por lei complementar, auxiliará o Presidente, sempre que for por ele convocado.

Sabem vocês onde está essa lei complementar? Em lugar nenhum. Entram Presidentes e saem Presidentes e ninguém se lembra de que o Vice para melhor servir precisa de uma Lei Complementar especifica para suas atribuições.

A Vice Presidência não foi imaginada para ser um banco de reserva inspirador do ócio. Por mais criativo que possa ser esse ócio. Basta ver o modelo original, o norte americano, que inspirou o nosso caso. O Vice Presidente tem papel ativo como auxiliar direto, o mais credenciado, dentre os servidores da República.

Desdenharam do Itamar e ele foi um grande Presidente.

* Edson Vidigal é advogado, ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal

COELHO NETO - Secretaria Municipal de Saúde realiza ação voltada para a prevenção e combate à hipertensão arterial


Em alusão ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, que será comemorado nesta sexta-feira, 26, a Secretaria Municipal de Saúde realizou, no Centro de Imagem, ações voltadas para o tema, com a presença de médicos e profissionais da saúde.

O Cardiologista, Dr. José Vítor, em sua palestra, ressaltou acerca da HIPERTENSÃO ARTERIAL a fim de alertar para os cuidados de prevenção à doença.

Na oportunidade, foram realizados exames, vacina contra a gripe, orientações nutricionais e distribuição de panfletos informativos. (Da assessoria)

Justiça é acionada para coibir propagação de fake news contra a saúde de Caxias

25.4.19

Tentativa de desacreditar atendimento médico no município será apurada através dos meios legais

Não houve registro de óbitos na UPA de Caxias por conta de apagão
conforme divulgou blog da região

A recente campanha de calúnia e difamação perpetrada contra o atendimento na rede de saúde pública de Caxias através das redes sociais será levada à justiça.

É o que informa o procurador geral do município, Adenilson Dias, que está preparando uma Representação junto ao Ministério Público e uma ação na justiça por conta da campanha orquestrada visando passar à população a ineficácia dos hospitais públicos de Caxias. “Temos que coibir esse terrorismo virtual que afeta a comunidade”, explica o procurador geral do município.

Já o diretor da Unidade de Pronto Atendimento de Caxias, se pronunciou através de um vídeo esclarecendo que é falsa a notícia de ocorreram 5 mortes na UPA quando do blackout ocorrido na madrugada de segunda-feira, 22. “Queremos deixar claro que em nenhum momento teve óbito na ala vermelha em decorrência deste apagão”, explica Daniel Matos. “Fatos que comprovam isso são os relatórios médicos, são as passagens de plantões”, continua ele.

De posse das informações oficiais, o diretor da UPA já procurou a Procuradoria do Município para que a falsa informação seja levada à justiça e os seus autores sejam punidos. “Estaremos juntando todos os dados, encaminhando tudo pra Procuradoria Geral do Município para que ela possa tomar as medidas cabíveis”, enfatiza o diretor da UPA.

Zé Gentil critica Duarte Júnior por promoção do RG+ sem sua presença


O deputado estadual Zé Gentil (PRB), autor do projeto que deu origem à “Lei RG+” – que determina o ingresso do tipo sanguíneo e outras informações na Carteira de Identidade – ainda não engoliu o fato de não ter sido convidado para o lançamento do novo dispositivo legal, ocorrido na segunda-feira.

Em discurso na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (24), ele partiu pra cima do coautor da proposta, o deputado Duarte Júnior (PCdoB), a quem acusou de promover o lançamento da nova documentação sem sua presença e de, ainda, apresentar-se como autor da ideia.

“O Duarte senta ao meu lado, mas fez o lançamento do RG+ aqui em São Luís e não me convidou. Embora ele coautor, que para mim não existe isso nesta Casa de coautoria, ele como coautor, que se diz, fez o lançamento. Ele apenas subscreveu junto comigo. Lamento que na festa que você promoveu, disse à sociedade que o projeto era seu. Eu fico temeroso, daqui para frente, de ter vários problemas dessa natureza”, afirmou.

Gentil insinuou, ainda, que o comunista anda usando o mandato “como trampolim para conquistar outras coisas”.

“Eu jamais utilizei o meu mandato como trampolim para conquistar outras coisas previstas na minha vida, jamais faria isso. E espero que Vossa Excelência reveja isso, o erro que cometeu aqui nesta Casa, porque a sociedade sabe, a sociedade viu, os jornais publicaram e sabem que o projeto foi meu”, completou.

Sem culpa

Em sua defesa, Duarte disse que não promoveu nada e que foi convidado pela presidência da Casa a participar do evento.

“Eu fui convidado pela presidência desta Casa a me fazer presente no evento. O Alexandro Monteiro, chefe de gabinete da Presidência, me designou para ir a esse evento”, sintetizou, transferindo a responsabilidade. (Do blog do Gilberto Léda)

Veja o vídeo: Troca de R$ 40 milhões por Previdência gera empurra-empurra na Câmara

24.4.19
Deputados bateram boca e trocaram empurrões no plenário da Câmara sobre a liberação de emendas para aprovação da reforma da Previdência na Casa. Segundo a Folha de S. Paulo, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) liberará R$ 40 milhões em emendas para os deputados favoráveis às alterações na aposentadoria.

O deputado José Medeiros (Pode-MT) acertou o microfone de Aliel Machado (PSB-PR) e ambos se empurraram. Os microfones foram cortados até os parlamentares se acalmarem.

O motivo da confusão surgiu minutos antes. Durante a sessão no plenário, o deputado João Daniel (PT-SE) disse que os R$ 40 milhões seriam o preço que “Bolsonaro está impondo para esta Casa, para aprovar um projeto contra o povo trabalhador”.

Enquanto o petista fazia as declarações, deputados da base gritavam por respeito e diziam que as acusações deveriam ser provadas. O clima esquentou de vez quando o deputado Daniel Freitas (PSL-SC) disse que as declarações eram ofensivas e que o deputado petista teria que provar o que acusava.

“O senhor vai ser levado ao Conselho de Ética. Porque não é aceitável que esteja acostumado com um governo corrupto”, disse Freitas ao microfone. Em seguida, Aliel Machado respondeu que “o governo ofertou R$ 40 milhões para comprar votos” e disse que essa “conversa” aconteceu em reunião na “casa do presidente” e acusou os parlamentares de estarem “se vendendo”.

Os microfones foram cortados. A deputada Geovania de Sá (PSDB-SC), que presidia a sessão no momento, disse que os deputados não estavam respeitando os colegas. “Não suspenderei a sessão. Querem agitar. Agitem onde quiserem, não nesse plenário”, disse ela.

O esforço de Fábio Gentil para manter uma saúde de qualidade em Caxias e o patrocínio irresponsável de fake news contra ações no setor


Por ser município polo da saúde na região, Caxias atende mensalmente  milhares de pacientes de dezenas de outras cidades.

O dispêndio com seus pacientes e os de inúmeras outras cidades deixa a Prefeitura de Caxias com o ônus financeiro desses atendimentos e as consequências advindas com a estada destes na rede pública de saúde.

Quando alguém tem um atendimento a contento em Caxias (a grande maioria), os louros desse dado positivo ficam restritos a satisfação da família e quase nunca é festejado em rede social, sendo que qualquer infortúnio decorrente de uma grave enfermidade é logo debitado na conta do hospital ou mesmo dos profissionais que prestaram esse atendimento, tendo sido ele satisfatório ou não, e as redes sociais são invadidas com acusações e condenações de quem, injustamente, seria o culpado de um desfecho desfavorável para um quadro de saúde que em nada poderia ser debitado a um profissional ou a unidade de saúde.

Tendo sido a saúde de Caxias na gestão anterior um dos grandes motivos para a derrocada do governo de então, meia dúzia de pessoas ligadas àquele grupo político tentam repetir o feito ao garimpar nas redes sociais em busca de relatos de insatisfação de usuários do sistema de saúde municipal.

Com o advento das redes sociais e da proliferação dos smartphones, qualquer um se torna senhor de uma determinada situação e daí passa a ser autor, vítima e julgador de uma denúncia, onde o contraditório não existe e os hipotéticos culpados não tem chance de se defender.

Como exemplo, quando do recente episódio de queda de energia ocorrido na madrugada de segunda-feira (22) na cidade, por conta de uma falha no gerador da Unidade de Pronto Atendimento, o mesmo teve que ser acionado manualmente cuja operação demorou pouco mais de 5 minutos. O período entre a falta de energia e o acionamento do gerador foi mais que suficiente para o registro no celular de um usuário que estava na UPA naquele momento e com essas imagens disseminar nas redes sociais a ideia da não existência do equipamento necessário para ser usado num inesperado blackout. Rapidamente o assunto virou notícia num desses blogs desacreditados e pagos para achincalhar a administração municipal.

O prefeito Fábio Gentil, que faz política sem rancores e sem olhar para o retrovisor, tem mantido o diálogo com seus opositores no intuito da união de forças pelo município. Tem feito isso com maestria e está tendo relativo sucesso.

Mas, apesar da boa relação mantida com os próceres da oposição, o baixo clero da antiga gestão insiste em trabalhar contra Caxias e alimenta rancores e desejos até doentios contra qualquer ação que possa impedir uma junção de forças pela cidade, e que não está tendo êxito, ficando as ações desse baixo clero restritas ao pagamento mensal de R$ 300,00 (trezentos reais) a qualquer blogueiro que tope encarar o serviço sujo de assinar quaisquer devaneios que lhe seja enviado pelo whatsapp.

Consciente da sua missão de levar uma saúde de qualidade para os caxienses superior aquela de um passado recente, o prefeito Fábio Gentil não tem economizado esforços para alcançar esse objetivo.

Na gestão Léo Coutinho, tanto a UPA de Caxias quanto a Maternidade Municipal eram quase totalmente mantidas com recursos do governo do Estado, sendo que na atual administração essa parceria não chega nem perto disso.

A Maternidade Carmosina Coutinho, que recebia até dezembro de 2016 um repasse de R$ 1.350.000,00 (um milhão e trezentos e cinquenta mil) todos os meses do governo do MA, passou os primeiros meses do governo Fábio Gentil sem receber um único centavo, sendo que o convênio foi retomado somente em julho de 2017 e apenas 50% do valor de outrora.

Para se ter uma ideia do esforço do prefeito Fábio Gentil, desde agosto de 2018 que o governo do Estado não fazia mais o repasse à maternidade caxiense, que é uma unidade macrorregional de saúde materna e responde pelo atendimento de dezenas de municípios do leste maranhense e até de outros estados, tendo sido retomado o convênio somente neste mês de abril de 2019.

Atendendo a uma população de cerca de 165 mil habitantes e ainda dezenas de outros municípios, a Prefeitura de Caxias transfere todos os meses dos recursos do FPM e outras fontes, uma média de R$ 1.000.000,00 (um milhão) para suprir as demandas do setor.

Sendo o esforço de Fábio Gentil reconhecido pela maioria da população atendida na rede pública de saúde, e que lhe garante altos índices de aprovação a cada pesquisa apresentada, os ressentidos que alimentam o delírio de um dia voltar ao poder tentam criar artificialmente um quadro que remonte a algo parecido com aquilo que foram responsáveis no passado.

Diante dos problemas enfrentados, e que não são poucos, o governo Fábio Gentil está prestes a inaugurar o novo Hospital Geral do Município, onde uma moderna estrutura disponibilizará um atendimento mais humanizado aos usuários daquele centro de saúde.

Não estão conseguindo abalar a administração e se contentam em contar os likes de postagens irresponsáveis nas redes sociais.

Como são ridículos.

Rafael Leitoa destaca cerimônia de entrega das Boinas no Colégio Militar Tiradentes de Timon

23.4.19
Alunas homenageiam o deputado Rafael Leitoa em cerimônia de entrega da Boina no
CMT V em Timon (Foto: Gabriel Tôrres)

O deputado Rafael Leitoa (PDT), destacou na manhã desta terça-feira (23), em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Maranhão, a cerimônia de entrega da boina a 500 alunos do ensino Fundamental e Médio do Colégio Militar Tiradentes - CMT V, em Timon. A entrega da boina simboliza o ingresso dos novos alunos no CMT V, que devido à parceria com a prefeitura de Timon, agora pode contar com as turmas de ensino fundamental nos quadros da escola.

Ressaltando a qualidade, desempenho e projeto pedagógico do Colégio Militar Tiradentes, Rafael Leitoa lembrou desde o processo de instalação, indicado por ele, até a reforma do antigo CAIC, servindo hoje de sede para o CMT V. “As escolas militares do Estado do Maranhão têm tido sucesso a cada dia que passa pelo seu formato, desempenho, por ter ali a mão amiga da Polícia Militar cuidando também das políticas sociais e, muitas vezes, ultrapassando as suas funções constitucionais, sobretudo, trazendo também uma educação de qualidade”, comemorou.

Reconhecimento

O deputado Rafael Leitoa foi homenageado na Cerimônia de Entrega das Boinas com uma camisa presenteada pelos alunos, simbolizando o reconhecimento pela instalação do Colégio Militar Tiradentes V em Timon. "A cada evento igual a este, vemos a grandeza do que conseguimos para Timon. O Colégio Militar Tiradentes é um orgulho para alunos, ex alunos, pais e população de nossa cidade. Parabéns aos novos alunos, a jornada está apenas iniciando", afirmou Rafael Leitoa.

Com Observatório de Turismo, Governo realiza pesquisa sobre satisfação de turistas


A ação aconteceu simultaneamente no aeroporto, na rodoviária e no terminal de ferry boat.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e do Observatório de Turismo do Maranhão e, em conjunto, com alunos e ex-alunos voluntários da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) realizaram, no domingo (21), uma pesquisa para levantar o perfil do turista que visitou o estado durante o feriado da Páscoa.

A ação aconteceu simultaneamente no aeroporto, na rodoviária e no terminal de ferry boat. Os estudantes aplicaram questionários com os turistas que retornaram para suas cidades de origem, onde foram levantados dados do perfil dos que visitaram o Maranhão, além da opinião sobre a infraestrutura e os serviços ofertados.

Foram aplicados cerca de 90 questionários nos locais de embarque de passageiros. A pesquisa ouviu os passageiros nos três terminais que movimentam a capital maranhense, sobre nove indicadores que atestam a qualidade da infraestrutura, atendimento e serviços do turismo no Maranhão. O nível de confiança do levantamento é de 95%, com margem de erro de 5%.

A estudante do curso de Turismo da UFMA de São Bernardo, Maria do Amparo Souza, que esteve na rodoviária aplicando a pesquisa, assegura que os turistas que visitam São Luís e os polos maranhenses, são de destinos variados, muitos estrangeiros e que sempre ao responder o questionário, o turista se sente a vontade ao fazer observações, críticas e sugestões.

“A pesquisa é uma metodologia que contribui de forma direta para a percepção das ações, opiniões e avaliações das infraestruturas, e serviços ofertados aos turistas e moradores do estado”, afirma Maria do Amparo Souza.

Para o secretário de Estado de Turismo, Catulé Junior, a pesquisa de demanda turística, que é realizada periodicamente desde 2016, é essencial para traçar estratégias de gestão e para conhecer melhor as necessidades dos turistas. “O estudo fornece uma série histórica de grande importância para analises estatísticas, gerando dados concretos do turismo no nosso Estado. Assim conseguiremos criar políticas eficazes para as atividades que envolvem o setor alcançando resultados positivos em demandas desenvolvidas pela nossa equipe”, diz o secretário.

Segundo a supervisora de Serviços Turísticos, responsável pelo Observatório do Turismo do Maranhão, Thaís Mendes, o serviço está sempre atento em monitorar os dados estatísticos do turismo no Maranhão. “Realizamos pesquisas periódicas nos feriados, em período de alta e baixa temporada, e conseguimos registrar através de dados que São Luís e Imperatriz, a segunda maior cidade do estado, registraram crescimento no fluxo de passageiros nos três primeiros meses de 2019 em comparação ao ano de 2018 quanto ao embarque e desembarque no aeroporto”, afirma Thaís Mendes.

A aluna do curso de Turismo da UFMA de São Bernardo, Nágila Sousa, afirma que as pesquisas engrandecem o dia a dia dela como estudante, pois na universidade ela aprende a parte teórica e no Observatório de Turismo, ela põe em prática a parte das pesquisas com os turistas. “Toda teoria aprendemos na sala de aula, onde adquirimos todo um conhecimento. Realizando pesquisas com o Observatório de Turismo, da demanda turística na rodoviária de São Luís, tenho a oportunidade de por em prática o que aprendemos na sala”, comenta a estudante.

Ajudaram, também, na pesquisa, técnicos administrativos e a coordenadora do setor de Análise Mercadológica Municipal da Setur (Prefeitura de São Luís) aplicando a mesma pesquisa, no terminal de ferry boat (Ponta da Espera/Cujupe).

Observatório do Turismo

Desde 2016, o Observatório do Turismo vem realizado pesquisas em ação conjunta entre a Setur, a UFMA, Prefeitura de São Luís, Instituto Federal do Maranhão (IFMA) de Barreirinhas e Alcântara e Sebrae.

O Observatório do Turismo do Maranhão é um instrumento de planejamento e gestão disponibilizando informações e dados sistematizados, que possam contribuir com o desenvolvimento turístico do estado. O objetivo das pesquisas de demandas realizadas é levantar o perfil do turista que vem conhecer o Maranhão.

Foram realizadas duas pesquisas de demanda, uma de alta temporada em janeiro de 2019, e no Carnaval em março de 2019, (quarta-feira de cinzas). Com previsão de 15 pesquisas para serem realizadas durante o ano de 2019 nos municípios de São Luís, Alcântara, Barreirinhas e Tutóia.

Crescimento 

São Luís teve um crescimento de 2,89% do total de passageiros no primeiro trimestre deste ano em comparação a 2018, de 393.118 passageiros subiu para 404.507 em um ano. Em Imperatriz, o crescimento foi de 10,31%, onde o total foi de 70.506 em 2018 e em 2019 chegou a 77.778 passageiros.

O aumento na oferta de assentos para a cidade de Imperatriz por duas companhias aéreas e a promoção do nosso destino são responsáveis por este aumento significativo no comparativo entre os anos de 2018 e 2019 e, também, pela maior taxa de ocupação de hotéis na alta temporada dos últimos oito anos.

Outros fatores contribuem para o turismo no estado como o programa Mais Qualificação e Turismo, que já capacitou mais de 5.000 pessoas em três anos em cursos como informações Turísticas, Boas Práticas para Manipulação de Alimentos, Como montar um negócio (cama e café), Mídias Sociais, Organização de Eventos, Projetos de Turismo em Gestão Pública, Qualidade no Atendimento, Qualidade no Atendimento em Bares e Restaurantes, Qualidade no atendimento para condutores de passeios, Técnicas de Arrumação para Camareira, Técnicas para recepcionista de eventos e Técnicas para Recepção de Meios de Hospedagem. (Secom/MA)

Tem início inscrição para candidatos a membros do Conselho Tutelar de Caxias


As inscrições vão até o dia 22 de maio.

As inscrições para os candidatos ao cargo de conselheiros tutelares no município de Caxias têm início nesta segunda-feira (22) e vão até o dia 22 de maio.

Uma reunião, convocada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), debateu os pontos do edital para a segunda eleição unificada do Conselho Tutelar.

“O objetivo é ajustar junto com a Promotoria e os órgãos envolvidos na eleição do Conselho Tutelar os últimos detalhes para o lançamento do edital e iniciar o processo de eleição no município. Necessitamos de pessoas que estejam realmente comprometidas com a defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente”, explicou Kátia Braga, presidente do CMDCA.

publicação do edital visando o processo eleitoral de 2019 foi realizada no último dia 5.

Mais

A análise dos requerimentos de inscrições ocorre no período de 23 de maio a 12 de junho. A publicação da lista dos candidatos com inscrições deferidas será feita no mural do CMDCA e outros meios, no dia 14 de junho. O prazo para recurso vai de 17 a 21 de junho.

Os candidatos a conselheiros tutelares vão passar por uma prova objetiva, que será realizada no dia 26 de julho. O resultado será divulgado no dia 31 de julho. Vencidas estas etapas, outra data importante é a do início do processo eleitoral, que será de 26 de agosto a 30 de setembro. Já a Eleição Unificada vai ocorrer no dia 6 de outubro.

A partir da realização da eleição, será aberto espaço para os recursos e posterior divulgação do resultado dos recursos. A publicação final dos conselheiros eleitos acontece no dia 23 de outubro. Após esta fase, cinco eleitos e cinco suplentes escolhidos pela população vão passar por formação, diplomação e posse. A solenidade de posse está marcada para o dia 10 de janeiro de 2020.

Atualmente, o mandato dos conselheiros tutelares tem duração de quatro anos. (Ascom)