Unidade de Vigilância de Zoonoses de Caxias intensifica ações de combate ao Aedes Aegypti

22.3.18
Foi realizada no auditório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), uma reunião com as instituições públicas municipais para a implantação da “Brigada de combate ao Aedes Aegypti” nesses setores.

A ação tem por finalidade a realização de buscas e identificação de possíveis criadouros pelos próprios colaboradores, através de vistorias semanais, além do trabalho de educação em saúde dentro do setor onde atuam.

Maryanne Morais, chefe do Núcleo de Educação em Saúde da UVZ lembra que o município tem setores públicos com edificações e características complexas, por isso se faz necessária a ação, já que os agentes de combate às endemias realizam visitas domiciliares dentro do programa de controle da dengue de dois em dois meses. “Nós já fazemos o trabalho de educação nas residências, se fazendo necessário também nos setores públicos, e é isso que se propõe com a brigada”, completou.

Ainda como parte das ações de intensificação de combate ao mosquito Aedes aegypti, a UVZ tem visitado as escolas e realizado o trabalho de conscientização ao alunado, a exemplo a escola Marinalva Soares, no bairro Luiza Queiroz.  A estudante Sharlene dos Santos foi uma das centenas de crianças que acompanharam atentamente as orientações repassadas.

“Eu aprendi que temos que ficar alertas com o mosquito, porque ele transmite muitas doenças, então se tiver pneu com água, ou algum lugar que possa ter a larva temos que ficar atentos. Eu agradeço muito por esse dia e vou falar para a minha família tudo o que aprendi aqui”, comentou a estudante.

O coordenador da UVZ Caxias falou sobre a intensificação do combate ao Aedes Aegypti.

“Conversamos com as instituições do poder público municipal, estadual e da União para a implantação da brigada de combate ao Aedes Aegypti, vamos também procurar as entidades não governamentais. Na Escola Marinalva Soares, assim como em outras escolas, estamos fazendo com que os alunos entendam a importância de conhecer e combater o vetor através da nossa equipe do Núcleo de Educação em Saúde, afinal todos nós somos agentes de controle e combate ao mosquito”, lembrou Natanael dos Reis, coordenador da UVZ\Caxias. (Da Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário