Fantasmas caxienses estão assombrados!!! Othelino começa a moralizar legislativo e cabos eleitorais do grupo Coutinho são exonerados

18.1.18
Já não se fazem fantasmas como antigamente: eles é que estão assombrados

A Assembleia Legislativa do Maranhão começou a respirar novos ares e moralização parece ser a palavra de ordem naquela Casa do Povo. Pelo menos é o que se supõe desde a semana passada, dia 8 de janeiro, quando atos do presidente Othelino Neto começaram a ser de conhecimento público.

É que o Diário Oficial da AL, desde a sua 4ª edição do ano, está trazendo péssimas notícias para muitos integrantes do grupo Coutinho, onde exonerações saltam de suas páginas e desarrumam a vida de meio mundo de gente em Caxias.

A primeira exoneração graúda que mexeu com Caxias foi a do então todo poderoso marqueteiro Carlos Alberto Ferreira da Silva, cuja demissão como diretor de comunicação teve direito a foguetes na área externa do legislativo maranhense.

Outro exonerado graúdo (mas sem direito a foguetório) foi o diretor da Casa, engenheiro Carlos Alberto Martins.

Afora os mais ‘notáveis’ lotados em cargos importantes na Assembleia, outras figuras oriundas de Caxias, ou mesmo caxienses da gema, faziam a ‘festa’ pendurados em importantes cargos na AL.

O advogado James Lobo, outrora figura importante no núcleo jurídico do grupo Coutinho, perdeu a boquinha no gabinete de HC. Junto com outros colegas de ‘trabalho’, foi mandado pra casa no primeiro ato de moralização da nova presidência. Apesar do dissabor da exoneração, James Lobo foi reintegrado 4 dias depois aos quadros da AL. Embora com salário distante dos bons tempos, terá que readequar o orçamento com uma ‘quebra’ de 50% nos vencimentos agora como coordenador parlamentar. Não se sabe ainda se terá que cumprir algum dia de expediente na nova missão.

Apesar da importante medida de moralização do deputado Othelino Neto, muita gente boa foi atingida na sua vassourada ética.  

O site da Assembleia Legislativa do Maranhão está batendo recorde de acessos em Caxias, onde mais de uma centena de fantasmas pendurados na folha de pagamento passam o dia e a noite a espera de cada nova edição do Diário Oficial.

Alguns, que já foram exonerados, aguardam ansiosos por uma ‘nova chance’, enquanto outros ficam na torcida para passarem despercebidos da “vassourada” da nova administração do legislativo.

Força, Othelino!




2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Essa "ex-prefeita" de Caxias (Josvalda) e o vice (Berilo) continuam demonstrando seus poderes. A demonstração de tal façanha pode ser observada nessa matéria, onde cita o nome da senhora Denildes como servidora da Alema. Só trnho wue frisar um pequeno detalhe: a mesma recebe seus proventos pela Alema, mas trabalha na empresa da ex-prefeita de Caxias. Eita terra de muro baixo, é muita farra com dinheiro público.Quero só ver onde essa moral toda vai levá-los.

  1. Ricardo Almeida disse...:

    Nunca vai ser moralizado. Ele apenas está tirando os "dos outros" e colocando os deles. Quem garante que não será da mesma forma? Apadrinhados, que nunca pisarão na Assembléia. Se fosse você, faria do mesmo jeito, ou não ? Creio que sua postagem, usando o termo "moralização" é tendenciosa, visto que, você faz oposição ao citado grupo político (Coutinho).

Postar um comentário