Américo de Sousa: De líder estudantil a Prefeito de Coelho Neto

25.11.17
Ele não se considera um líder político, mas sim uma pessoa que, apesar da origem humilde (filho de trabalhadores rurais), encontrou na Educação a oportunidade de crescer na vida. Compreendeu que, através da luta de classe e posteriormente da militância política, poderia ajudar ao próximo.

Nascido em 25 de novembro de 1970, na zona rural do município de Buriti/MA, passou a residir em Coelho Neto/MA a partir de outubro de 1979.

Aos 13 anos de idade vendia picolé pelas ruas de Coelho Neto para ajudar seus pais nas despesas de casa e também para se manter na escola, pois parte do que ganhava com a venda de picolé comprava seu material escolar.

Da indignação com as injustiças sociais viu brotar dentro de si uma liderança estudantil.

Anos mais tarde, através de concurso, ingressou no serviço público estadual e municipal, chegando um pouco mais adiante à Presidência do Sindicato dos Servidores Municipais de Coelho Neto, onde sagrou-se como o melhor presidente que a entidade já teve. 

Américo conseguiu através da luta e união da categoria grandes conquistas para os servidores. Construiu, informatizou e climatizou o prédio da instituição,(Antes existia apenas um galpão), deixando os servidores orgulhos de terem um local decente para realizarem reuniões e atividades administrativas.

Área de lazer do Sindicato dos Servidores Municipais de Coelho Neto: Um sonho antigo da 
categoria que começou a tomar forma no final da gestão de Américo como presidente da 
entidade. Boa parte da obra já está pronta

Em 2008 foi eleito vereador, sendo até àquela eleição o mais votado da história política de Coelho Neto, depois de três tentativas infrutíferas.
Se candidatou por duas vezes a deputado estadual (2010/2014), ficando na suplência em ambas as eleições.

Américo de Sousa discursando na Tribuna da Câmara Municipal na época em que era vereador

Bateu na trave em 2012 para prefeito, confrontando o poderio econômico e midiático de Soliney Silva.

Campanha de prefeito 2012

Embora não tendo obtido êxito na eleição de 2012, Américo não desistiu do sonho de administrar Coelho Neto, de modo que, no início de 2016 começou a se articular para uma nova disputa ao governo municipal.

Quando alguns diziam que ele sequer conseguiria sair candidato ao cargo de prefeito, Américo mostrou determinação e capacidade de articulação política e do improvável para alguns surgiu uma grande aliança política que o levou à vitória nas urnas, naquela que talvez tenha sido a eleição mais acirrada da história de Coelho Neto.

O petista fez uma das campanhas mais bonitas e apaixonantes já vistas no município, conscientizando o eleitorado para a necessidade de mudança (A HORA É AGORA!) e venceu com mérito duas potências econômicas.

E foi assim que o menino vendedor de picolé chegou ao governo de Coelho Neto.

Como gestor, mesmo tendo recebido o município em total estado de desmonte administrativo, Américo estabeleceu parcerias políticas, priorizou ações mais urgentes a serem concretizadas e organizou as finanças do município, de modo que vem conseguindo manter o funcionalismo e fornecedores em dia, realizando ainda neste primeiro ano de gestão mais do que muitos esperavam. Atuando com dedicação e compromisso com a população em todos os setores da administração municipal. Sem se deixar abalar pelos ataques orquestrados por aqueles que ajudaram a destruir administrativamente o município, ele segue firme no propósito de construir a cidade que queremos.

Fizemos este pequeno apanhado como forma de homenagear o prefeito Américo de Sousa que neste dia 25 de novembro completa mais um ano de vida. Uma pessoa batalhadora que dedicou boa parte de sua vida à luta social.

Fonte: Blog do João de Sousa

0 comentários:

Postar um comentário