Tiros em frente a casa de Humberto Coutinho!!! Provavelmente revoltado com liderança do deputado, cabo da Polícia Militar atira para o alto na porta da residência e tenta suicídio em seguida

24.1.15
Reportagem da TV Mirante mostra a residência do ex-prefeito 
de Caxias e deputado eleito Humberto Coutinho, local 
do ocorrido, mas não cita seu nome
O cabo Dias, da Polícia Militar do Maranhão, efetuou vários disparos de arma de fogo (revólver) em frente a casa do deputado eleito Humberto Coutinho na manhã desta sexta-feira, 23, em Caxias.

Visivelmente transtornado, o cabo parou seu veículo em frente a casa de HC e fez os disparos que, segundo informações colhidas pelo blog junto a fontes da Polícia e testemunhas que presenciaram a cena, seria para chamar a atenção para o que ele tentaria em seguida: o suicídio.

Humberto Coutinho não estava na casa 
do momento dos disparos
De acordo com informações das testemunhas, Dias teria gritado que Humberto Coutinho estaria agora muito poderoso, dono de Caxias, presidente da Assembleia (onde é candidato favorito), dono do Maranhão e que por isso iria tirar sua vida.

Para sorte do policial, no momento que iria consumar o suicídio, a arma travou ou já estava sem balas, e ele então se retirou do local.

Após sair da frente da casa do deputado estadual, o policial dirigiu-se até o quartel do 2o BPM e teve que ser contido por vários colegas.

De acordo com informações prestadas pelo comandante do 2O BPM, major Jurandir Porto, o policial tem um histórico de problemas psíquicos, mas no momento não estaria impedido de trabalhar, haja vista que “só quem pode atestar que ele estava impedido de trabalhar é a junta médica da PM”, declarou o comandante.

Uma reportagem sobre o episódio foi ao ar na noite desta sexta-feira no telejornal da TV Mirante Cocais mas, apesar de mostrar imagens da casa do deputado e ex-prefeito de Caxias, em nenhum momento o nome do proprietário da importante residência foi citado, bem como os motivos que levaram o homem a escolher a casa de Humberto Coutinho para tentar o suicídio.

Ultimamente, talvez de olho nas gordas verbas publicitárias da Assembleia Legislativa e da Prefeitura de Caxias, a TV Mirante tem poupado a família Coutinho de alguns dissabores jornalísticos.

Bem, se o policial tentou o suicídio por conta do poder adquirido por Humberto Coutinho no Maranhão, acredito que os motivos para ele, e tantos outros incomodados com isso, não acabarão tão cedo.

Por outro lado, para esses revoltados e insatisfeitos, nada de tentar suicídio ou outras atitudes extremas pois, afinal, nada é para sempre e esse poder conquistado pelo deputado estadual pode acabar muito antes do que muitos pensam.

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Já pensou se a moda pega, Paulo Marinho teria que usar uma escopeta, tem a cabeça muito dura...kkkkk

  1. Anônimo disse...:

    O Sabá tá certo, pois se depender do poder do dr. Umberto tem muita gente q vai se matar. Uma pena o que aconteceu.

  1. Anônimo disse...:

    O correto é nenhum Policial usar armas fora do expediente.

Postar um comentário