Dor sem fim!!! Infanticídio caxiense ganha protesto chocante

8.5.15
A morte de 200 recém nascidos ocorridas somente no ano passado na Maternidade Carmosina Coutinho não para de render péssimas notícias ao governo Léo Coutinho.

Na manhã desta sexta-feira, 08, duas centenas de cruzes, simbolizando o números de pequeninos que perderam a vida na maternidade caxiense em 2014, foram afixadas em frente a Igreja da Matriz, no centro de Caxias.

O protesto silencioso visa cobrar das autoridades, e também da sociedade, solução para os desmando que acontecem na área neonatal do município.

As pessoas que passaram pelo local não ficaram insensíveis aquela triste cena.

Faixas com frase fortes lembravam da dor de centenas de mães: “Quase 200 mães não poderão comemorar o seu dia”, estampava uma faixa que comove por conta da proximidade do dia das mães.

Além do protesto, uma nota foi distribuída para quem passava pelo local, numa forma dos caxienses fazerem uma reflexão sobre o assunto.

Abaixo a íntegra da nota:

“São nove meses de sonhos e planos. E com o filho ainda na barriga, a mãe já começa a sentir em todas as cores um sentimento forte, avassalador e único.

E, por mais que tentem, os grandes poetas e pensadores jamais conseguirão explicar o significado dessa cumplicidade por meio das palavras.

Ser mãe é amar incondicionalmente, é priorizar a vida de outra pessoa em um patamar acima da sua própria.
Infelizmente, quase duzentas (200) mães caxienses foram criminosamente impedidas de ouvir a mais doce das palavras: MÃE.

Como acalentar um coração materno destroçado com a violação do seu direito de ser mãe??? O abraço que não foi dado, o beijo que não foi sentido, o carinho que não foi feito, a lição que não foi ensinada, o amor que foi impedido de florescer. Incompetência? Negligência?? Desumanidade?? Seja lá o nome que se queira dar, o fato é que não podemos aceitar essa realidade como normal.

O choro velado das mães que não terão os filhos em seus braços ressoará na memória dos caxienses que acreditam que nossa cidade não merece ser reconhecida nacionalmente por tragédias como essas.

Caxias não merece isso!!!

14 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    O caso é sério, sabe-se disso. Mas virou marketing político. Agora estão brincando de usar as mães para se promoverem. Canalhice pura. Será que esses caras não se avaliam diante dessa fanfarrice mórbida?

  1. Anônimo disse...:

    Marechal-de-campo nazista Wilhelm Keitel assina a rendição incondicional das forças alemãs em maio de 1945. Hoje um dia de Vitoria para o mundo depois da II grande guerra e em Caxias vemos está triste situação das "mães do Carmosina" este é o nome que o movimento silencioso e impactante destas mulheres deve ser chamado, mais do que elas mesmas sabem o que passaram e o povo caxiense deve ter em mente que tal fato jamais venha acontecer nesta cidade ou no mundo devemos todo caxiense pensar em unir-se contra um fato tão triste, assim como o Marechal nazista reconheceu a derrota daquele regime o povo deve impor para seu próprio bem e das gerações futuras que nunca mais aconteça tamanha tristeza. VIVA AO MOVIMENTO DAS MÃES DO CARMOSINA!

  1. claudio saba disse...:

    Caro anônimo do primeiro comentário, quem está está usando as mães para se promover? De quem você fala que estaria fazendo "fanfarrice mórbida"? Quem está identificado nesse movimento realizado na Praça que tentou se aproveitar do ato? Quem está fazendo marketing político? "O caso é sério, sabe-se disso" é só o que você acha do caso do infanticídio? Será que você tem capacidade para identificar de quem você fala ao dizer "agora estão brincando com as mães..."? Meu caro, não procure culpados pelas mortes onde não existem culpados.

  1. Anônimo disse...:

    Existem culpados sim, mas vocês insistem em atribuir a responsabilidade somente ao Prefeito, quando na verdade existe um sem número de profissionais envolvidos diretamente nos casos. Vocês falam de infanticídio...infanticídio seria, se os médicos e outros profissionais da saúde matassem as crianças deliberadamente, por vontade determinada. Vocês acham que existem médicos sem compromisso com o povo, que são negligentes e irresponsáveis, pois denunciem-nos. Ou é o prefeito que está pegando os meninos? O que acho errado de vocês não é fazerem a denuncia, é o modo, o critério que estão usando para fazê-lo. Sei que o sistema é falho e carece de reparos urgentes, mas dêem um tempo para os reparos necessários. Sejam responsáveis no que estão fazendo. Quem está do outro lado é humano, também. Será que esse Prefeito é mesmo tão ruim, tão miserável como vocês pintam?

  1. claudio saba disse...:

    “Dêem um tempo para os reparos necessários”?! Quer dizer que você sabe que o sistema é falho? ‘Nós’ insistimos em atribuir a responsabilidade somente ao prefeito? Quem é o prefeito, caro anônimo? Quem tem o poder para demitir culpados, admitir profissionais, identificar problemas? O prefeito, quando estava assumindo, dizia que o governo herdado do tio era um dos melhores do Brasil, logo, não pode falar de tempo para arrumar a casa, pois já estava tudo as mil maravilhas. Na sua cabeça, se existem culpados pela enorme quantidade de mortes, cabe somente ao prefeito puni-los. Mas ao não tomar as providências necessárias, ou ao não achar que deveria toma-las, ele assume as responsabilidades e deve arcar com as cobranças e as consequências da sua incompetência.

  1. Anônimo disse...:

    Concordo c o anônimo.... Todos sabemos q essas mortes não são propositais e q ja esta sendo usada p denegrir a imagem do prefeito , não estou aki defendendo ele pois ele não tem culpa direta..sabemos q esta sendo um péssimo prefeito ..dizem q estar tampando buracos q seu tio Humberto deixou ...vamos respeitar a dor dessas mães ...obrigado

  1. Anônimo disse...:

    Não postou meu ultimo comentário. Pudera, depois do pau que te dei nele...

  1. Anônimo disse...:

    Anônimo disse..

    Caro Anônimo, nem A nem B, também nós, fazemos essa análise e não divergimos de sua avaliação. Só não concordamos com a vinculação da pobreza a que se refere ao grupo Coutinho. Sem muita pretensão, enxergamos uma caidinha politica sua, para o outro lado. Porém, gostaria de lembrar ao pensador, que estamos, primeiro no Nordeste, segundo no Maranhão, e por último, no colégio eleitoral brasileiro que deu a maior votação à Dilma, em termos percentuais. Nosso Estado é pobre até em suas escolhas. Não porque queiram os governantes e o povo. Somos pobres porque nosso povo não herdou nada dos seus antecedentes. Não herdou dinheiro, patrimônio, educação, cultura...nada. Quem passou por aqui e deixou marcas de desenvolvimento, foi embora ou morreu e só deixou uma história de egoísmo. O que amealharam foi levado daqui para outras plagas. Só fomos explorados. Enquanto pudemos oferecer recursos produzidos às custas da nossa produção de arroz, algodão, milho e babaçu, estiveram por aqui. Depois, trataram de migrar levando tudo e deixando centenas de famílias sem emprego. Não cuidaram de herdar seus descendentes. Foi assim com a Manufatureira e Agrícola, com A. Silva, com Francastro e com outros de menor expressão. É notória a presença de industrias no Nordeste, mas estão instaladas em Estados com densidade demográfica bem superior à nossa e do nosso vizinho Piauí. Procuraram se instalar onde o consumo é absolutamente maior do que o desses dois Estados. Ninguém, empresário nenhum, virá para cá se aventurar. Portanto, recomendo abster-se de fazer comentários sem fundamentação, que têm o propósito único de denegrir a imagem dos gestores atuais, pois ao que parece, são pareceres com convicções partidárias. Esse desenvolvimento com que sonhamos virá. Mas, a passos lentos e na medida da educação do nosso povo. O crescimento fe uma região, município ou Estado, está diretamente vinculado ao poder aquisitivo de seus indivíduos. Creia nisso. Portanto, não é questão de A ou B, que esteja no poder. Essa questão é bem mais profunda.

    7 de maio de 2015 19:17:03 BRT

  1. Anônimo disse...:

    Caro anonimo em vez de defender os culpado, visite pelo menos 03 mães pra você sentir o drama já que não tem coração.

  1. claudio saba disse...:

    Caro anônimo bajulador do governo, vez ou outra aceito alguns comentários contra mim, mas quando esses anônimos esticam muito o assunto, prefiro não publicar, pois discutir com fantasma não dá em nada. Mas se quiser, é so identificar seu e-mail ou seu endereço de facebook que permitirei mais comentários. Se escondendo no anonimato, não dá.

  1. Anônimo disse...:

    E zangado. Dai prá briga falta pouco. Te acalma derrotado!!!

  1. Anônimo disse...:

    Sabá esse anônimo bajulador só pelas palavras dele dar pra identificar, ele postou algo parecido na sua rede social, esse não tem moral, arrogante se acha o bam, bam,bam mais coitado não tem credibilidade nenhuma...ninguem gosta dele muito falso apelida e trata funcionário mal... é um babão de primeira...profissão dele é bajular pra ele todo mundo é amigo dele coitadooooo te liga mené...."É vc mesmo" bajulador..Mané...

    Ass: Jovem Morador do Bairro

  1. Anônimo disse...:

    Sabá, pode descer o ****** nessa cambada de fantasma, vou chamar os CAÇAS-FANTASMA já pensou em levar todos kkkkkk.

  1. Anônimo disse...:

    Foi perfeita a manifestação, pena que ficou pouco tempo, com certeza por pressão de alguma ordem. Fico pasmo com a bajulação, principalmente quando vem de mãos sujas de sangue de seres inocentes. Vamos sim aguardar pela justiça, porque do gestor sobra incompetência e protecionismo.

Postar um comentário