Diretor da CCPJ de Caxias é substituído e mudança desagrada a "gregos e troianos”

16.5.15
Afastamento de Joaquim Benedito da direção da 
CCPJ não agradou o meio jurídico
Na direção da CCPJ - Casa de Custódia de Presos de Justiça, nos últimos 6 anos, Joaquim Benedito da Silva, perdeu a função de diretor provavelmente por decisão política.

Durante todo o período que comandou aquela instituição carcerária, Joaquim era um daqueles casos raros de quase unanimidade no comando da CCPJ de Caxias.

Foram seis anos sem registro de nenhuma fuga naquela unidade prisional, o que demonstra uma vigilância eficaz na sua administração. Em 2013, 11 presos tiveram seu plano de fuga abortado ao serem descobertos por uma equipe que fazia ronda na CCPJ.

Juízes, promotores, delegados, advogados e profissionais de imprensa tinham no ex-diretor um exemplo de funcionário público atencioso e correto nas suas atribuições. Não foi a toa que a saída dele da direção da CCPJ pegou a todos de surpresa e provocou descontentamento no meio jurídico.

O titular do blog ouviu algumas versões sobre a destituição do diretor da Casa de Custódia, dentre elas, a que seu afastamento obedeceu simplesmente a critérios políticos. Ou seja, para ocupar sua vaga, um arranjo político foi feito, provavelmente beneficiando o deputado estadual Humberto Coutinho, que age como “mestre Supremo” das indicações políticas em Caxias.

Politicagem no sistema prisional pode não terminar muito bem.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    palhaçada...

  1. Anônimo disse...:

    Coloca o Jerônimo como diretor !

Postar um comentário