Fake news sobre o travamento da veículos alugados em Caxias e a motivação política do caso

1.10.19

A disseminação de notícias falsas no mundo virtual, as fake news, está sendo usada em Caxias a todo vapor nesse ano pré-eleitoral, no que é um prenúncio de que em 2020 isso chegará a níveis estratosféricos.

A mais recente dessas notícias falsas aconteceu no episódio envolvendo veículos alugados pelo município, que teriam sido travados via satélite por falta de pagamento.

Para que uma fake news alcance seu objetivo ela precisa no mínimo de uma meia-verdade, seguida por uma série de mentiras (sendo exatamente isso o que aconteceu nesse caso), para que ela prospere e encontre nos haters (termo usado na internet para classificar pessoas que postam comentários de ódio ou crítica sem muito critério) uma forma de cair na boca do povo.

De fato os veículos estavam alugados pelo município e houve o travamento via satélite. Acontece que o que foi repassado pelos autores da ‘denúncia’ veio recheada de inverdades.

Em conversa com um dos diretores da empresa, o titular do blog recebeu o esclarecimento do episódio: o contrato entre o município e a locadora já estava encerrado e foi feito o travamento dos veículos por medida de segurança, uma vez que não poderiam mais trafegar após o término do contrato, pois não existia previsão legal para isso, assim como uma forma de garantir que os mesmos não extrapolassem o limite de quilometragem, o que comprometeria a garantia da fábrica. Tudo feito de forma consensual entre as partes.

Até o vice-prefeito da cidade, segundo um blog apócrifo, teria ficado preso dentro de um dos veículos alugados pela Prefeitura alvo do bloqueio via-satélite, o que é 100% falso.

Como toda fake news, primeiramente ela surgiu em publicações irresponsáveis nas redes sociais e num site apócrifo usado em Caxias para atingir criminosamente aliados do prefeito Fábio Gentil. Após isso, jornalistas profissionais do município emprestaram seus endereços eletrônicos para citar o caso, o que foi suficiente para que o assunto rendesse bem mais dos que seus autores esperavam.

Até o resultado das urnas no próximo ano, Caxias será inundada por fake news, uma vez que uma rede formada por perfis falsos foi criada nas redes sociais para atender aos devaneios daqueles que o povo rejeitou nas últimas eleições e que tentam voltar desesperadamente ao poder.

Haja fake news para estancar tanto desespero...

0 comentários:

Postar um comentário