Impasse continua!!! Sem quórum na Câmara, vereadores não conseguem apresentar uma solução para os mototaxistas

21.5.15
Mototaxistas lotaram a Câmara nesta quarta-feira
Iniciando uma operação abafa, o Palácio da Cidade manobrou mais uma vez sua base aliada no intuito que não houvesse número suficiente de vereadores na Câmara nesta quarta-feira, 20, e a sessão, que poderia apresentar alguma resposta aos anseios dos mototaxistas, não acontecesse.

A presidente Ana Lúcia chegou a propor reunião com a Comissão 
de Trânsito na manhã desta quinta-feira...
O Governo Municipal enxergou no movimento dos mototaxistas que ainda não estão enquadrados nas normas da lei, um desgaste político muito grande, daí a manobra para enfraquecê-lo.

....Mas mototaxistas não aceitam reunião a portas fechadas: 
“Queremos é aqui no horário da sessão e com todo mundo vendo”.
Para “fazer a média”, alguns parlamentares governistas compareceram no horário da sessão, mas somente como uma estratégia de que estão com algum interesse na solução do problema, haja vista que desde cedo era de conhecimento de todos que frequentam a Casa do Povo de que não haveria quórum.

Por sua vez, os mototaxistas que reivindicam um prazo maior e algumas pequenas alterações na lei que regulamenta o setor, compareceram em grande número e lotaram o prédio do legislativo.

Fábio Gentil alertou que querem enfraquecer o movimento, mas 
que os mototaxistas devem continuar na busca do 
entendimento entre a Câmara e a Prefeitura
A mesma segurança das sessões anteriores, com GDMs e PMs, foi preparada para garantir a realização dos trabalhos normalmente.

Nas galerias, os mototaxistas não deixaram barato o boicote da sessão. Gritavam e protestavam pelos seus direitos o tempo todo.

Vendo o clima pesado que estava no ar, a presidente Ana Lúcia Ximenes, mesmo sem o número suficiente dos membros da Casa, fez a composição da Mesa Diretora e comunicou aos presentes que não haveria sessão por conta da ausência do número mínimo de parlamentares.

Ana Lúcia ainda chegou a conclamar os mototaxistas para que os mesmos formassem um grupo e comparecessem na Câmara na manhã desta quinta-feira, 21, para conversar com a Comissão de Trânsito e Transporte da Casa, o que não foi aceito pelos mototaxistas.

De jeito nenhum”, disparou um dos mais exaltados. “Nós temos que ouvir vocês [os vereadores] é no horário da sessão e estaremos aqui segunda-feira”, garantiu o mototaxista sendo apoiado pelos demais.

Ao final da sessão, já do lado de fora da Câmara, o vereador Fábio Gentil reuniu-se com os mototaxistas e pediu que todos continuassem firmes e comparecessem na Câmara na segunda-feira, 25, para continuar a luta por direitos.

Como vocês já perceberam, querem esfriar o movimento e com isso fazer com que vocês diminuam as cobranças”, disse Fábio deixando claro que votou favorável a aprovação da lei, e que todos devem centrar esforços para se legalizarem e conseguir mais um tempo para isso.

0 comentários:

Postar um comentário