Humberto Coutinho na busca por uma explicação para a impopularidade do sobrinho

31.5.14
Em franca evolução do seu quadro de saúde, o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho já está totalmente a par de toda a situação de calamidade por que passa a administração do sobrinho, Leonardo, no comando da Prefeitura.

HC tenta entender as pesquisas: 
“Qui, qui, o que é que o povo quer?!”
Antes sabedor da impopularidade do prefeito de Caxias somente pelos números da Escutec que lhe são apresentados em pesquisas mensais, Humberto procura contato com os amigos mais próximos para entender o que se passa e o que é que está deixando a população tão insatisfeita com a atual gestão no município.

O que é que está acontecendo? O que é que o povo quer?”, são as perguntas mais frequentes do ex-prefeito para aqueles partidários que vão ao seu encontro.

Poucos correligionários tem a coragem de falar francamente para o ex-prefeito a real situação e o que realmente pensam de Léo Coutinho.

Mas pelo jeito, ninguém, por mais franco que seja, teve a devida franqueza para falar a verdade.

Dutra diz que “Monteiro vai assumir mandato na caixa prego”

Deputado Domingos Dutra
Na tarde de ontem (30/5), o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves da Silva rejeitou a preliminar de ilegitimidade pedida por Raimundo Monteiro, presidente estadual do PT e primeiro suplente do deputado federal Domingos Dutra. Na Ação o suplente alegava infidelidade partidária de Dutra por filiação ao partido Solidariedade ao se deligar do PT em outubro do ano passado.

Na ação, o sarneisista Monteiro alega que Domingos Dutra deveria ter o mandato cassado por não ter participado da criação da sigla, mas o ministro Neves foi enfático em sua decisão. “Não há falar na ilegitimidade do requerente porquanto investiria ele contra a diplomação do deputado requerido, a qual seria ato jurídico perfeito, que não foi impugnado no momento próprio. Nesse ponto, anoto que não se está a discutir eventual vício a desconstituir o ato de diplomação, mas, sim, a superveniente migração do parlamentar eleito”, concluiu.

A decisão do ministro não foi surpresa para o deputado Dutra que já estava seguro da legitimidade de seu mandato.

A decisão do ministro é justa e imodificável, pois se ampara em resolução do próprio TSE que garante ao parlamentar o direito de mudar de partido para uma nova agremiação partidária. O senhor Monteiro vai assumir mandato na caixa prego. Se ele quiser exercer algum mandato na vida ele terá que ralar, ser honrado, ter compromisso com os mais pobres e deixar o curral da Oligarquia Sarney”, comemorou Dutra.

A desfiliação do deputado Dutra do PT se deu no dia 4 de outubro de 2013, com base em duas justas causas, uma delas ​a de grave discriminação pessoal que o parlamentar sofreu por parte da direção nacional do seu partido de origem, o PT, seguida da mudança para o Solidariedade (SDD/MA) que ocorreu dentro do prazo legal de 30 dias da criação da nova legenda estabelecido pelo TSE. (Do Blog doJohn Cutrim)

E a premiação é para multiplicar sua alegria !!! Sabiá dá Sorte com muito dinheiro e 6 motocicletas neste domingo

Uma verdadeira frota de duas rodas para você
 
A sua chance de ganhar aquela motocicleta que tanto sonhou acaba de chegar. O Sabiá Dá Sorte deste domingo, na sua 77a extração, tem R$ 3 mil reais de premiação divididos nas várias opções de sorteio, além de 6 motos Honda, sendo que em cada prêmio serão sorteadas duas.
 
Confira a premiação completa:

1o PRÊMIO: 02 motos Honda Pop

2o PRÊMIO: 01 moto Honda Fan e 01 Honda Pop
 
3o PRÊMIO: 01 Honda Bros e 01 Pop 100

Nas rodadas da sorte, você ainda pode ganhar R$ 200 reais de premiação em cada uma das 10 chances.

Aproximou, ganhou! No 3o prêmio, quem ficar armado participa do rateio de R$ 1.000 (mil reais).

E tudo isso por apenas R$ 10,00.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda das cartelas será em benefício do projeto da escolinha de base do Sabiá Futebol Clube e a construção da Fazenda da Esperança Nossa Senhora das Graças.

O sorteio é transmitido ao vivo, todos os domingos, a partir das 10h, pela TV Difusora Caxias e Rádio Tropical FM, além da rádio FM Nova Cidade do município de São João do Sóter.

Não fique de fora!

Depois de várias denúncias do blog do Sabá, governo Léo Coutinho ‘discute’ problema de animais soltos nas ruas

Assessores do governo Léo Coutinho se reuniram 
para ‘discutir’ o que necessita de ação
Já foram várias postagens neste blog denunciando o descaso do governo Léo Coutinho com os animais soltos nas ruas que irritam os moradores e levam riscos aos motoristas da cidade.

Pois bem, a última matéria do blog abordando o assunto foi publicada na segunda-feira, 26. Na manhã da quarta-feira, 28, uma reunião realizada com representantes da Guarda Municipal, Secretaria de Segurança Pública, Polícia Rodoviária Federal e Centro de Controle de Zoonoses, no sentido de acabar de vez com a presença desses animais nas ruas do município foi realizada na sede da GDM.
Cena comum nas ruas de
 Caxias todos os dias

Apesar da iniciativa, já começaram errado (como quase tudo desse governo), pois nem precisavam se reunir pra discutir nada. Bastava agir com rigor.

Apesar de ser uma boa intenção (e de boa intenção o inferno tá é cheio), espero que resolvam esse problema que acabou se transformando num grande problema, mas que tem uma solução simples, pois bastava o prefeito ter pulso: mandava recolher os animais e estipulava multas pesadas.

Caso seja finalmente resolvido (o problema) o blog do Sabá vence, juntamente com os usuários das redes sociais, mais uma batalha contra a falta de ação do governo que se intitula “cada vez melhor”.

Um grande velório!!! Finalmente é anunciado enterro da finada TV Difusora Caxias

Apesar da tristeza, foi anunciado que emissora caxiense ganhará uma nova vida em breve

Foi anunciado nesta sexta-feira, 30, o tão adiado enterro da finada TV Difusora Caxias. O embalsamento bem feito garantiu a demora do velório. Bastante querida pelos entes próximos, o caixão estendido na sala durante tanto tempo era um sinal inequívoco de como o defunto era amado.

Difusora será rebatizada de Sinal Verde
Coube ao apresentador e diretor da TV Difusora Caxias, Ricardo Marques, justificar o desligamento da emissora do grupo Coutinho da matriz em São Luis (TV Difusora). Marques alegou que questões políticas envolvendo as candidaturas de Edinho Lobão, proprietário da emissora, e Flávio Dino, apoiado por Humberto Coutinho, levaram ao rompimento do contrato de repetição do sinal da afiliada do SBT em Caxias.

Desde o início desta semana a Difusora Caxias já não retransmitia o sinal da matriz em São Luis. Estava usando o sinal do SBT diretamente do satélite, o que a tornou uma emissora mais pirata do que já é.

Quando foi anunciado que a família Lobão havia cancelado o contrato com os coutinhos em Caxias, logo seus correligionários trataram de anunciar que três grandes emissoras nacionais já estavam procurando fazer parceria com o que restou da falecida emissora caxiense.

Noticiei aqui no blog que temia que essa parceria não fosse coisa do além e que essas três emissoras não fossem Manchete, CNT e Tupi, todas habitando em vidas passadas.

Para minha surpresa, não foi preciso ressuscitar nenhuma das emissoras nacionais. A nova vida da finada foi encontrada num cemitério local. A também falecida Sinal Verde vai voltar a vida em breve, ou melhor, já está voltando e começa a dar seus primeiros passos.

O site Difusora Caxias agora é Sinal Verde, assim como a nova vida da emissora de TV já teve seu batismo anunciado com o mesmo nome. Uma rádio FM e outra AM também serão, respectivamente, Sinal Verde.

Ainda não foi anunciado qual a “grande” emissora nacional, das três que “disputavam a tapa” uma parceria com a família Coutinho, foi a escolhida para fazer parte dos planos políticos do clã caxiense.

Apesar dos pesares, a ressurreição da Difusora Caxias garantirá o emprego de dezenas de profissionais.

Inexplicável!!! Pela primeira vez nos últimos 12 anos, Prefeitura de Caxias não fará festejo junino no Parque da Cidade

30.5.14
Os vendedores ambulantes, e aqueles que aguardam ansiosos a realização dos festejos juninos de Caxias para faturarem um dinheiro extra no Parque da Cidade, podem ir tirando o “cavalo da chuva”, pois não haverá nenhuma atração no local neste ano.

O que antes era apenas uma possibilidade, agora é real. O caxiense não verá nenhuma atração de nome no antes tradicional festejo junino do município.

Léo Barata se esforça para 
fazer um grande trabalho 
na Cultura...
... Mas não encontra apoio 
do prefeito Léo Coutinho
Maior festa do povo do sertão, várias cidades do nordeste disputam o título para saber quem faz o melhor São João da região.

Quando assumiu a Secretaria de Cultura de Caxias, o vereador licenciado, Léo Barata, tinha na cabeça vários sonhos e muita força de vontade para fazer da pasta uma das mais destacadas da administração. Os sonhos de Léo Barata, infelizmente, não estão sendo realizados da forma como ele imaginou, restando então, somente a sua força de vontade para fazer um grande trabalho.

Nos corredores do Centro de Cultura, o burburinho é geral diante da inexplicável não realização das festas juninas no Parque da Cidade.

Segundo correligionários do secretário Léo Barata, sua insatisfação já está no limite. Não se surpreenda com sua volta pra Câmara.

Fontes do blog afirmam que a desculpa para que não haja um festejo junino com grandes bandas no Parque da Cidade é de que a Prefeitura de Caxias está sem recursos e que as receitas estão caindo. Caso tentem usar esse discurso da queda nos repasses constitucionais, não vai colar, haja vista que os dados do governo federal desmontam qualquer afirmação nesse sentido.

O blog tem quase certeza que, caso se concretize mais um fracasso da atual administração, o mesmo será debitado na governadora Roseana Sarney, pois, segundo os aliados do grupo dominante em Caxias, ela não envia recursos para o município.

O discurso de jogar a culpa do desastre que é o governo Léo Coutinho em terceiros já está bastante ensaiado e com certeza será usado mais uma vez.

Para “salvar a lavoura”, o festejo junino poderá ser feito, contra a vontade de Léo Barata, na Praça do Panteon, onde possivelmente levará o nome de arraiá na praça, um jeito diferente de brincar o São João.

Caso o leitor ainda encontre Léo Barata como titular da Cultura organizando o festejo junino na Panteon, tenha a certeza de que ele não estará fazendo aquilo feliz ou animado.

Inteligente e esforçado, Léo Barata está sentindo na pele que, andorinha só, não faz verão.

É dinheiro que não acaba mais!!! Repasses constitucionais para Caxias no mês de maio superam em mais de R$ 5.8 milhões mesmo período do ano passado

Repasse maio 2013: R$ 15.205.439, 23
Repasse maio 2014: R$ 21.025.815,31
Diferença do período: R$ 5.820.376,08

Léo Coutinho faz um governo 
com fartura de recursos
O prefeito de Caxias, Léo Coutinho, pode reclamar de muita coisa na sua administração, mas de falta de dinheiro nos cofres da Prefeitura, ele não pode “dar um pio”.  

É que a sua gestão está vivendo um período de bonança nunca visto em nenhuma outra administração e as boas notícias financeiras não param de chegar no Palácio da Cidade.

Para não ir muito longe, somente neste mês de maio a Prefeitura de Caxias recebeu exatos R$ 5.820.376,08 (cinco milhões, oitocentos e vinte mil, trezentos e setenta e seis mil e oito centavos) a mais que o mesmo mês de 2013. 

Naquele maio de 2013, aportaram nos cofres da princesa do sertão, entre Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Fundeb, ICMS, além de outras receitas menores, o total de R$ 15.205.439.23.

Mas para sorte do nosso jovem prefeito, o mês de maio de 2014 foi realmente o mês das mães para ele que teve disponível para fazer uma boa gestão o incrível montante de R$ 21.025.815,31 (vinte e um milhões, vinte e cinco mil, oitocentos e quinze reais e trinta e um centavos), divididos entre FPM, Fundeb, ICMS e outros repasses menores, que fizeram a alegria de um administrador cheio de vontade em ajudar o próximo.
Repasses de maio de 2013
Repasses de maio de 2014
Destes valores apresentados nesta postagem não constam os recursos da Saúde, que giram em torno de R$ 5 milhões/mês, além de dezenas de outros valores oriundos dos diversos convênios feitos entre a Prefeitura e o governo federal.

Apesar dos inconvenientes existentes na atual administração em Caxias, de falta de verbas para se fazer uma boa gestão, ninguém pode reclamar.

O prefeito de Caxias está passando o final de semana em São Luis. Qual será a boa nova que ele trará para os caxienses quando retornar?!

Ninguém é de ferro!!! Com a cidade repleta de problemas, prefeito Léo Coutinho passa final de semana em São Luis

29.5.14
Quando ocupou a presidência da República, toda vez que José Sarney deixava o país o então senador Fernando Henrique Cardoso saía com essa: “a crise viajou”. Era sua brincadeira favorita entre os colegas parlamentares.

Com brincadeiras e expressões muito mais pesadas, toda vez que o prefeito Léo Coutinho viaja, os fornecedores da Prefeitura de Caxias se referem a ele de uma forma nada sutil e que nem de longe lembra a brincadeira da década de 1980 feita por Fernando Henrique Cardoso.

É que irmão do chefe do executivo caxiense está aniversariando na capital do Estado e a família em peso se deslocou para lá. Fontes do blog garantem que a festa na ilha será de arromba.

Os problemas locais poderão ser discutidos novamente a partir de segunda-feira, 02.

Mas que ninguém pense que na volta tudo será resolvido ou que o tratamento dispensado aos prestadores de serviço da Prefeitura terá outra forma de condução. “Tudo como Dantes no Quartel de Abrantes

Dia do Desafio mobiliza população de Aldeias Altas


O Dia do Desafio mobilizou mais de 16 mil pessoas em Aldeias Altas durante toda a quarta-feira (28). O número pode crescer ainda mais, pois falta computar dezenas de ligações que o Sesc recebeu - e que será divulgado nos próximos dias.

Desde as primeiras horas da manhã, as atividades tiveram início nos mais diferenciados setores (escolas, clubes, entidades de bairro, secretarias municipais, entre outras). Houve também atividades na zona rural.

Aeróbica, disputas esportivas ou até mesmo uma simples caminhada. Valia tudo para sair do sedentarismo. De acordo com o cronograma do Dia do Desafio, bastavam 15 minutos de exercícios para computar a participação.O que não faltou foi criatividade e iniciativa dos aldeiasaltenses.

O na competição município enfrentou Buenos Aires de Puntarenas, na Costa Rica; e o vencedor só será divulgado na próxima semana pelo Sesc. O Dia do Desafio é uma disputa sadia entre cidades do mesmo porte e ganha quem mobilizar mais gente em atividades físicas.
 
"O objetivo de movimentar a população e incentivar a prática de esporte foi alcançado. Quem venceu o desafio não é o mais importante, mas sim a possibilidade de fomentar o esporte na cidade", disse o prefeito Dr. Tinoco.

Na avenida João Rosa, uma multidão se concentrou para mais atividades. Na oportunidade o prefeito Dr. Tinoco foi condecorado com uma placa de honra ao mérito por incentivar práticas esportivas no município.

Outras autoridades como o vice-prefeito Gênio, presidente da Câmara Itamar Soares, demais vereadores secretários e coordenadores também participaram do evento.

Para finalizar, a população dançou ao som da banda Forró no Grau, um dia que vai ficar marcado na história de Aldeias Altas.(Fonte:Mano Santos/Portal Noca)

Após denúncia do prefeito Léo Coutinho, perfil falso é retirado de rede social

O CRIME/ Usaram a foto de Léo Coutinho e 
mudaram o sobrenome: ficou Léo “Pouquinho”
Após o prefeito Léo Coutinho denunciar na sua página pessoal no facebook a existência de um perfil falso com o seu nome, um FAKE, e de que iria descobrir o autor do crime, a página foi retirada do ar.

Este blog questionou a existência do tal perfil falso com o nome de Léo Coutinho pelo fato de não ter encontrado nada no facebook. Nem poderia ter encontrado, pois logo após a história vir a tona, a página foi deletada.

Consegui com um amigo um print (uma foto do perfil) do tal “Fake”. Com uma foto do próprio prefeito, era assinado como “Leonardo Pouquinho”.

Conversando com pessoas que chegaram a ver o falso perfil enquanto o mesmo esteve no ar, tratava-se da ação de algum desafeto de Léo Coutinho que, com sua foto, dizia que iria destruir Caxias. Pode ser um desafeto político, mas também pode ser um cidadão qualquer decepcionado com a gestão desastrosa do atual mandatário.

Mesmo coberto de razão, e o prefeito estava ao denunciar o falsário, ele não teve trégua da população vias redes sociais ao denunciar o crime.

A revolta dos usuários na sua lista de ‘amigos’ expressou bem como anda sua popularidade.

Triste sina de Léo Coutinho: mesmo com razão, não consegue apoio fora dos muros do Condomínio Village Caxias.

Militâncias

Por Edson Vidigal

O juiz apita decretando que o jogo acabou. Em êxtase, a torcida do time vencedor em êxtase cerra os punhos e como se quisesse atirar as mãos no ar, grita e comemora.

Cada um dessa torcida do time que venceu profere impropérios, diz o que lhe dá na telha, não lhe interessa o conteúdo do que diz. O que conta é a vitória final.

No gramado, as alegrias espocam incontidas, os onze vencedores dão a volta olímpica em torno do gramado, mas a Taça que simboliza a vitória é entregue a um jogador somente - o chamado Capitão do time.

Ninguém vai se lembrar do quanto custou para muitos, desde muito antes, aquele momento tão ansiado e de tantas alegrias. Ninguém depois vai querer contabilizar os custos.

Quantos nos treinos foram eliminados para que a seleção resultasse a melhor?

Quantos não tiveram que acorrer à diretoria para quitar dívidas atrasadas ou contraindo novas dívidas para que, chegando o dia decisivo, ninguém reclamando de nada, o ambiente fosse invadido pela confiança da coesão interna, todos na mesma disposição de luta querendo vencer?

E quantos, no anonimato das arquibancadas, sendo apenas torcedores, mas imprescindíveis à vitória porque time sem torcida ativa não joga quente para ganhar, quantos na torcida não foram xingados, e alguns até sofreram violência física por conta da paixão desmedida da torcida adversária?

Dos anônimos, importantíssimos para a vitória final, poucos se lembram.

Os registros vão dar conta de quem chutou em gol, e com o tempo ninguém se lembrará da habilidade de quem passou a bola apropriadamente para o colega chutar em gol.

As defesas do goleiro cairão no esquecimento. Dos que foram contundidos, vitimas do desespero adversário, ninguém vai querer se lembrar.

Os focos do reconhecimento, dos elogios, as celebrações da vitória, tudo se direcionará no primeiro momento para o capitão do time e secundariamente para os artilheiros daquela partida.

Passando hoje pela manhã numa praça da cidade onde agora estou, longe do Brasil, vi sobre um pequeno obelisco uma bola de futebol em tamanho natural, prateada.

Num primeiro momento imaginei que se tratasse de uma homenagem à seleção nacional que numa dessas rodadas quadrienais arrebatou para o seu País, há alguns anos, a Copa do Mundo.

Se fosse só por isso já seria interessante. Mas não.
Fui ler a placa e a placa dizia – homenagem às vitimas da violência no futebol.

Todos buscam a vitória e a celebram. Dos custos da vitória, poucos se lembram. Das vitimas que de alguma maneira restaram tombadas no campo da batalha, quase ninguém se lembra.

Como no futebol, nas guerras de todos os gêneros, assim também na política.

Alcançada a vitória de um partido em seus movimentos, todos se voltam tributando os méritos para quem encabeçou batalha, e em muitas vezes ele nem é o líder, é só um nome emprestado à simbologia ao momento.

Ninguém vai se lembrar de reconhecer os esforços, os sacrifícios, as renuncias, os desprendimentos, as violências sofridas de quantos, os que se tornaram conhecidos na linha de frente ou os anônimos das torcidas ativas.

Não há vitória sem custos e todos que participam da luta são pagantes, de alguma maneira pagam por antecipação ou algum dia depois, os custos.

Omissão do nome de Castelo ao Senado em pesquisa JP/Amostragem, questionada em primeira mão pelo blog do Sabá, faz empresa cancelar divulgação do levantamento encontrado

Publicada em primeira mão pelo blog do Sabá no último dia 24 (“ELEIÇÕES 2014 - Pesquisa JP/Amostragem sobre sucessão no Maranhão já está pronta, mas só será divulgada na quarta-feira, 28”), a omissão do nome de João Castelo ao Senado na mais recente pesquisa eleitoral encomendada pelo Jornal Pequeno, fez o periódico da família Bógea cancelar a divulgação dos levantamentos encontrados para o cargo.
 
De acordo com o próprio JP, a exclusão do nome de Castelo deu-se por “falha de comunicação entre nossa empresa e o instituto” (nota do JP ao lado).

Divulgado na noite desta quarta-feira, 28, o pré-candidato do PC do B, Flávio Dino aparece com 54% das intenções de votos contra 18,92% atribuídos ao pré-candidato do PMDB, Edinho Lobão.

A demora no registro da pesquisa, feito no dia 23, com 4 dias após o término da coleta de dados também foi questionada por este blog.

Com uma disputa feroz pela indicação do nome que disputará a candidatura ao Senado na coligação oposicionista, que se dá entre Roberto Rocha (PSB) e João Castelo (PSDB), as fissuras oriundas desse imbróglio ameaçam provocar um racha que muitos ‘bombeiros’ tentam evitar, o que não é tarefa fácil devido ao histórico de antipatias mútuas entre os dois envolvidos.

Timon é reconhecida nacionalmente por atendimentos na Saúde

28.5.14
Timon ficou em 3º lugar no Mutirão 
Nacional de Saúde dos Lions Clubes
Na noite de ontem (27), a Secretaria Municipal de Saúde foi homenageada por ter participado do 4º Mutirão Nacional de Saúde dos Lions Clubes, por meio da parceria que promoveu a implantação do Programa Saúde Auditiva no município. No último mês, a cidade ganhou destaque nacional ao ocupar uma das primeiras colocações no mutirão organizado pelas Associações Lions Clubes espalhadas pelo Brasil, que tem a proposta de levar diversos atendimentos na área de saúde.

O secretário de saúde, Marcio Sá, recebeu o Certificado de Agradecimento em evento organizado no Lions Clube de Timon/Centro. O certificado destaca a posição ocupada pelo município no ranking nacional, ficando na terceira posição, de um total de 309 cidades participantes. A posição alcançada se deve aos 36.714 exames realizados dentro do programa Saúde Auditiva, do Governo Federal.

Estamos felizes em saber que, de 309 cidades que participaram, Timon se destacou ocupando a terceira posição no ranking nacional e que isso é fruto de uma parceria com a Secretaria de Saúde. É uma grande conquista, principalmente por saber que a prefeitura está no caminho certo. Vamos continuar firmando parcerias e contribuindo com ações como esta, para promover mais benefícios à população de Timon”, declarou Marcio Sá.

Programa Saúde Auditiva

O programa tem a finalidade de distribuir aparelhos auditivos para pessoas que possuem alguma limitação na audição. Para a ação, que acontece desde outubro de 2013, foi firmada uma parceria entre a Prefeitura de Timon – por meio da Secretaria Municipal de Saúde, as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs) e o Lions Clube de Timon/Centro. A Secretaria de Saúde disponibiliza assistentes sociais e fonoaudiólogas da pasta para o desenvolvimento do projeto, que acontece no Lions Clube. (Ccom/Timon)

Léo Coutinho pisa na bola mais uma vez!!! Prefeito publica no facebook que alguém, usando seu nome, está ofendendo as pessoas e é fortemente criticado por seus ‘amigos’

Léo Coutinho: Ruim no futebol, na administração, e péssimo nas redes sociais
O prefeito Léo Coutinho não cansa de pisar na bola quando usa as redes sociais para tentar conseguir sensibilizar as pessoas em relação ao seu nome ou a sua administração.

A última dele aconteceu nesta terça-feira, 27, quando falou de um assunto muito sério, que é a utilização de um perfil falso, um fake, para tentar agredir alguém, no caso, segundo Léo Coutinho, fizeram um perfil usando o seu nome para agredir pessoas. “Aviso a todos os amigos que um criminoso está se passando por mim. Este meliante criou um usuário “fake”, falso, e está caluniando e ofendendo pessoas. Mas, já tomei as medidas legais cabíveis e logo saberei quem é o criminoso, que com certeza está a serviço de um conhecido político local”, escreveu Léo Coutinho na sua página no facebook.

Mas se pensou que ao noticiar o caso iria receber o apoio dos usuários da sua lista de ‘amigos’, o prefeito de Caxias se enganou redondamente.

Amargando índices de popularidade que beiram o chão, todas as vezes que Léo Coutinho tenta usar as redes sociais para conseguir solidariedade, encontra nas palavras dos demais usuários um efeito totalmente contrário do que espera.
Prefeito tenta sensibilizar ‘amigos’ no facebook e se dá mal
‘Amigos’ de Léo Coutinho não pouparam nas críticas (nomes e rostos estão apagados para preservar a privacidade dos internautas)

Deve ser vc mesmo q não faz nada em Caxias vai trabalhar e procura ajudar as pessoas q Deus tá vendo”, escreveu um internauta na postagem de Léo Coutinho.

Só com um FAKE voce ja ta axando ruim... Imagine a população caxiense que sofre com falta de pavimentação, médicos odontologistas no posto... Ou você acha que essa sociedade tá ligando pra seus problemas de FAKE...?”, comenta outro ‘amigo’ do prefeito de Caxias no facebook.

Apesar de fazer uma denúncia tão grave como essa, o prefeito não publicou uma imagem que provasse a existência desse perfil falso com o seu nome. O titular do blog procurou na noite de ontem, 27, esse falso perfil no facebook e não encontrou nada. 

Bem, impopularidade e diferenças a parte, nesse ponto, de combate aos falsários que usam a internet para agredir desafetos, este blogueiro fica do lado do prefeito Léo Coutinho. Quem quiser denunciar alguém, cobrar de alguém, que o faça a luz do dia e sem se acovardar.

Caso a denúncia do prefeito seja verdadeira, que eu ainda tenho dúvidas, ficarei ao seu lado no combate a esse(s) criminoso(s).

ALDEIAS ALTAS - Município adere ao Dia do Desafio e estreia com programação diversificada

O município de Caxias incentivou a prática de atividades físicas e o exercício do espírito comunitário por várias edições, conquistando a vitória em seis anos de participação. Em 2014, Aldeias Altas entra em cena e promete representar a região no evento com uma diversificada programação. Entre as principais atividades do Dia D, que acontece nesta quarta (28), estão ginástica aeróbica, alongamento, minimaratona, atividades recreativas e culturais a partir do início da manhã, por volta das 4 horas.

A programação de Aldeias Altas da 20ª edição inicia com o alongamento realizado com os funcionários da TG por volta das 4 horas. A caminhada com alunos das escolas públicas está agendada para iniciar às 7 horas. Ao longo do dia diferentes atividades serão realizadas em vários pontos da cidade, tais como competições esportivas em diversas modalidades, minimaratona, atletismo (50 m rasos e 100m rasos), atividades recreativas em formatos de estações para estudantes, alongamento em órgãos públicos e privados e encerramento com aulão de ginástica aeróbica e show musical. Ao todo, a meta do Sesc e prefeitura local é movimentar 12.500 pessoas.

Pessoas de todas as idades podem aderir a essa importante inciativa que visa combater o crescente sedentarismo mundial por meio do incentivo às práticas saudáveis. Para registar sua participação na edição 2014, os cidadãos de Aldeias Altas devem praticar 15 minutos de qualquer atividade física e entrar em contato pelo telefone (99) 3521-3862. (Fonte: ascom-sesc)

Bastidores & bastidores

27.5.14
A lista da vergonha
Um vereador oposicionista em Caxias recebeu uma denúncia dando conta de que alguns setores do governo municipal assinaram uma lista dando ciência do evento do PC do B (Diálogos da Juventude) realizado no último final de semana em Caxias. “Essa lista seria passada no evento do grupo governista e aqueles que haviam assinado teriam seus nomes chamados e teriam que estar presente”, diz o parlamentar que promete apresentar a denúncia na tribuna da Câmara.

Humm...
Depois de muitos e muitos anos, finalmente chegaram na Câmara Municipal de Caxias as contas relativas a administração do então prefeito Humberto Coutinho no ano distante ano de 2005. Perdidas em algum armário da Câmara, o parecer do TCE favorável pela sua aprovação foi aprovado por maioria.

?????
Ninguém entendeu o porque do parecer do TCE nunca ter sido votado, haja vista que na Câmara de 2007 (época em que chegou para ser votado) praticamente todos os seus membros eram governistas. Faltou o quê?

Sossego
Apesar da demora, as contas da gestão 2005 de Humberto Coutinho foram aprovadas na sessão desta segunda-feira, 26.

Oposição votou assim 1
Fábio Gentil votou dando um crédito de confiança ao parecer do TCE, que foi favorável pela aprovação das contas de HC: “Os auditores do TCE são as pessoas certas para avaliar essas contas, portanto voto favorável pelo parecer do Tribunal”.

Oposição votou assim 2
Benvinda Almeida votou contra o parecer do TCE por não ter inteiro conhecimento do seu teor: “Não vou votar em carta fechada”.

Oposição votou assim 3
Já Taniery Cantalice preferiu se abster da votação: “Não conheço a matéria, portanto não irei votar por desconhecer o teor das mesmas”.

Oposição votou assim 4
Luis Carlos Ximenes também foi curto e grosso: “Eu não conheço o assunto e prefiro me abster de votar aquilo que nem eu e nem ninguém conhece”.

Oposição votou assim 5
O vereador Catulé usou a coerência para justificar seu voto: “Fiquei 8 anos do lado do prefeito apoiando seu governo e seria muito descaramento de minha parte votar contra aquilo que eu apoiei, portanto voto pela aprovação do parecer do TCE”.

Mas...
Que ninguém pense que a aprovação das contas de HC encerra o capítulo de 2005 de sua gestão. A votação do parecer das contas do TCE realizadas nesta segunda-feira, 26, aconteceram devido ao pedido do Ministério Público Federal, que tem vários procedimentos investigatórios contra aquele período e necessitava da votação do legislativo. Vem mais por ai...

Projeto de Lei regulamentando serviço de moto-táxi é aprovado na Câmara

Apesar de oriundo do Executivo, Projeto de Lei foi 90% copiado de iniciativa da vereadora Taniery Cantalice

Depois de muitos debates, foi aprovado na sessão desta segunda-feira, 26, o Projeto de Lei que regulamenta o serviço de moto-táxi em Caxias.

Os debates giraram em torno das perdas que o PL do Executivo poderiam proporcionar, limitando o número de profissionais que irão explorar o serviço.

A rapidez com que o Projeto do governo chegou na Câmara e recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (apenas 10 dias) foi outro ponto questionado por Benvinda Almeida, haja vista que o PL com o mesmo teor apresentado pela vereadora Taniery Cantalice, só recebeu parecer da mesma Comissão após 6 meses, e somente devido aos protestos dos oposicionistas.

Devidamente aprovado, este é o 7o Projeto de Lei regulamentando o serviço de moto-táxi que é aprovado na Câmara Municipal de Caxias nos últimos 15 anos, sendo que nenhum deles foi colocado em prática pelo Executivo.

O Palácio da Cidade fez muito barulho em torno da aprovação do PL dos moto-táxi, mas se realmente quisesse fazer algo pela categoria, poderia ressuscitar qualquer um dos projetos anteriores que mofam nas gavetas do prédio principal da Praça do Panteon.

Vereador Jerônimo e sua eterna indisposição com o público na Câmara

Vereador Jerônimo Cavalcanti: ele tenta, mas 
sua tarefa no parlamento é dificílima
Parece que alguém (muito mal intencionado, por sinal), disse para o vereador Jerônimo que ele pode ser presidente da Câmara no próximo biênio. E pelo jeito, ele acreditou.

Jerônimo tem se esforçado como pode para tentar defender o governo Léo Coutinho diante das criticas sofridas constantemente no parlamento, e também fora dele.

Na sessão desta segunda-feira, 26, Jerônimo se superou. Ao tentar contrapor o discurso de Fábio Gentil em relação a falta de água na cidade e os absurdos aumentos nas contas do SAAE, aliado aos estragos provocados pelo trabalho de substituição dos canos nas ruas e avenidas de Caxias, o vereador governista ‘ressuscitou’ até o ex-prefeito Aluízio Lobo e o programa “As Águas vão Rolar”, que foi realizado na gestão do então prefeito Sebastião Lopes de Sousa.

Nada contra as tentativas de defender o desgastado governo, afinal, é isso que se espera de um aliado do Palácio da Cidade, mas é que o vereador Jerônimo Cavalcanti não consegue passar uma imagem de credibilidade quando fala. Ele se expressa mal e quase sempre se indispõe com o público presente na Casa do Povo. O resultado disso são as vaias que sempre recebe durante seus discursos.

Nesta segunda-feira as vaias aconteceram até mesmo quando ele deixou o plenário.

Ressalte-se, de todos os governistas, Jerônimo tem as intromissões mais malsucedidas nos seus discursos na tribuna.

Léo Coutinho e a dependência da presença de HC ao seu lado

O evento do PC do B no último final de semana serviu para, entre outras coisas, mostrar a dependência que o atual prefeito, Léo Coutinho, tem do seu tio e mentor intelectual, o ex-prefeito de Caxias.

Desde quando chegou no ginásio da Facema (as imagens que circulam nas redes sociais mostram isso) todas as atenções ficaram voltadas para Humberto Coutinho. Ao lado do sobrinho prefeito e do pré-candidato a governador, Flávio Dino, os aplausos e os olhares eram para ele.

E foi exatamente no período em que o ex-prefeito esteve afastado das movimentações políticas na princesa do sertão que seu sobrinho alcançou os mais baixos índices de popularidade entre os gestores dos últimos 30 anos no município.

Mas não pense o leitor que neste post o blogueiro esteja afirmando que a imagem e o conceito de Léo Coutinho perante a população tenha melhorado. Faço uma análise de que, quando estiver do lado do tio nos eventos em Caxias, Léo Coutinho ficará apenas esquecido e apagado num canto qualquer enquanto os olhares dos caxienses mirarem a recuperação da saúde do ex-prefeito.

Mas Humberto Coutinho está em franca recuperação de sua saúde. Quando todos os riscos inerentes ao câncer que enfrenta estiverem afastados, a tendência é de que o sentimento de trégua em relação ao drama pessoal vivido pelo ex-prefeito cesse e todos mirem novamente no fracasso que é o governo Léo Coutinho.

Os dois últimos anos da atual gestão talvez não sejam suficientes para reverter o estrago no capital político do ex-prefeito que avalizou e recomendou o voto no “preparado e competente sobrinho”.

NOTA DE REPÚDIO

A ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO - AMATRA XVI, entidade associativa que representa os Juízes e Desembargadores do Trabalho do Estado do Maranhão, a propósito de declarações da diretoria e da assessoria jurídica do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sttrema) quanto à decisão judicial proferida na Medida Cautelar Inominada nº 0016117-12.2014, vêm manifestar apoio público institucional ao Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região e à Desembargadora Federal do Trabalho ILKA ESDRA SILVA ARAÚJO, da seguinte forma:

O exercício da jurisdição, segundo as convicções fundamentadas de cada Magistrado, é da essência da democracia.

As garantias constitucionais dos Magistrados e a independência do Poder Judiciário existem para que nenhum interesse de grupo se sobreponha ao cumprimento das Leis e ao interesse de toda a sociedade.

As decisões com conteúdo jurisdicional estão sujeitas ao duplo grau de jurisdição e podem ser impugnadas, em caso de inconformidade da parte, por meio de recurso.

A utilização de meios que desbordam do devido processo legal, como declarações, atos ou publicações que revelam insurgência ou inconformismo às decisões judiciais, por meio de incitação ao seu descumprimento e ataques públicos ou ameaças a Magistrados, nada mais é do que afronta à Constituição Federal, que garante a soberania das decisões do Poder Judiciário.

A AMATRA XVI repudia as adjetivações que desqualificam o debate e nada contribuem para a superação madura e serena das divergências, assegurando aos jurisdicionados que nenhuma tentativa de intimidação ou ameaça aos Órgãos da Justiça do Trabalho da 16ª Região surtirá o efeito pretendido por quem se utiliza dessa prática reprovável e odiosa.

Por fim, firma sua posição de defesa intransigente das prerrogativas e garantias dos Magistrados e de todas as condições para que exerçam, em sua plenitude e em benefício de todos, a função de pacificação social por meio da busca da Justiça, externando irrestrita solidariedade à Desembargadora Federal do Trabalho ILKA ESDRA SILVA ARAÚJO.

São Luis-MA, 26 de maio de 2014.

FERNANDO LUIZ DUARTE BARBOZA
Juiz Presidente da AMATRA XVI

Final de semana trágico com 2 mortes

26.5.14
O final de semana foi trágico na cidade de Caxias e região. Um grave acidente de trânsito e um homicídio foram registrados no sábado (24). Já no domingo (25), outro acidente de trânsito, desta vez na BR 316, deixou uma vítima fatal.

No sábado à tarde, o acidente ocorreu na MA 349, na entrada do município de Aldeias Altas. O motociclista identificado por André Araújo, 23 anos, sofreu traumatismo craniano e teve fraturas na perna e no braço direito.

De acordo com testemunhas, o jovem estaria em alta velocidade e fazia zigue-zague na pista, quando perdeu o controle da moto e bateu no meio-fio do canteiro central da rodovia. Com o impacto, ele e a moto foram parar cerca de 10 metros depois.

Ele chegou a ser socorrido ao Hospital de Aldeias Altas, mas, devido a gravidade, teve que ser transferido para o HGM em Caxias.

As últimas informações é que o estado de saúde dele havia se agravado.

Ainda no sábado, por volta das 9h da manhã, a polícia foi acionada por populares que localizaram um corpo no Povoado Rodagem. A vítima foi identificada como Edinilson Nunes de Oliveira de 33 anos, que teria sido assassinado a facadas.

Neste domingo, morreu vítima de acidente de trânsito na BR 316, José dos Santos, 38 anos. Ele colidiu sua moto frontalmente com um ônibus nas proximidades do Povoado Altos.

De acordo com as investigações, o condutor da moto teria ingerido bebida alcoólica. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

Animais soltos nas ruas de Caxias: um problema sem solução

Pode ser qualquer hora do dia ou da noite. Pode ser nas imediações do Mercado Central ou na Praça Gonçalves Dias. Podem estar se alimentando em frente ao prédio da Prefeitura ou nos canteiros do Centro de Cultura. Podem estar pastando na grama das praças ou nos lixeiros das ruas. Pode ser em qualquer lugar, mas bois e vacas têm sossego e fartura por toda a cidade de Caxias.
 
Por mais que se cobre das autoridades públicas do município, o transtorno e os riscos que condutores de veículos de duas e quatro rodas correm diariamente em Caxias parece que nunca irá acabar.

Nas redes sociais, os caxienses não cansam de reclamar contra o descaso representando pela falta de providências para dar fim a um problema que irrita a todos.

O risco que esses animais levam para os caxienses não está somente na possibilidade de um acidente de trânsito, mas também no risco sanitário que bois e vacas criados comendo lixo representam para quem consome sua carne ou o seu leite.

Ninguém sabe quem são os proprietários, assim como porque uma providência não é tomada pelo governo municipal.

O recolhimento desses animais e a consequente aplicação de pesadas multas inibiria a soltura dos mesmos pelos seus donos, haja vista que não suportariam arcar com o custo beneficio que isso representaria.
 
Sendo Caxias a terceira cidade do Maranhão, a buraqueira das ruas, aliada a criação de animais soltos, proporciona uma imagem da princesa do sertão que não condiz com a sua importância.

Bem que já estava mais do que na hora do prefeito Léo Coutinho fazer alguma coisa.

Vai, Léo! Cuida da sua cidade. Não custa nadinha, afinal, você foi eleito pra isso. Ou não foi?!

Grupo Coutinho deve estar soltando foguetes!!! Promotora de justiça Carla Mendes Alencar é transferida de Caxias

Promotora Carla Mendes: trabalho impecável 
no período que trabalhou em Caxias
A mais combativa e atuante promotora de justiça que já atuou em Caxias, Carla Mendes Pereira Alencar, já não está trabalhando no município. Ela foi transferida, por critério de merecimento, para a cidade de Itapecuru-Mirim, onde assumiu a 3ª Promotoria daquela cidade.

No período em que Carla Mendes esteve em Caxias, de maio de 2009 a abril de 2014, foram 5 anos de atuação impecável, como deve ser o trabalho de um fiscal da lei, como titular da 1a Promotoria de Justiça.

Foram incontáveis ações de improbidade administrativa contra o ex-prefeito Humberto e também contra o atual, Léo Coutinho, assim como vários inquéritos por suspeitas de irregularidades contra os dois gestores.

Fazendo uma pequena análise do período que Carla Mendes comandou a 1a Promotoria de Justiça de Caxias, foi graças ao seu trabalho que todas as licitações de publicidade realizadas no segundo mandato de Humberto Coutinho (2009/2012) foram anuladas. Todas por conta dos indícios e provas robustas de fraude nos referidos certames. O mesmo rigor na investigação das licitações de publicidade feitas no governo anterior também aconteceu na atual gestão, sendo que após vários pedidos de recomendação para que o prefeito Léo Coutinho anulasse a concorrência 005/2013, uma ação de improbidade administrativa foi inevitável e hoje está tramitando na 1a Vara da Fazenda Publica de Caxias para que a Prefeitura anule o certame.

Outra ação importante realizada já no governo de Léo Coutinho foi contra uma licitação para a implantação do sistema de abastecimento de água no povoado Vila Esperança, onde um poço tubular que constava nessa licitação já havia sido feito meses antes, fazendo com que a promotora Carla Mendes instaurasse um inquérito que corre na 1a Promotoria.

Considerada por correligionários do prefeito Léo Coutinho como um “calo no sapato” contra as pretensões do grupo político dominante, os mesmos já podem folgar seus respectivos calçados, pois Dra. Carla Mendes já não atua mais em Caxias desde o mês passado.

Vamos aguardar se o MPMA vai designar outro titular da 1a Promotoria de Justiça com o mesmo empenho em combater as falhas e omissões do atual governo.

Pela performance dos promotores maranhenses, é bem capaz que a turma alinhada ao Palácio da Cidade tenha novamente que ajustar seus sapatos para as medidas que o(a) novo(a) titular do cargo venha a tomar.