Entrega de 40 mil fardas escolares é marco educacional em Timon

30.4.14
O início da entrega será às 17h na Unidade Escolar Miguel Budaruiche
Cumprindo meta estabelecida no Plano de Governo, a Prefeitura de Timon inicia, nesta quarta (30), a entrega de 40 mil fardas escolares para alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Os uniformes – com shorts, blusas e mochilas – são muito mais que um item de vestuário. Segundo o prefeito Luciano Leitoa, “eles são um item de segurança, ao identificar os alunos, são motivo de orgulho e autoestima e ainda representam economia para os pais. Sem contar a função pedagógica de padronizar o visual, evitando diferenças de classe social e desestimulando o consumismo supérfluo”.

O início da entrega será às 17h, na Unidade Escolar Miguel Budaruiche. A Secretária de Educação do Município, Dinair Veloso, lembra que é a primeira vez que o Ensino Fundamental e EJA recebem fardas gratuitas e, no caso da Educação Infantil, já se passaram mais de oito anos desde a última vez que foram distribuídos uniformes.

A Prefeitura está investindo mais de R$1.800.000,00 com recursos próprios, pagos parceladamente, graças à regularização do pagamento dos servidores, que permitiu o início de um plano de investimentos e melhorias na qualidade das estruturas de ensino, com novos equipamentos – como carteiras escolares e livros didáticos – assim como a climatização de algumas unidades. Some-se a isso o concurso público, recém-concluído, que ampliará o quadro de professores efetivos da rede.

Somente para os alunos da Educação Infantil serão entregues mais de 10 mil fardas. Cada criança receberá dois shorts e duas blusas, além de mochilas. O fardamento para Ensino Fundamental e EJA é composto por uma calça e uma blusa, totalizando 30.969 peças.

A entrega do fardamento marcará ainda a inauguração da reforma e climatização da Unidade Escolar Miguel Budaruiche. As salas de aula estão climatizadas e o local recebeu nova pintura e reparos na estrutura. Dinair Veloso destacou ainda que a Prefeitura adquiriu mais de seis mil novas carteiras para serem distribuídas nas escolas de 1º ao 9º ano, nas zonas urbana e rural.

Próximas entregas

Na próxima segunda-feira (05), será entregue, a partir das 10h, o fardamento para os alunos da Unidade Escolar Pedro Falcão, que também recebeu climatização. Durante a tarde, às 16h30, será a vez da escola do povoado Varjota, na zona rural. As entregas serão agendadas gradativamente, de modo que todos os alunos da rede municipal sejam beneficiados. (Ccom/Prefeitura de Timon)

“Farinha pouca, meu pirão primeiro”! Governo Léo Coutinho recupera rua de faculdade do prefeito em tempo recorde

Trabalho rápido / Trecho da rua em frente 
a Facema já está “um tapete”
Em meio ao bombardeio de reclamações que recebe todos os dias nas ruas e também nas redes sociais por conta da sua caótica administração, o prefeito de Caxias, Léo Coutinho, resolveu começar a trabalhar pela cidade em uma das principais reclamações: a buraqueira feita nas ruas por conta da substituição da rede de distribuição de água.

Este blog nunca abordou ou criticou a existência desses buracos porque entende que, apesar dos transtornos causados, a causa é nobre, pois visa acabar com a falta d’água na cidade após a troca da antiga encanação que leva o precioso líquido às residências.

Mas fazendo um trabalho de formiguinha, e que deixa muito a desejar na recuperação das vias danificadas, o governo Léo Coutinho agiu rápido, e muito bem, diga-se de passagem, na recuperação da Rua Aarão Reis, exatamente no trecho que compreende a Faculdade de Ciências do Maranhão – Facema.

Ali, o asfalto colocado nesta semana é uma maravilha e mais parece um tapete.

Para quem não sabe, a Facema tem o ex e o atual prefeito como sócios.

O blog do jornalista Décio Sá (in memoriam) trouxe em reportagem do dia 15 de janeiro de 2011, cópia do contrato de constituição da empresa celebrado no dia 8 de junho de 2006 e registrado na Junta Comercial do Maranhão em 16 do mesmo mês, onde Leonardo Barroso Coutinho aparece como dono de 60 mil cotas, ou seja, 2/3 da empresa. Já no 1º aditivo de alteração da sociedade, feito no dia 23 de novembro de 2006, Leonardo vende 30 mil cotas para o então prefeito de Caxias e tio, Humberto Coutinho (veja documento abaixo).
Documento de 2006, no início da carreira de procurador, Léo Coutinho 
já era um homem rico (imagem: arquivo blog do Décio Sá)

Na época, ainda um procurador em começo de carreira, Léo Coutinho já era rico e tornou-se sócio do gigantesco empreendimento.

Criticado impiedosamente nas redes sociais por conta dos buracos deixados após o trabalho de substituição da rede de distribuição de água da cidade, é bom que os caxienses reconheçam a sensibilidade do prefeito para com o empreendimento seu e de sua família.

Não chega a ser muita coisa para o dia a dia da comunidade, mas diante do desastre que é a atual gestão, já é alguma coisa, afinal de contas, “farinha pouca, meu pirão primeiro”.

Perdeu, Edinho!!! Sebastião Madeira fecha com Flávio Dino

Mais uma importante liderança estadual no palanque de Flávio Dino
O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), fechou ontem (29) um acordo com o PCdoB para apoiar Flávio Dino ao Governo do Estado.

O tucano esteve pela manhã com o comunista, em São Luís, e à noite reuniu-se com sua base e lideranças do PCdoB, em Imperatriz, para confirmar o acerto.

Na ocasião, informou aos aliados os motivos de não haver aderido ao pré-candidato do PMDB, senador Edison Lobão Filho – até o mês passado ele era um dos principais entusiastas do então candidato do mesmo partido, Luís Fernando Silva.

Fontes do blog informam que até a eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Imperatriz será antecipada para que seja eleito um presidente considerado 100% alinhado ao projeto do prefeito.

O próprio Madeira fala ainda com reservas sobre o assunto, mas deve dar uma declaração oficial nos próximos dias. (Do blog do Gilberto Léda)

Governo Léo Coutinho ‘avacalha’ portal na internet que deveria apresentar gastos da administração num desafio claro a juiz e promotor que pregam acesso a informação

Nem a pau! Prefeito Léo Coutinho não mantém Portal 
da Transparência conforme a lei que o criou
Parece que alguém, muito mal intencionado, com vastos poderes na Prefeitura de Caxias, resolveu piorar o que já era péssimo. A poderosa figura quis debochar das autoridades do judiciário em Caxias que resolveram mexer na caixa-preta da atual administração municipal.

É que no último dia 20, por iniciativa do Poder Judiciário e do Ministério Público, foi realizado na Academia Caxiense de Letras um seminário com o tema “Informação é Poder”. O evento atraiu membros de conselhos comunitários, de sindicatos e associações de moradores, profissionais liberais e estudantes.

O foco do seminário foi a Lei de Acesso à Informação e o papel da imprensa na utilização dessa ferramenta indispensável na consolidação da cidadania.

Apenas despesas pequenas constam no Portal da Transparência (?!) no mês de março
A iniciativa do evento partiu do juiz Antonio Manoel Velozo e do promotor Edilson Santana de Sousa.

O que as autoridades locais defenderam na ACL (o acesso a informação), este blog já defende desde o primeiro dia que foi ao ar.

Fazemos cobranças constantes nas postagens sobre a falta de transparência do atual governo, assim como denunciamos junto ao Ministério Publico a prática recorrente dos mandatários locais. E para essas cobranças, o governo Léo Coutinho parece que dá “bananas” (o que hoje é moda).

Sendo a falta de informação na aplicação dos recursos públicos o ponto mais obscuro do governo Cada Vez Melhor (se é que se pode escolher qual o mais obscuro desse governo), parece que resolveram topar o desafio e dar uma resposta debochada para aqueles que ousaram questionar a aplicação dos recursos públicos do município.
Jornalista Jotônio Viana, juiz Veloso e promotor Edilson Santana 
mexeram em casa de maribondo ao falar de acesso a 
informação no atual governo

As despesas referentes ao mês de março de 2014, ou melhor, parte delas, já estão disponíveis no portal da transparência (?!) do município e sem a destinação de nenhum pagamento a fornecedores. Para piorar, de cerca de 10 milhões de reais recebidos no mês de março, o prefeito Léo Coutinho só disponibilizou a aplicação de R$ 2.875.049,68 (dois milhões, oitocentos e setenta e cinco mil, quarenta e nove reais e sessenta e oito centavos), restando um troco de aproximadamente 7 milhões que não tivera a destinação apresentada.

Entre as despesas de março, apenas pagamento de pessoal, de diárias e de tarifas bancárias.

A medida é uma dura resposta do Palácio da Cidade para o juiz Antonio Manoel Veloso e para o promotor Edilson Santana, e também para aqueles que foram até a sede da ACL querendo falar de corda em casa de enforcado.

Mas a resposta do governo Léo Coutinho às autoridades, e para a sociedade civil organizada, é importante para mostrar para todos que a Lei da Transparência em Caxias foi jogada no lixo há muito tempo.

Espero que a “birra” do Palácio da Cidade encontre alguma medida enérgica por parte do Judiciário para que a Lei da Transparência seja colocada em prática.

MP aciona quatro juízes por improbidade administrativa

29.4.14
O Ministério Público do Maranhão ingressou com quatro ações civis públicas por atos de improbidade administrativa contra os juízes Abrahão Lincoln Sauaia, José de Arimatéria Correia Silva e Luís Carlos Nunes Freire, aposentados compulsoriamente por decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e contra o juiz Reinaldo de Jesus Araújo, atualmente em disponibilidade, também por decisão do CNJ. Os processos já foram distribuídos pela Justiça.

As ações contra os magistrados são de autoria do Grupo de Promotores Itinerantes (GPI) e requerem a condenação dos juízes por improbidade administrativa, inclusive com a perda da função pública. Com isso, os magistrados perdem o cargo de juiz, que é vitalício, e, consequentemente, deixam de receber como tal.

Os processos foram solicitados ao presidente do CNJ, Joaquim Barbosa,  pela procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, em 26 de setembro de 2013, considerando que os procedimentos ainda não tinham sido encaminhados ao MPMA.

Contra o juiz Abrahão Lincoln Sauáia pesam casos de atuação negligente; reiteradas liberações de valores em decisões liminares sem contraditório, ampla defesa e garantias, inclusive com indícios de favorecimento de partes ou advogados; distribuição indevida de feitos; paralisação injustificada de processos, entre outros.

Em um dos casos levantados pelo CNJ (processo 1493/2007), o juiz determinou o bloqueio online de mais de R$ 217 mil da empresa Amazônia Celular S/A, a título de indenização e multa por atraso no cumprimento de decisão. A empresa, no entanto, sequer figurava na decisão do processo.

Em vários casos, o juiz teria autorizado o pagamento de grandes valores, em medida liminar, sem que houvesse a devida caução. O magistrado também exorbitou decisão do 2° Grau do Judiciário maranhense no processo 2484/2001, quando expediu mandado de bloqueio, penhora, transferência e intimação contra o Banco Bradesco S/A enquanto já havia decisão superior que determinava apenas a penhora do valor.

A atuação do magistrado se reveste pela ilegalidade, na medida em que o resultado do ato importa em violação da lei. Essa ilegalidade conduz a arbitrariedade; revela-se pelo excesso de autoridade, em verdade, pela prática de atos abusivos realizados pelo à época magistrado Abrahão Lincoln Sauáia na condução dos processos sob sua competência”, afirmam, na ação, os promotores de justiça que compõem o GPI. ((As informações são do MPMA)

Blá, blá, blá... Prefeito Léo Coutinho promete melhorias no Residencial Sabiá em outubro de 2013 e situação tem piorado desde então

Prefeito Léo Coutinho e secretário Adelmo Soares 
conversam com moradores e prometem melhorias no 
Sabiá (foto de outubro de 2013)
Em outubro do ano passado, mais precisamente no dia 12 daquele mês, o prefeito de Caxias, Léo Coutinho, acompanhado de vários assessores, esteve no Residencial Sabiá e prometeu aos moradores melhorias no local.

Alguns leitores podem até questionar o blogueiro e tentar desacreditar esta postagem, mas vou deixar que o site Difusora Caxias, de propriedade da família do prefeito, mostre que essas andanças do chefe do Executivo pelos bairros de Caxias prometendo mundos e fundos, nada mais é que jogada de marketing para tentar melhorar a imagem do gestor por conta das eleições que se avizinham.

Leia trecho da reportagem do site Difusora Caxias do dia 12/10/2013:

Matéria publicada no site Difusora Caxias mostra
o prefeito prometendo, prometendo...
“Em atendimento a pedido dos moradores, as ações de melhorias promovidas pela Prefeitura de Caxias nesta semana contemplaram o Residencial Sabiá. O prefeito Léo Coutinho, juntamente com os secretários de Esportes, Limpeza Pública, de Transportes e Infraestrutura, acompanharam as obras realizadas no bairro.

“Nós trouxemos os secretários e a população, que eles é que têm que nortear o que fazer. Nós não podemos chegar no bairro e tomar medidas que sejam contrárias a vontade do povo. Então estamos aqui para escutar e para fazer”, destacou o prefeito.

Além das ações de limpeza pública, operação tapa buracos, recuperação de caneletas, estão previstas ainda a instalação de placas e lombadas.”

Problemas do Sabiá começam na primeira
rua do residencial: buracos só aumentam
Passados 6 meses das promessas feitas por Léo Coutinho, a situação dos moradores do residencial Sabiá pioram a cada dia.

Como se não bastasse o aumento de buracos no conjunto, o único serviço público que ainda funcionava e que os moradores elogiavam para todos na cidade, que era o abastecimento de água, desde que o prefeito andou pelo local tem piorado sensivelmente.

Mas que ninguém pense que a correta distribuição de água do Sabiá era mérito da atual administração do conjunto. Desde que foi criado, o residencial possui dois poços tubulares que atendiam as mais de 250 casas satisfatoriamente.

Mas eis que depois que o “furacão Léo Coutinho” passou por lá, surgiu no mesmo período um movimento de protesto dos moradores da Vila Arias contra a falta de água. E para conter a revolta dos usuários da Vila Arias, o SAAE fez a ligação de um dos poços da Sabiá com o bairro vizinho e isso tem provocado a constante falta d’água.

A água, quando vem, é fraca demais e não dá nem pra encher a caixa”, diz Jairo Paiva, morador do Sabiá desde o surgimento do conjunto e que nunca tinha passado por uma situação como essa.

Com a palavra, ou melhor, com a solução, o SAAE.

Na tribuna da Câmara, Fábio Gentil apresenta denúncia de médico do Hospital Geral de Caxias: “O que ele relata é bastante grave”

Vereador Fábio Gentil
O vereador Fábio Gentil usou a tribuna da Câmara nesta segunda-feira, 28, para apresentar aos vereadores uma publicação feita por um médico do Hospital Geral (Glauto Tuquarre), em que o mesmo faz graves denúncias sobre o único hospital de urgência e emergência do município.

As denúncias feitas pelo médico oncologista do Hospital Geral são graves e devem ser apuradas por esta Casa”, disse Fábio Gentil conclamando os colegas, que são em sua grande maioria, governistas, a tomarem uma posição para os desmandos no Hospital Geral que o oncologista enumera em desabafo no facebook. “Assistimos recentemente, numa cidade do interior do Maranhão, a Câmara dos vereadores cassar a prefeita por contas dos desmandos existentes na cidade”, lembrou Fábio que obteve dos colegas da base governista o silêncio como resposta.

Em aparte, o vereador Catulé disse que a situação da saúde é de calamidade e ressaltou as condições de trabalho dos médicos, que, segundo ele, enfrentam problemas de atraso de salários. “Os médicos estão há muito tempo com dois, e até três meses de salários atrasados, o que faz com que nossa cidade perca bons profissionais de saúde que são valorizados em outros municípios”, relatou Catulé.

Assim como o médico oncologista Glauto Tuquarre, outros 3 colegas da mesma área também estão indignados com a situação da administração e já pediram demissão.

E o prefeito ainda anuncia a construção de um Centro de Oncologia no HGM, mas a situação vai ficar difícil, pois os médicos que poderiam trabalhar no setor já estão pedindo demissão por conta do descaso do setor”, lamentou Fábio Gentil.

Leia abaixo o desabafo do médico Glauto Tuquarre publicado no facebook (os trechos em destaque são nossos) e que foi lido por Fábio Gentil na tribuna da Câmara:

A SAÚDE DO MUNICÍPIO: DENÚNCIAS DO MÉDICO GLAUTO TUQUARRE. “Se o Serviço de Oncologia não funcionar em Caxias, não será culpa do Papa, de Deus, nem do diabo”

Glauto Tuquarre  - Tem que avisar isso para o pessoal que comanda o geral e quem vai ficar responsável pela alta complexidade, pois vêem o sofrimento do povo e não fazem nada . Esta semana 3 médicos que trabalham na oncologia anunciaram que vão sair, mas com certeza o maior problema é a falta de condições de operar no Geral. Mas a ortopedia tem uma sala vip, que sempre funciona e nunca para!

Glauto Tuquarre - Pelo fato de 3 médicos da oncologia(entre eles o mastologista ) anunciarem a sua saída esta semana por falta de condições de trabalho e não salário e NUNCA EXIGINDO COOPERATIVA.. Me permito fazer as seguintes colocações.
Se o Serviço de Oncologia não funcionar em Caxias, não será culpa do Papa, de Deus, nem do Diabo e muito menos de nenhum político . Será culpa de alguns profissionais que acham que podem ser tudo, de pediatra a geriatra, tudo ao mesmo tempo, e que ainda se colocam como vítimas. Será culpa destes profissionais que não exigem condições mínimas de trabalho, para os quais o mais importante é o salário no fim do mês (de preferência com aumento). Se deixar, farão até quimioterapia, só pensam em dinheiro e em tirar daqui os médicos/enfermeiros que se interessam em fazer a coisa funcionar. E no final, por só restarem eles mesmos, fazem o que querem.
Trecho da publicação original de
Glauto Tuquarre no facebook

O povo que se dane.

Agora chegou a hora de mostrar para as pessoas o que realmente acontece, pois quem sofreu, está sofrendo e vai sofrer são eles: o povo, os pobres pacientes de Caxias. Por favor, senhores profissionais a quem me refiro, larguem seus empregos. Há pelo menos 10 querendo entrar em seus lugares e se tiver concurso haverá no mínimo 100.Seus salários são ótimos. E não precisamos que montem uma cooperativa para que ganhem mais dinheiro com o trabalho dos outros (percentagens) e inibam quem discorda de vocês.

Alguns podem achar errado expor tudo isso aqui, mas se nos colocarmos no lugar do paciente e de sua família (como um caso de CA de língua que foi inadvertidamente mandado pra casa com um tampão e sangrando), verão que tenho razão.

Chegou a hora de mudanças efetivas no Hospital Geral de Caxias. É hora de os médicos viciados no atual sistema e que não aceitam mudanças (estes que já comandam este Hospital há muito tempo) saírem! São basicamente cinco médicos, que juntos não somam 5 anos e três meses de residência. Ou seja, são poucos e, desses, só um é filho da Terra, sendo que este "filho da terra", por sua vez, nem mora mais em Caxias. O que mais dificulta e lidera tudo é o verdadeiro comandante (de fato, não de direito) do Centro Cirúrgico.

Chega dessa situação ruim criada para dificultar a vinda de médicos de fora e com maior formação. Caxias cresceu, adequem-se ou dirijam-se para cidades menores! Vocês são os grandes culpados da atual situação. E não interessa onde moram, onde nasceram, etc. O que interessa é como vocês tratam quem mora em Caxias. O Hospital Geral precisa, no comando, de um médico com no mínimo 2 anos de residência ou titulo de especialista e que seja comprometido com a POPULAÇÃO . É O COMPROMISSO COM A TÉCNICA E A ÉTICA. Quem não tiver os dois por favor não se habilite.
Dando um exemplo mais comum, como um advogado pode ser chefe de escritório se não tem o título da OAB.Só pela força? Pelo medo?

E, ainda, não dá mais pra suportar os enfermeiros subjugados e que não aceitam mudanças, que comandam as enfermarias somente no período da manhã, vivendo uma vida profissional baseada em folgas para se omitir diante de tanta coisa errada. É necessário que saiam e vão para as unidades básicas.

Conclusão: acho que todos os diretores e todos aqueles que se impõem pelo medo deveriam sair, os seus salários são altíssimos e isso com certeza permitirá a contratação de ótimos profissionais.
Medir uma PA, um pulso , uma frequência respiratória não custa nada. Não há falta de condições de trabalho, e sim uma tentativa de piorar as coisas, evitar concursos e afastar as pessoas comprometidas com o verdadeiro SUS e com os pacientes do SUS mais necessitados.
O HG tem verba suficiente para o que está fazendo atualmente.
O povo vai ver que tenho razão e não dá para se omitir diante de tanta injustiça.

E que Deus mostre quem está certo!

Timon - Habitação convoca sorteados do Cocais II

Prazo é até 6 de junho
A Secretaria Municipal de Habitação de Timon (SEMUH) está convocando os titulares contemplados no sorteio das unidades habitacionais do Residencial dos Cocais II a comparecerem à sede da secretaria para dar entrada na documentação necessária para o contrato.

Segundo o secretário de Habitação, Hélio Lopes, a SEMUH já começou a realizar os atendimentos e informa que o prazo estipulado para os sorteados comparecerem junto à secretaria é somente até o dia 6 de junho. “Nós já começamos a receber algumas pessoas e estamos realizando a análise de toda a documentação, informando os procedimentos seguintes. A secretaria informa ainda que quem perder o prazo será automaticamente substituindo pelo suplente, conforme estava estabelecido no edital”, explica.

Documentação

Os titulares devem comparecer à Secretaria de Habitação munidos dos seguintes documentos: cópias e originais do RG, CPF, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento – caso o (a) titular seja casado (a) – comprovante de endereço. Para maiores esclarecimentos, os contemplados poderão entrar em contato com a Secretaria Municipal de Habitação através do telefone 3212-5906. ( Ascom de Timon)

Senado: João Castelo a uma pesquisa da candidatura

28.4.14
Do blog do Gilberto Léda

(Fotomontagem: O Imparcial)
Lideranças do PSDB confirmaram ontem (27) que o ex-prefeito de São Luís, João Castelo, espera apenas o resultado de uma pesquisa a ser realizada pelo partido para confirmar se será, ou não, candidato a senador.

A julgar pelos resultados em levantamentos para consumo interno – e naqueles produzidos por prefeitos no interior do estado – o tucano deve confirmar a intenção de se candidatar.

Para que isso ocorra, no entanto, o ex-prefeito da capital maranhense pedirá da direção nacional do PSDB, em reunião com o senador Aécio Neves, garantias de que a legenda o apoiará integralmente.

A postura de Castelo é compreensível: ele tem viabilidade eleitoral, mas o PSDB maranhense está prestes a confirmar uma coligação com PCdoB, PSB, PDT e demais satélites da coalizão oposicionista. Esses partidos já lançaram um candidato a senador, o vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha.

Do partido o ex-prefeito quer garantias de que a sigla estará “de corpo e alma” na sua campanha, embora esse não tenha sido, segundo o deputado estadual Neto Evangelista, o objeto do acordo entre Aécio Neves e Flávio Dino (PCdoB), quando este recebera a benção do presidenciável tucano para a aliança no Maranhão (foto).

Vamos fazer pesquisa, mas quem está falando que na conversa com Aécio foi tocado em candidatura ao Senado está mentindo”, disse.

Homem é morto a facadas durante velório da avó do acusado em Caxias

O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (28), na rua das Flores, bairro Seriema, em Caxias (MA). A vítima,identificada como José Carlos Pereira da Costa. 33 anos, foi morto à facadas durante um velório.

De acordo com informações, José Carlos, que sofria com pertubações mentais, teria ido ao velório da avô do acusado e sem nenhum motivo aparente acabou morrendo.

O corpo da vítima foi encontrado pela perícia na calçada da casa onde ocorria o velório. O acusado pelo crime não teve o nome revelado, mas, é popularmente conhecido por Buiú, será levado para o 1º DP, onde prestará depoimento. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca).

Agora?! Mais um lote da revista que marca primeiro ano do governo Léo Coutinho é distribuído

Revista de 1 ano de governo sendo distribuída
em abril: Estão 'vencidas'
Neste domingo, 27, funcionários da Prefeitura de Caxias distribuíram, no bairro da Cohab, alguns exemplares das famosas revistas em que o prefeito Léo Coutinho diz que o comércio da cidade “está aquecido e povo com dinheiro no bolso, podendo pagar suas prestações, abrir sua empresa ou ampliar seus negócios”. 

O que parecia brincadeira ou deboche do chefe do Executivo, de afirmar que os caxienses estavam na cidade das maravilhas transformou-se num escândalo após a denúncia do vereador Fábio Gentil feita na tribuna da Câmara.

Confeccionadas para marcar o primeiro ano do atual governo, a revista tem o título de “1 Ano Trabalhando por Você”. Sendo distribuídas agora, no quarto mês do ano, mostram que a equipe de Léo Coutinho está mais perdida que cego em tiroteio, pois o sentido da suposta comemoração de um ano de ‘trabalho’ perde o sentido com a distribuição já perto da metade de 2014.

Os primeiros exemplares da revista foram vistos cerca de 10 antes do carnaval. Depois da denúncia de Fábio Gentil feita após o período momesco, outra distribuição só foi realizada quando do sorteio das casas da Vila Paraiso, realizado no mês passado no ginásio de esportes João Castelo. A distribuição deste domingo foi a terceira.

Acreditem! Prefeito teve coragem para distribuir material em que diz que os caxienses estão 
com dinheiro no bolso, pagando suas prestações e abrindo ou ampliando seus negócios
Informando no expediente que a tiragem foi de 80.000 (oitenta) mil exemplares, pelo andar da carruagem, irão terminar a distribuição em 2016.

E olha que a revista foi feita para marcar 1 ano de trabalho do atual prefeito.

A revista, assim como a sua distribuição, está a cara do atual governo: devagar, quase parando, e sem saber para onde ir.

Faltou!!! Ausência de Léo Coutinho no evento do PSB em Timon mostra que ele não nasceu pro ‘negócio’

27.4.14
Humberto Coutinho agiu rápido e escalou a esposa Cleide e dezenas de aliados para prestigiarem a recepção a Eduardo Campos no vizinho município

Não fez falta/Léo Coutinho preferiu 
passar o final de semana na ilha
Quando disputou a eleição em 2012, Léo Coutinho foi vendido como a própria encarnação da competência, inteligência e preparo para governar o município. Passado pouco mais de um ano, o caxiense já sabe que comprou gato por lebre e o jovem membro da família Coutinho faz um governo desastroso sob todos os aspectos.

Mas suas falhas na área administrativa podem ser, até certo ponto, perdoadas, pois todos sabiam em 2012 que Léo Coutinho tinha trabalhado somente na área jurídica, logo, não poderiam os eleitores esperarem dele muita coisa... Votaram porque quiseram!

Mas e o político Léo Coutinho, o que poderia se esperar dele? Para quem entende do assunto, pouco ou quase nada. Experiência política se aprende com o tempo. Após muitas eleições disputada, pode-se acumular alguma bagagem nessa complexa arte.

Cleide Coutinho teve que comandar a
comitiva caxiense em Timon
Desconhecido, Léo Coutinho ganhou o comando da Prefeitura de Caxias de presente do tio. Presente esse que Humberto Coutinho deve se arrepender de ter dado todos os dias.

Prefeito da segunda maior cidade do interior, Léo Coutinho teve a chance, neste sábado, de mostrar para os seus correligionários locais, e também para os cardeais políticos regionais, o quanto líder ele é.

A vinda do presidenciável Eduardo Campo, ex-governador de Pernambuco, do mesmo partido de Léo Coutinho, o PSB, seria uma chance única para o prefeito de Caxias mostrar sua força diante do visitante ilustre e comandar uma grande comitiva de lideranças caxienses para o evento timonense. Nada disso foi feito.
Aliados locais tiveram que comparecer 
no evento de Eduardo Campos

Em São Luís desde quinta-feira, 24, o jovem prefeito deu de ombros para o momento político único no leste e lá mesmo na ilha, ficou. Fazendo o quê, ninguém sabe.

Em Caxias desde sexta-feira, 25, o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, mesmo se recuperando da grave doença que o acomete, viu na hesitação do sobrinho um erro político imperdoável.

Como líder do seu grupo, HC escalou sua esposa, deputada Cleide Coutinho, para comandar os correligionários na ida a Timon, haja vista que não queria que a ausência da comitiva caxiense pudesse representar uma lacuna no grupo político no cenário estadual.

Todos sabem que desde o início da doença do marido, Cleide é sua companhia inseparável. Como médica, a vigilância é constante. Mesmo assim, no último sábado, ela teve que seguir para Timon comandando o grupo de caxienses no evento político.

Para sossego de Humberto Coutinho, ninguém sentiu a falta do fraco sobrinho.

Em Timon (MA), Eduardo Campos diz que Sarney será oposição no seu governo

“O senador Sarney terá meu respeito, mas no meu governo ele
será oposição durante os quatro anos”, afirmou o socialista.
Do blog do Ludwig Almeida

O Encontro Regional do PSB ocorrido na noite de ontem (26), em Timon que contou com lideranças políticas do Maranhão e do vizinho estado Piauí, o presidenciável Eduardo Campos fez questão de marca sua presença com uma declaração forte. O ex-governador Eduardo Campos prometeu que se eleito, irá mandar o senador José Sarney (PMDB) para a oposição. “O senador Sarney terá meu respeito, mas no meu governo ele será oposição durante os quatro anos”, desabafou Campos.

Caravanas de várias cidades do Maranhão
estiveram prestigiando o evento
Timon foi a última cidade por onde Eduardo Campos passou numa maratona de cinco dias de viagens por sete estados. O pernambucano, que lançou a candidatura presidencial no dia 14 deste mês, trabalha com a meta de visitar até 200 grandes e médias cidades até a convenção partidária, em junho. Na última pesquisa realizada pelo Datafolha, Campos aparece com 10% das intenções de votos dos brasileiros.

Evitando sempre criticar o ex-presidente Lula, de quem foi ministro, o ex-governador Eduardo Campos não poupou críticas ao governo da presidenta Dilma Rousseff. “Para quem não sabe, estes 3 últimos anos foram os que menos o pais cresceu. Os juros aumentaram. O Nordeste deixou de crescer como vinha crescendo”, disse Eduardo Campos em referência ao governo Dilma.

Olhos brilhando

Sob os olhares atendo do socialista, Luciano Leitoa disse que
Eduardo é o candidato do coração do ex-presidente Lula
Mostrando prestígio junto a Eduardo Campos e as oposições do Maranhão, o prefeito Luciano Leitoa passa a registrar na sua história política ter conseguido trazer até uma cidade do interior do estado um candidato a presidente da República. Pelo menos até onde se tem notícia a maioria dos pré-candidatos a presidente da República visitam apenas a capital dos estados e no máximo a segundo cidade mais populosa.

Lideranças políticas das oposições do
Maranhão também prestigiaram o evento
Mais um fato chamou a atenção durante o discurso do prefeito Luciano Leitoa. Sentando e observando com bastante atenção tudo o que o prefeito Luciano Leitoa falava, o ex-governador Eduardo Campos foi surpreendido num determinado momento. “Tenho certeza que Eduardo Campos é o candidato do ex-presidente Lula”, a frase saiu do prefeito Luciano Leitoa durante sua fala olhando firmemente para Eduardo Campos. Quem observava a cena pode constar que nesse momento os olhos do pernambucano brilharam intensamente além de um sorriso largo no rosto. Para quem não sabe, Lula e Eduardo Campos possuem uma amizade de muito tempo. Talvez a dupla tenha mais tempo de amizade do que Lula com a presidente Dilma.

Alguns jornalistas, blogueiros e os mais atentos puderam perceber que o presidencial Eduardo Campos sempre preserva em suas falas tecer críticas ao ex-presidente Lula. 

Eduardo Campos cercado pela imprensa e simpatizantes
Durante uma entrevista coletiva em Timon, o jornalista Feitosa Costa resolveu indagar Eduardo Campos sobre dois assuntos, um dele foi o fato de sempre o pernambucano preservar o nome do ex-presidente Lula. O ex-governador desconversou e não respondeu a pergunta do jornalista.

MPE recomenda à prefeitura fim dos plantões simultâneos de médicos na rede hospitalar

O Ministério Público Estadual quer que a Prefeitura de Caxias mantenha sob controle os horários de entrada e saída dos funcionários, principalmente médicos e enfermeiros que estejam de plantão nas unidades de saúde do município. Segundo a Promotoria de Saúde, existem casos de médicos que estariam fazendo plantões em dois hospitais ao mesmo tempo.

No Hospital Geral, são constantes também as denúncias da demora no atendimento. Em alguns casos, o paciente chega a esperar cerca de 3 horas para ser atendido.

Com base nessas informações, a Promotoria de Saúde do Ministério Público Estadual, recomendou à Prefeitura que instale nas unidades de saúde um controle de frequência. Para o MPE, outra irregularidade detectada é o chamado "Plantão Simultâneo"

"Ninguém pode estar em dois locais ao mesmo tempo. Se ele está em um, naturalmente que sua ausência é sentida em outro local", disse o Promotor de Justiça Fábio Menezes de Miranda.

Em resposta, a Secretaria de Saúde de Caxias, informou que vai atender a recomendação e realizar uma fiscalização mais rigorosa da presença dos profissionais que atendem em toda rede de saúde do município.

"Estamos prontos para cumprir à risca essa recomendação do MPE", frisou o Secretário Vinícius Araújo, informando ainda que os médicos que não estão cumprindo a carga horária determinada, serão afastados das suas funções. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

Governo gastou mais com dívida negociada por doleiro do que com a agricultura familiar, diz Flávio Dino

26.4.14
Do blog do Raimundo Garrone (Jornal Pequeno)

O pré-candidato a governador Flávio Dino (PCdoB) comentou nesta quinta-feira (24), em sua página no Facebook, reportagem da revista “Época” que, baseado nas investigações da Polícia federal, aponta envolvimento do doleiro Alberto Youssef em pagamento de dívidas do governo do Maranhão.

Esse doleiro foi PRESO em São Luís, onde estava executando tenebrosas transações contra o dinheiro público maranhense, segundo acredita a Polícia Federal. Vale lembrar que o valor de R$ 100 milhões é maior do que todas as verbas gastas com agricultura familiar em 2013. Ou seja, o dinheiro que falta para apoiar a PRODUÇÃO no Maranhão, está indo para operações envolvendo notórios criminosos”, escreveu Flávio Dino.

Segundo inquérito da Operação Lava Jato, o doleiro aparece em conversas discutindo acordo que renderá mais de R$ 110 milhões à empreiteira Constran. Youssef negociou o pagamento de precatórios (dívidas antigas) do governo do Maranhão à empresa. A dívida refere-se a serviços de terraplanagem e pavimentação da BR-230 contratados na metade da década de 1980.

Email interceptado pela Polícia Federal, que Época teve acesso, mostra que no dia 10 de dezembro do ano passado, o diretor financeiro da UTC, empresa que controla a Constran, Walmir Pinheiro, encaminha uma mensagem para Youssef e para o diretor financeiro da Constran, Augusto César Ribeiro Pinheiro, cujo título era “Precatório MA”.

Walmir Pinheiro parabeniza os dois pela “concretização do acordo com o gov. MA”. E ainda enaltece a conquista em razão da dificuldade em alcançá-la: “sei perfeitamente o quanto foi duro fechar esta operação, foram quase 6 meses de ida e vinda”, afirma Pinheiro. A dívida do Maranhão com a construtora estava na Justiça há mais de 20 anos.

Walmir comemora o recebimento da primeira parcela e aguarda a liberação de outras 23 prestações. No dia 26 de dezembro de 2013, duas semanas após a mensagem enviada a Youssef, o governo do Maranhão depositou R$ 4,7 milhões na conta da Constran.

Segundo o portal da transparência do governo maranhense, o depósito está relacionado a um acordo judicial “devidamente aprovado pela governadora do Estado do MA”. Em 4 de fevereiro e 18 de março, o governo fez outros dois depósitos, que somaram R$ 9,4 milhões.

Até agora o Governo do Estado não se pronunciou sobre tão grave acusação feita pela Polícia Federal. Confissão? Ou medo da verdade?”, questionou Flávio Dino.

PSDB pode recuar e aceitar Castelo como candidato a senador

Do blog do Luis Cardoso

João Castelo
O PSDB maranhense deve recuar da posição de indicar o vice na chapa de Flávio Dino. A direção nacional dos tucanos entende que a vaga de senador é muito mais importante para o projeto do partido do que o simples cargo de vice-governador. E mais: não tem plena certeza da vitória com a entrada da candidatura do senador Lobão Filho.

Agora pela manhã o presidente regional do PSDB, deputado federal Carlos Brandão, aspirante ao cargo de vice na chapa de Dino, está com o ex-prefeito de São Luís, João Castelo para tratar do assunto.

Em todos os cenários de todas as pesquisas realizadas até agora o nome de João Castelo lidera as intenções de votos com folga, principalmente depois que a governadora Roseana Sarney decidiu permanecer no cargo. O presidenciável Aécio Neves aconselhou os tucanos do Maranhão a aceitarem uma pesquisa a ser feita por uma empresa nacional para ter a certeza de que Castelo tem condições de vencer a disputa.

Aí o PSDB voltará a sentar com o comunista Flávio Dino para discutir a chapa majoritária. É tudo uma questão de dias.

Perdeu Edinho!!! Madeira vai mesmo com Flávio Dino

Prefeito Sebastião Madeira mantém conversa com líderes da oposição e pode apoiar Flávio Dino

Do blog do Ludwig Almeida

Dino preste a receber o apoio do Madeira
Pode até não vingar, mas, são intensas movimentações nos bastidores das oposições no Maranhão nos últimos dias. Tal movimentação se deve ao fato do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB) ter mantido conversas com as principais lideranças políticas do grupo hoje liderado pelo comunista Flávio Dino do PC do B, pré-candidato ao governo do estado. Tudo capitaneado pelo vice-prefeito de Imperatriz, Pastor Porto (PPS), que trabalha nos bastidores para que Madeira declare apoio a candidatura de Flávio Dino ao governo do Maranhão.

O prefeito Madeira que vinha apoiando a pré-candidatura de Luís Fernando (PMDB), quando da desistência do ex-secretário de Estado da Infraestrutura de concorrer ao governo do Maranhão foi a primeira liderança política a se pronunciar publicamente dizendo que seu compromisso com o grupo da governadora Roseana Sarney tinha acabado. “Meu compromisso era com Luis Fernando. Sem ele, me sinto desobrigado”, disse o prefeito Madeira a vários meios de comunicação no Maranhão.

Até o presente momento o prefeito Madeira tem se mantido nos bastidores e também não se manifestou publicamente se apoiar o pré-candidato do PMDB, Edinho Lobão ou Flávio Dino com seu partido, o PSDB, está preste a indicar o candidato a vice na chapa do comunista. Segundo informações repassadas por uma fonte de São Luís, Sebastião Madeira não tem relação alguma com a família do senador Edinho Lobão. E a favor de Flávio Dino tem a aproximação com o PSDB tanto em nível de Maranhão como com a cúpula nacional, o que facilita o diálogo com o chefe do Executivo de Imperatriz.

O senador Edinho Lobão e o prefeito Madeira já se desentenderam por problema relacionado a uma empresa na área de construção civil que não realizou serviços a contento em Imperatriz. Na época as discussões entre os dois foi bastante acirrada.

Quem articula?

As conversas que o prefeito Madeira tem mantido com as lideranças das oposições no estado estão sendo articuladas pelo vice-prefeito de Imperatriz, Pastor Porto (PPS), que é pré-candidato a deputado federal. Segundo uma fonte deste blog que acompanha de perto toda a movimentação dessa possível adesão do tucano a pré-candidatura do comunista Flávio Dino, disse que nos últimos dias foram intensas as reuniões e que são grandes as chances de adesão do prefeito Madeira. Várias lideranças políticas teriam sido consultadas para darem sua oposição sobre essa possível ida de Madeira ao grupo de oposição, abandonando de vez o grupo Sarney.

O vice-prefeito Pasto Porto é hoje um dos homens de extrema confiança do prefeito Madeira e conta com seu apoio político para a disputa de uma cadeira na Câmara Federal. E a missão da aproximação e quem sabe até a adesão do prefeito Sebastião Madeira a candidatura de Flávio Dino tem sido desempenhada pelo Parto Porto na maior discretude possível. Em Imperatriz circula nas entre os observadores da política local que o Pastor Porto é um dos nomes cotado para ter o apoio do prefeito Madeira na sua sucessão. Já Madeira sonha em disputar pelo PSDB as eleições para o senado em 2018.

Em Imperatriz de ontem para hoje tem sido intensas as movimentações entre os aliados do prefeito Madeira pra saber se de fato ele já aderiu à candidatura do comunista Flávio Dino.

O prefeito Madeira não prestigiou a recepção organizada pelo PMDB para o senador Edinho Lobão em São Luís.

É aguarda pra conferir... mas, as conversas com vista num acordo entre Madeira e Flávio Dino existem.

E o Sabiá dá Sorte continua imperdível neste domingo!!! Uma bolada de R$ 20 mil reais somente no prêmio principal

E para quem quer a felicidade da família, o Sabiá da Sorte repete a mesma sequencia de boas notícias e traz, neste domingo, 27, uma premiação para todos os gostos.

São R$ 25 mil reais divididos em várias premiações no Sabiá Dá Sorte deste domingo, 27.

Confira a premiação completa:

1 o PRÊMIO: Uma poupança de R$ 1.000

2 o PRÊMIO: Uma poupança de R$ 2.000

3 o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 20.000

No 3 o prêmio, quem ficar armado participa do rateio de R$ 1.000,00 (mil reais).

E ainda 10 rodadas da sorte de 200 reais de premiação. E tudo isso por apenas R$ 7,00.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda das cartelas, será em benefício do projeto da escolinha de base do Sabiá Futebol Clube e a construção da Fazenda da Esperança Nossa Senhora das Graças.

O sorteio é transmitido ao vivo, todos os domingos, a partir das 10h, pela TV Difusora Caxias e Rádio Tropical FM, além da rádio FM Nova Cidade do município de São João do Sóter.

Vai continuar assim, Edinho?! TV da família Lobão em Caxias trabalha... Contra a família Lobão

Vai continuar assim, Edinho?
Uma relação que envolve política e amizade entre o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, e o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, desafia o bom senso e a lógica dos mais experimentados analistas políticos do Maranhão. A concessão de uma filial da TV Difusora, de propriedade da família Lobão, para o ex-prefeito caxiense, está no centro das discussões e vira a cabeça daqueles que pensam entender de política.

Desde 2004 no controle de uma filial da emissora da Camboa na princesa do sertão, Humberto Coutinho sempre agiu e age na empresa como se dono fosse e que não precisa prestar conta de nada que a afiliada local transmite.

Em 2010 Humberto Coutinho chegou a fazer “uma graça” para Edson Lobão ao apoiar sua esposa, Nice, na disputa de um mandato de deputada federal. Pela estatura política de HC e de EL, o apoio não passou do que realmente é: uma troca de favores, haja vista que naquele mesmo ano (2010), o senador intermediou uma substancial soma de recursos para a saúde de Caxias em Brasília.

TV de Lobão em Caxias: trabalhando
com afinco contra o dono
Mas no jogo político da disputa pelo Palácio dos Leões, os dois, Coutinho e Lobão, sempre estiveram em campos opostos. Experientes, jamais deixaram interesses de grupo afetar a amizade e o respeito mútuo entre os líderes.

Mas eis que surge entre a cruz e a espada uma candidatura de Lobão Filho ao governo do Estado.

Com a espada afiada, Humberto Coutinho é o principal financiador político e financeiro da campanha do comunista Flávio Dino ao governo do Estado.
E como fica a candidatura do
filho do dono da emissora?

Com a cruz agora ensanguentada, a família Lobão tem a concessão do sinal da TV Difusora a aumentar a dor dessa relação em que eles só têm a perder. E como estão perdendo...

Rebatizada de TV Difusora Caxias, a afiliada da emissora de Lobão Filho na cidade usa seus telejornais para atacar, de forma impiedosa, os aliados dos proprietários.

Poderíamos até entender a agressão contra os aliados de Edson Lobão, mas daí a trabalhar agora abertamente contra a candidatura do dono da Difusora é de extrapolar qualquer noção da realidade.

Na quarta-feira, 23, quando Lobão Filho era recebido com festa na Assembleia Legislativa no lançamento oficial do seu nome como pré-candidato a governador pelo PMDB, a TV Difusora Caxias, cujo sinal pertence a família do agora pré-candidato, não deu um único segundo nos seus telejornais para noticiar o evento apoteótico. O único destaque da emissora da família Lobão em Caxias naquele dia foi para o insosso evento do PC do B, também realizado em São Luís no mesmo dia, em que Flávio Dino lançava seu plano de governo.

Mantendo até um site de notícias que também leva a grife da emissora de Lobão Filho (site difusoracaxias), nenhuma vírgula para o evento político do proprietário. Novamente, todas as manchetes foram para o lançamento do plano de governo de Dino.

Em Caxias, vez ou outra se ouve de aliados de Humberto Coutinho que, apesar de tudo, os dois são amigos.

Mas como diz aquele ditado popular: “de amigos assim, o inferno tá é cheio”.