PCdoB corre risco de fracasso nos principais colégios eleitorais do MA...

10.8.20
Partido do governador Flávio Dino tem desempenho ruim não apenas em São Luís – em que o candidato Rubens Júnior amarga as últimas colocações – mas também em Imperatriz e Caxias, onde caminha para derrotas

Rubens Júnior faz questão de se apresentar como candidato de Flávio Dino, mas não 
consegue superar a marca de 1 nas intenções de votos

Empenhado em se vender como opção presidencial, o governador Flávio Dino pode passar vergonha eleitoral com seu PCdoB já em 2020, amargando derrotas fragorosas em São Luís e nos principais colégios eleitorais do Maranhão.

Na capital maranhense, o candidato comunista é o deputado federal Rubens Pereira Júnior, afilhado “de sangue” do governador – que não consegue deixar as últimas posições nas pesquisas eleitorais, apesar da estrutura montada em torno de si.

A situação de Rubens Júnior é tão difícil para Flávio Dino que ele vive constantemente às voltas com especulações sobre desistência, uma vez que ficar fora do segundo turno será um desgaste nacional para a imagem do governador.

Ex-líder do governo Flávio Dino, Marco Aurélio disputa a terceira e quarta colocações 
em Imperatriz, bem distante dos líderes

Mas o PCdoB amarga dissabores também em Imperatriz e Caxias, os dois principais colégios eleitorais do interior.

Em Imperatriz, o deputado Marco Aurélio disputa um distante terceiro lugar com o ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB), bem longe dos líderes Assis Ramos (DEM) e Ildon Marques (PP).

Já em Caxias, o também deputado estadual Adelmo Soares deve ser protagonista da principal derrota do PCdoB no estado; o ex-secretário de Flávio Dino aparece até 60 pontos distante do prefeito Fábio Gentil (PRB), que deve se reeleger.

Ex-secretário de Flávio Dino, Adelmo Soares deve sofrer derrota humilhante em Caxias, onde 
aparece até 60 pontos percentuais atrás de Fábio Gentil

São apenas três exemplos de derrotas anunciadas para Flávio Dino, mas as três nos três maiores colégios eleitorais do estado.

Suficientes para deixar o governador – ele próprio necessitando de crescimento – com imagem de rejeição em sua própria terra.

E para um candidato a presidente, essa imagem é devastadora…

(Fonte: Blog do Marco D’Eça)

1 comentários:

  1. bocadoinferno disse...:

    Roliço Soares, cabra marcado para perder (de muio)

Postar um comentário