CAXIAS – Hospital de Campanha contabiliza 42 altas médicas de um total de 2.370 pacientes que venceram a covid-19 no município

7.8.20

A Prefeitura de Caxias já contabiliza somente no Hospital de Campanha (Centro Médico), alugado pela gestão municipal, 42 pacientes que venceram a covid-19. Os pacientes que chegam à unidade de saúde são regulados da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias e também do Complexo Hospitalar Gentil Filho.

O Complexo Hospitalar Gentil Filho tem dado um grande suporte à saúde de Caxias. Após a abertura de uma Unidade de Terapia Intensiva com 10 leitos, os trabalhos têm tido grande êxito. Até esta segunda-feira (3), nove pessoas já haviam sido transferidas para o Hospital de Campanha, que depois tiveram alta médica.

“Tem pacientes que vêm com outras comorbidades, eles já vêm com a covid-19 às vezes. Tem pacientes que vêm entubados e precisam de um acompanhamento com fisioterapeuta e, devido a isso, ele é avaliado, e quando o médico vê que é um paciente que pode ir para a enfermaria, o paciente é transferido para o Hospital de Campanha”, explica Lucas Carvalho, assistente social da UTI Covid-19 no Complexo Hospitalar Gentil Filho.

Ao todo, o município de Caxias já  contabiliza 2.370 que já estão recuperados, dos atuais 3.215 confirmados com a covid-19, que estão sendo acompanhados para também vencerem a doença. Os trabalhos são realizados com muita responsabilidade. A cada recuperação, tanto os familiares quanto os profissionais de saúde vibram com cada alta médica.

“Cada familiar que tem a necessidade, que vem aqui ao Centro Médico, tem todo um acolhimento, graças à nossa gestão. Hoje nós conseguimos um índice de sucesso muito bom. Isso é culminado com o momento da alta médica, quando a gente vibra junto com a família. E quando a gente entrega o paciente para a sua família é um momento de muita alegria. A gente busca fazer com que no período em que o paciente esteja internado ele não se sinta confinado, mas que ele se sinta acolhido, valorizado, isso é muito importante, e por isso a gente vibra tanto quando o paciente tem alta. Nós conversamos com a família, os cuidados que tem que ter em casa, como o paciente deve se comportar para ter uma boa qualidade de vida”, explica Socorro Melo, diretora do Hospital de Campanha (Centro Médico). (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário