Discussão entre presidente do Tribunal de Justiça e do Sindicado dos Advogados

25.9.17
Advogado Mozart Baldez e presidente do TJ-MA, Cleones Cunha, em pé de guerra

Do Blog do Luís Pablo - Continuam a todo vapor as desavenças entre o judiciário e a classe dos advogados do Maranhão. Após o presidente do sindicato dos Advogados do Maranhão, Mozart Baldez, denunciar ausência de magistrados durante fiscalização feita pela entidade em várias comarcas do Estado no último dia 11 de setembro, o desembargador Cleones Cunha se manifestou repudiando a denúncia do advogado.

Segundo o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), juízes de 1º e de 2º Grau vêm sendo vítimas de ataques públicos através de artigos publicados na imprensa e vídeos divulgados em redes sociais, com o objetivo de colocar a população contra o Judiciário.

“É lamentável que queiram desqualificar o trabalho de juízes trabalhadores e comprometidos, querendo colocar a população contra a Justiça”, comentou.

Para Cleones Cunha, o advogado também demonstrou não ter conhecimento da estrutura judiciária, quando cita em sua denúncia comarcas que não existem e são apenas termos judiciários. Ele afirma, ainda, que o fato foi recebido com surpresa e indignação porque boa parte desses magistrados estavam presentes na atividade judicante, outros de férias, com juízes em substituição.

Logo depois da nota de repúdio do presidente do TJ, o advogado Mozart Baldez se pronunciou. Ele intitulou o episódio de “CORPORATIVISMO X CUMPRIMENTO DE LEI!”, e voltou a afirmar o que disse.

Ainda segundo Baldez, “nas redes sociais população do interior contesta Cleones que assegura, pasmem, que juiz do interior trabalha de segunda a sexta-feira. Acredite se quiser!”.

Pelo visto, a discussão entre os dois está só começando.

0 comentários:

Postar um comentário