Efeitos colaterais da crise de abstinência: TV 'recalque' transforma-se em purgatório de ex-mensalinhos da Prefeitura de Caxias

22.5.17
‘Jornalismo’ da Sinal Verde consiste em atribuir todo e qualquer problema da cidade ao prefeito

Desde a derrota do grupo Coutinho em Caxias, já projetava aqui no blog as consequências psicológicas, ou mesmo psiquiátricas que a decepção eleitoral iria provocar em muitos. Entre as minhas previsões, falei da criação de blogs apaixonados a tentar repetir o sucesso e a importância do Blog do Sabá no embate politico ocorrido na gestão passada.

Disse também que muitos, de tão desesperados, iriam “ver visagens” pelas ruas da cidade, fato que é amplamente constatado atualmente nas redes sociais dos ex-mensalinhos.

Porém, mensalinhos entrarem em crise de abstinência e passarem a falar todo tipo de loucura nas redes sociais já era esperado, e de certa forma aceitável, pois alguém que recebia um gordo salário durante 12 anos (muitas vezes até sem trabalhar), e se depara com a interrupção abrupta desse 'beneficio', fica tentando, mesmo que inconscientemente, vingar-se daqueles que (pelo menos hipoteticamente), foram responsáveis pelo fim da tranquilidade financeira que viviam. Mas, entre aceitar uma crítica mais dura, ou mesmo ilógica e fruto de um sentimento de 'vingança', e assimilar que esse mesmo tipo de crítica dura e tresloucada seja feita por um órgão de comunicação que se ‘vende’ como sério, é algo inaceitável.

A TV Sinal Verde, de propriedade da família Coutinho, tem pautado seu trabalho pelas críticas e picuinhas criadas nas redes sociais, num ‘jornalismo’ infantil e meio amalucado.

No início da semana passada, quando a rede de farmácias Big Ben encerrou suas atividades no Maranhão, ex-mensalinhos em Caxias se apressaram para tentar imputar o fechamento da loja em Caxias a gestão Fábio Gentil. Fizeram isso assim que a história se espalhou e nem esperaram por uma nota oficial da empresa, quando a crise econômica no país foi o motivo alegado para o fim das atividades das lojas no Estado.

Mas como a TV sinal Verde não é e nunca foi uma emissora onde a paixão política não seja o pilar de sua existência, a empresa 'comprou' a versão de apaixonados no facebook e até em ‘editorial’ foi feita uma tentativa de jogar para a gestão do atual prefeito a culpa pelo fechamento da farmácia, o que se mostrou ridículo e até mesmo patético quando o motivo real veio a tona.

Comentários de internautas condenam postura ridícula da TV Sinal Verde ao tentar
ligar fechamento da Farmácia Big Ben a gestão Fábio Gentil

Como o jornalismo da emissora ultimamente vem todo do facebook, foi na mesma rede social que muitos internautas expressaram o descontentamento com a dor de cotovelo dos coutinhianos. "Quero saber quando que eles vão aceitar que os Coutinho perdeu as eleições ? Aceita que dói menos”, disse a internauta J. M.

“Gente agora passaram dos limites de idiotices postadas. Agora a culpa é do prefeito as lojas BigBen terem fechado? pois pronto kkk fecharam em todo Maranhão e Piauí E a culpa foi dele? isso é falta do que postar kkk agora essa emissora Sinal Verde ,só viver de perseguir e caluniar o governo atual”, comentou B. Fernandes numa publicação do site da TV Sinal Verde no facebook em que tentavam atribuir ao prefeito a culpa pelo fechamento da Farmácia Big Ben.

“Fosse por isso Teresina tava em crise na prefeitura. E para conhecimento de vocês é toda a rede Big Bem”, continuou M. B. R.

“Tá fazendo muito sol hoje, a culpa é da prefeitura também ???”, brincou Felipe Albuquerque numa sequência de comentários que mostram que  a população está atenta ao estilo “dor de cotovelo” adotado pela emissora coutinhiana. “Faça isso não...tá feio”, arrematou o enfermeiro Leônidas Moura.

“Agora sim todas a redes da drogarias big bem que fecharam e culpa do prefeito Fábio Gentil. Vão procurar o que fazer procura alguma matéria para vocês postarem que seja de interesse da população.....”, emendou outro indignado internauta.

“Essa rua aí está desse jeito desde que eu nasci, e nos doze anos de mandato dos coutinhos, a TV de vcs nunca lembrou de mostrar a situação dela, só agora que viram como ela está”, disse Isamara Silva ao comentar uma matéria da Sinal Verde que abordava a precariedade de uma rua num bairro de Caxias feita também na última semana.

Uma emissora que se intitula a "melhor" do interior do Maranhão, transformar-se num poço de lamentação dos seus proprietários mostra que a direção da empresa precisa urgentemente de um profissional para comandar essa dissimulação de recalque em forma de jornalismo.

Do jeito que estão indo, a dor de cotovelo em que vivem será a única mensagem que os programas ‘jornalísticos’ da emissora irão transmitir, o que em nada ajuda o trabalho 100% político da empresa.

É muita energia e dinheiro jogado fora.

Haja recalque!

2 comentários:

  1. Ricardo Almeida disse...:

    Realmente, a postagem da emissora poderia não ter ido ao ar. Foi feio!!!
    Agora eu digo, falar em "imparcialidade" dessas emissoras de TV's e rádios de Caxias....É SACANAGEM!!!!Quando a atual situação, estava na oposição, era do mesmo jeito. A TV BAND Caxias, só falava o que interessava a ela, ou seja, "meter o pau" na gestão Coutinho, não mostrava nunca, para não dizer sempre, algo de bom das gestões passadas. Agora é a vez da TV Sinal Verde fazer o mesmo, meter o pau na gestão Gentil, para desgastar o mandatário da cidade. E a vida do caxiense segue, aos trancos e barrancos... Imparcialidade jornalística, aqui, não existe! O que existe e sempre irá existir são interesses políticos.

  1. A crise e no Brasil todo em Caxias não é diferente ok

Postar um comentário