Nanicos em pânico!!! Pequenos partidos políticos em Caxias resistem a tentativa de Humberto Coutinho infiltrar “amigos do peito” nas siglas

9.3.16

Já não se fazem nanicos como antigamente...

Em outros tempos, os pequenos partidos políticos se uniam para tentar formar uma coligação e escapar do assédio das grandes siglas, que só priorizavam a eleição daqueles considerados bons de voto.

Em Caxias, os partidos políticos que estão na órbita do deputado estadual Humberto Coutinho, exatamente aqueles que não dispõe de detentores de mandato em suas hostes, estão ouriçados diante da possibilidade de que alguns dos seus membros obtenham sucesso nas urnas em outubro.

São reuniões exaustivas feitas quase que diariamente nos últimos meses para elaborar estratégias e conseguirem juntar o maior número possível de postulantes a algum cargo público.

É comum conversarmos com os integrantes desses pequenos partidos e ver que os mesmos estão empolgados diante da possibilidade de êxito nas urnas e onde alguns já traçam planos para além da Câmara Municipal.

Devido a experiência do titular do blog em campanhas eleitorais no município, já disse para vários membros desses pequenos partidos que pouco ou nada adianta as intensas reuniões feitas por eles, bem como os mesmos tentarem simular ou discutir futuras coligações. Alerto desde sempre: a última palavra é sempre de Humberto Coutinho.

É do presidente da Assembleia a formação das coligações, bem como mover determinado partido para onde ele achar mais viável o sucesso do grupo.

Vez ou outra recebo dos meus interlocutores uma voz grossa a dizer que “comigo não é bem assim”. É assim, sim, meu caro!

Mas eis que nas últimas semanas o deputado caxiense tem surpreendido muita gente, inclusive o signatário do blog, com movimentações atípicas até mesmo para o seu ‘estilo’.

HC estaria tentando infiltrar aliados escolhidos a dedo para se filiarem nos partidos nanicos para tentar matar dois coelhos de uma cajadada só.

Os escolhidos por Humberto Coutinho para se filiarem nas pequenas siglas são pré-candidatos considerados da confiança do deputado. O ex-vereador Léo Torres, juntamente com os ex-candidatos Charles James e Edival do Brejinho, todos com potencial de 1.000 votos, são hoje a prioridade do ‘cutia’.

O chefe maior do grupo dominante prefere a eleição de aliados tarimbados, onde já conhece a forma de agir dos mesmos, do que ser pego de surpresa com a eleição de um vereador rebelde.

Em outros tempos, quando HC reinava como uma liderança incontestável na política local, caso decidisse fazer essa audaciosa movimentação junto aos pequenos partidos, pouco ou nenhuma resistência teria. Mas os tempos hoje são outros e nada propícios a investidas como essa.

Em meio as incertezas que rondam o pleito de outubro, onde a oposição desponta com chances reais de sucesso, já se pode ver que a maioria dos nanicos em torno do deputado já não aceitam ser feitos de escada para os interesses de ninguém.

Nos últimos dias, percebendo que não terão chances no pleito de outubro sendo bucha de canhão da estratégia de Humberto Coutinho, muitos nanicos estão dispostos a seguir um destino que propicie a eles o que sempre sonharam: uma cadeira na Câmara Municipal de Caxias.

E nesse jogo pelo poder, o que vale é o sucesso de cada um.

3 comentários:

  1. Jaqueline disse...:

    Espero que os ditos nanicos não se vendam. Pois só eles podem mudar a realidade da Câmara Municipal: legislar e fiscalizar o prefeito isto é o papel do vereador e não bajulação e beneficio próprio. Acordem caxiense, votem em caras novas e eficientes, gente que visa o bem da coletividade.

  1. Anônimo disse...:

    Faça algum comentário sobre a praça do seu bairro caro blogueiro. ficou do seu agrado???

  1. Anônimo disse...:

    pense numa fase ....

Postar um comentário