(Nem almoço e nem churrasco) Humberto Coutinho vai “limpar a barra” com ‘esquecidos da festa familiar oferecendo um jantar

31.7.15
No momento que Humberto Coutinho garantiu que continuará 
‘ajudando’ aliados, platéia foi ao delírio
Já disse várias vezes e volto a repetir: vou começar a cobrar pelas ideias que dou gratuitamente neste espaço para vários atores políticos da cidade. Mas desta vez terei que cobrar (pra valer) o valor da fatura, pois o ‘beneficiado’ com minhas postagens trata-se do deputado Humberto Coutinho, o homem mais rico de Caxias e um dos mais ricos do Maranhão.

Na terça-feira, 28, em postagem publicada às 06:30h da manhã, com o título (Pra limpar a barra com a mensalada) Almoço ou churrasco estão nos planos de Humberto Coutinho para apagar mal-estar com ‘esquecidos’ da festa familiar, abordei a insatisfação da maioria do grupo Coutinho que não haviam sido convidados para o mega-debut da neta do deputado realizado em Teresina (reveja aqui).

E o que eu disse naquela postagem? Tornei público o choro dos descontentes e ressaltei os seguintes pontos: O mal-estar entre aqueles que se achavam íntimos da família Coutinho era, e ainda é, grande pelo fato de terem ficado de fora do evento...; Entre os mensalinhos, que sabia-se previamente que só seriam excluídos aqueles com rendimentos abaixo de R$ 1.500,00, tomou a todos de surpresa o fato do grosso da mensalada ter ficado de fora...; Na classe política, especialmente entre a vereança, teve vereador falando até em rompimento...; Mas nem tudo está perdido para esses excluídos da intimidade coutinhiana...; ...após inaugurações de obras da Prefeitura de Caxias, cogita-se a realização de um almoço ou churrasco para os aliados do deputado caxiense. A iniciativa partiu de um cabo eleitoral como forma de passar uma borracha na demonstração clara de falta de consideração com aqueles que tanto fizeram e fazem para o sucesso político de HC; Provavelmente, caso o evento venha a ser realizado, teremos animados mensalinhos fazendo fotos ao lado de HC e demais familiares para postar nas redes sociais como forma de demonstrar os supostos laços de ‘amizade’ que os unem.

Errei por pouco, muito pouco (não dá pra ser 100% preciso, né?!). Em vez do tradicional almoço ou mesmo churrasco, o deputado Humberto Coutinho proporcionará um jantar aos ‘esquecidos’ da super festa.

A informação rolou na reunião ocorrida na Fundação Humberto Coutinho na tarde/noite desta quinta-feira com vários apoiadores da família que foram deixados de fora no regabofe de Teresina.

No discurso, Humberto Coutinho declarou, certamente por conta das críticas deste blog, que “podem falar que eu ajudo vocês, mas não se preocupem, pois irei continuar ajudando”, disse o anfitrião para uma platéia de assessores, correligionários e mensalinhos que entrou em estado de êxtase por entender que a expressão “irei continuar ajudando” era a garantia de mais algum tempo firmes com seus rendimentos.

Por sua vez, o prefeito Léo Coutinho, que é o maior leitor do blog do Sabá, fez uma declaração direta para os ‘esquecidos’ da festa coutinhiana conforme relatei aqui na terça-feira: “Somos um grupo democrático, onde enfrentamos as dificuldades juntos, mas também dividimos as conquistas. E sábado é dia de festa.” Ah! Quer dizer que agora tem festa, né?!

A ‘festa’ que o prefeito Léo Coutinho referiu-se na frase acima, e que foram publicadas em sites e blogs da cidade, são as inaugurações que acontecerão neste sábado, 1º.

Mas conforme relatei anteriormente, continuo a traçar o script da “verdadeira festa” que HC dará aos ‘esquecidos’.

Será um jantar no Assunção Eventos, na noite desta sexta-feira, 31.

Assessores, correligionários, cabos eleitorais, mensalinhos e aspirantes ao cargo serão convidados as centenas.

Na noite de ‘festa’, um cantor “da terra” (Jonhy Casanova, Gilvan Lins ou Chico Beleza, receita caseira bem melhor que Capital Inicial), dará o ‘toque’ festivo à noite, pois quem não tem cão, caça com gato mesmo

Apressado e solicito nas mesas, o deputado Humberto Coutinho percorrerá o salão abraçando e tirando fotos com os convidados. Já Léo Coutinho, estará deslocado e fazendo algumas fotos com um número reduzido de pessoas (no dia seguinte teremos animados mensalinhos e assemelhados a publicar fotos no facebook mostrando a suposta intimidade e com frases elogiosas aos seus chefes).

No discurso, o presidente da AL agradecerá a presença de cada um e o fato de estarem junto com ele nas várias batalhas da sua vida, especialmente aquelas travadas contra a doença que o acometeu recentemente. Muito provavelmente teremos nesse momento um choro do “grandão”, que será seguido de choro daqueles mensalinhos com menos amor próprio.

Assim como terminei a postagem de terça-feira, onde previ um almoço ou churrasco, finalizo esta com a mesma constatação: “Vida de mensalinho é dura...

Uma bolada!!! Sabiá dá Sorte com mais de R$ 45 mil reais em prêmios

E agora são 20 rodadas da sorte de R$ 100 reais

O Sabiá dá Sorte deste domingo está imperdível. São prêmios em dinheiro em todos os sorteios.

E o preço da sua cartela continua em conta: somente R$ 10,00 (dez reais) no seu termo de doação.

Confira a premiação completa:

1o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 5 mil reais

2o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 5 mil reais

3o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 5 mil reais

4o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 30 mil reais

Isso mesmo. 01 poupança de R$ 30 mil reais no último prêmio.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda das cartelas será em benefício do projeto da escolinha de base do Sabiá Futebol Clube.

E atenção

O sorteio será transmitido ao vivo pelo canal 3, a partir das 10h, pela Rádio Tropical FM, além da rádio FM Nova Cidade do município de São João do Sóter.

Não fique de fora!

(Bate e assopra) Ficou tudo em família!!! Ex-vereador Antonio Ximenes emplaca irmã, que não é agrônoma, na chefia da Agerp

30.7.15
Oficialmente fora do governo do Estado, será que 
Ximenes volta para o Banco do Brasil ou 
para a Prefeitura de Caxias
Se alguém se assustou com a exoneração do ex-vereador Antonio Ximenes da chefia da Agerp em Caxias, divulgada com exclusividade pelo blog do Sabá na tarde desta quinta-feira, pode aumentar a dose do susto.

É que o mesmo Diário Oficial da última terça-feira, 28, que trouxe a demissão do ex-parlamentar do cargo, trouxe junto a nomeação da sua irmã, Teresa Cristina Ximenes da Silva, no mesmíssimo lugar ocupado antes por ele.

Mesmo sem ser agrônoma, e nem ter histórico algum de trabalho na área, a parente do ex-vereador parece que recebeu o cargo de ‘herança’ do irmão.

Sortudo!!! Mesmo Diário Oficial que trouxe a má notícia para 
Ximenes, trouxe também a boa nova
Fontes confiáveis do blog avaliam que o fato do governo do Estado não ter dotação orçamentária para desembolsar ao Banco do Brasil mais de R$ 20 mi reais mensais, por um servidor que na Agerp recebe em torno de R$ 5 mil, foi o motivo da impossibilidade de Ximenes continuar na função.

Agraciado com o ‘emprego’ na cota pessoal de Humberto Coutinho, o ex-vereador conseguiu isso pelo fato do presidente da AL tentar ajudar o sobrinho, prefeito Léo Coutinho, que desembolsava mais de R$ 20 mil reais todos os meses do povo de Caxias para ter Ximenes como assessor de Gabinete sem função especifica ou mesmo conhecida do público.

Bem, sem o governo do Maranhão conseguir pagar para AX um salário maior que aquele pago a secretário de Estado, desconfio que vai sobrar para o povo de Caxias, onde provavelmente o ex-vereador voltará para continuar o seu ‘trabalho’.

Só lamento o fato de que com tanto engenheiro agrônomo competente em Caxias foram dar o cargo para alguém que não é e nem nunca atuou na área.  

Vai voltar para o Banco do Brasil?! Ex-vereador Antonio Ximenes é exonerado do cargo de diretor da Agerp em Caxias

O que houve??? Ex-vereador Antonio 
Ximenes não é mais diretor 
da Agerp em Caxias
O Diário Oficial do Maranhão desta terça-feira, 28, trouxe a exoneração do ex-vereador Antonio José Ximenes do cargo de chefe do Escritório Regional da Agerp em Caxias.

A notícia pega a classe política de surpresa, haja vista que o ex-vereador é esposo da atual presidente da Câmara, Ana Lúcia Ximenes.

Antes ocupando o cargo de assessor de gabinete do governo Léo Coutinho, o ex-vereador custava mais de R$ 20 mil reais mensais aos cofres do município.

Funcionário de carreira do Banco do Brasil, AX estava a disposição da Prefeitura de Caxias, que tinha que desembolsar à instituição bancária um alto valor para usufruir dos seus supostos conhecimentos no gabinete do prefeito.

Diário Oficial informa que tornou sem efeito a nomeação de 
Antonio Ximenes feita em 06 de março
Antes de indicar Ximenes para o cargo de diretor da Agerp, o deputado Humberto Coutinho não escondia de ninguém que estava fazendo aquilo “para ajudar o Léo”, referindo-se ao alto valor que a administração do sobrinho disponibilizava para tê-lo a disposição do município.

Bem, sendo o alto salário pago ao ex-vereador o motivo para HC “arranjar” o emprego na Agerp, com a sua exoneração, o mesmo volta ao ‘emprego’ de mais de R$ 20 mil reais no gabinete ou irá para o Banco do Brasil até chegar a sua nada suada aposentadoria?

A classe política na princesa do sertão certamente irá se contorcer nas análises para tentar entender a demissão do ex-vereador do cargo indicado pelo presidente da AL.

Será que foram os desdobramentos da falta do convite para a mega-festa coutinhiana em Teresina?

Atenção credores!!! Mais de R$ 5 milhões na conta da Prefeitura de Caxias nesta semana

Governo Léo Coutinho só recebe boas notícias nas contas da 
Prefeitura de Caxias e certamente irá regularizar 
pagamento dos fornecedores
Os credores da Prefeitura de Caxias já podem dar uma passada na tesouraria para ver se seus respectivos cheques já estão prontos. E eu desconfio que sim!

Com um prefeito competente e honesto na cadeira número 1 da cidade, não será pela falta de dinheiro que o fim do mês de caçambeiros; fornecedores de gêneros alimentícios; material de expediente e limpeza; construtores e demais prestadores de serviços deixarão de honrar seus compromissos.

Logo no início da semana (segunda-feira, 27), ‘caiu’ na conta da Prefeitura de Caxias, referente ao Fundo Especial do Petróleo, R$ 82.578,66.

Também no dia 27, outra bela surpresa no repasse semanal do ICMS, onde o governo Léo Coutinho foi agraciado com consideráveis R$ 1.392.931,66 (hum milhão, trezentos e noventa e dois mil, novecentos e trinta e um reais e sessenta e seis centavos).

Para deixar aquela segunda-feira ‘inesquecível’ para o prefeito e para os credores, o repasse do Fundeb foi de nada desprezíveis R$ 906.224,08 (novecentos e seis mil, duzentos e vinte e quatro reais e oito centavos).

Mas passado o feriado do dia 28, na noite desta quarta-feira, 29, mais um repasse do Fundeb, referente ao dia 30 deste mês, foi depositado na conta da sortuda Prefeitura de Caxias. Foram mais R$ 732.415,11 (setecentos e trinta e dois mil, quatrocentos e quinzes reais e onze centavos) que certamente irá proporcionar ao prefeito Léo Coutinho planos para finalmente conceder um aumento salarial aos sofridos professores caxienses.

Com outros repasses, com exceção dos recursos da saúde, o prefeito Léo Coutinho recebeu de segunda-feira, 27, até a quinta-feira, 30, a quantia de R$ 5.131.809,79 (cinco milhões, cento e trinta e um mil, oitocentos e nove reais e setenta e nove centavos).

Detalhe: além de não constarem aqui recursos da Saúde, as verbas de convênios também não estão inclusas, o que pode aumentar consideravelmente os valores recebidos pelo governo Léo Coutinho nos últimos quatro dias.

Não vai dar pra ter Michel Teló no sábado, mas pelo menos os fornecedores da Prefeitura de Caxias farão a festa neste final de semana.

Tristeza pra uns e alegria pra outros...

Por que não o melhor?

Por Edson Vidigal, Advogado, foi Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal.

É melhor que os que acham que foram mesmo eleitos para os cargos executivos e parlamentares, e ainda se refestelam pela aí, se descolem logo desse delírio.

No sistema eleitoral brasileiro é raríssimo alguém emergir das urnas como mandatário da vontade popular para exercer algum cargo sem que tenha cedido antes a algum acordo espúrio.  

Para vencer uma eleição hoje seja para Vereador ou para Presidente não é preciso demonstrar formação técnica ou humanista, firmeza de caráter, espirito público e honestidade.

É cair nas graças dos grandes, empreiteiros ou agiotas, contratar marqueteiros, comprar de partidos nanicos horários de rádio e televisão e soltar mentiras a favor e contra.

A dinheirama que escorre frouxa, e agora já se sabe com certeza de onde ela vem, financia não só a usina de mentiras a soldo do marqueteiro, como alicia os formadores de opinião ou os seus donos nos quadrantes mais remotos.

Tudo mais consiste em saber onde está faltando algum dinheiro e providenciá-lo o quanto antes. Aquele chefe ou chefete indeciso pode pender para o outro lado e é preciso segura-lo.

O resto é espetáculo. Ninguém conhece ninguém. Os chamados debates são formatados apenas para fins demonstrativos. Não há discussão séria sobre questões essenciais de interesse coletivo.

Com o comício em desuso, prevalece a mentira no rádio e na televisão. Aquela figura aparentemente simpática passando seriedade e confiança não é, na maioria das vezes, nada daquilo. É pura obra de marqueteiro.

No dia da eleição já está tudo engendrado. Os partidos, que hoje em dia no Brasil nem chegam a sê-los verdadeiramente, sendo apenas balcões de negócios dos seus feirantes, registram na justiça eleitoral uma lista enorme de candidatos.

Os possíveis eleitos foram escolhidos antes entre os chefes partidários. Quer dizer, os lá de fora escolhem e nós ali dentro da cabine, querendo acertar no menos pior, votamos.

É um jogo totalmente desequilibrado no qual as regras legais não ultrapassam as formalidades a serem conferidas apenas no final. Para a grande maioria é impossível votar no melhor!

Os candidatos em sua essência humana - se é que todos a têm - transitam incólumes pelo tempo da campanha sem que o eleitor possa aferi-los de forma segura e conscientemente.

Um ano antes das eleições presidenciais nos Estados Unidos, os pretendentes à candidatura tanto pelo Partido Democrata quanto pelo Partido Republicano percorrem o País em campanha primária quando, como numa procissão, visitam os Governadores para lhes pedir o apoio.

Na Geórgia, James Carter Earl Junior, um oficial da Marinha na reserva e prospero fazendeiro de amendoim, estava em seu primeiro mandato de Governador, depois de ter servido por dois mandatos como Senador estadual.

Terminada a desobriga dos pretendentes à candidatura presidencial democrata, o pai de Carter, o senhor James, quis saber que conclusão tirara daqueles encontros.

- São pessoas comuns bem dispostas a servirem ao País. Mas não vi em nenhum deles algo mais que eu também não tenha.

Aconselhado pelo pai, Jimmy Carter se candidatou. Com a bandeira dos Direitos Humanos influenciou a derrocada das ditaduras na América do Sul, começando pelo Brasil. Foi o único Presidente a merecer o Premio Nobel da Paz depois de ter deixado o cargo.

Como eu conheço de perto todos os artistas deste atual picadeiro federal não sou muito otimista no que isso vai dar...

Senador Roberto Rocha defende plano de desenvolvimento para o Brasil

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) usou as redes sociais para defender a elaboração com urgência de um plano de desenvolvimento factível para tirar o Brasil da crise. “O governo federal não pode apenas se fixar em ajuste fiscal”, afirmou o senador. Para ele, a maior conquista do governo do PT está em jogo e é preciso agir em duas frentes para que toda prosperidade alcançada nos últimos anos não se perca.

Roberto Rocha defendeu prioridade para a exportação, o turismo interno e as áreas de infraestrutura e logística como forma de retomar o crescimento do País. Segundo ele, a altar do dólar torna o momento favorável para os serviços de turismo e negócios de exportação e os investimentos em infraestrutura e saneamento básico geram emprego.

O crescimento do desemprego é algo muito sério. Sem emprego, a inadimplência cresce e a crise se aprofunda,” avaliou o senador. Para ele, é preciso ir além de ajustar as despesas e começar a pensar uma saída que garanta as conquistas sociais e econômicas dos últimos anos. Caso contrário, “aqueles milhões de brasileiros que subiram para a classe C, podem voltar para D”.

O senador defende investimentos em infraestrutura, contando com a parceria da iniciativa privada, uma vez que os cofres públicos não suportariam novas e pesadas despesas. “Se não investir em infraestrutura, o País não continuará crescendo,” afirmou, lembrando as crises energética e hídrica, as más condições das estradas e a quase inexistências de hidrovias, ferrovias portos e aeroportos no Brasil. “São obras caras, mas necessárias e que geram muito emprego.

Flávio Dino vai lançar concurso público para a Saúde; salário chega a R$ 19 mil

29.7.15
Cargos são de nível superior e dedicação exclusiva. Remuneração para cargos não médicos é de pouco mais de R$ 10 mil


Atual 7 - O governador Flávio Dino, do PCdoB, deve encaminhar ainda esta semana o Projeto de Lei que cria o Plano Geral de Carreiras e determina a realização de concurso público para a Secretaria de Saúde do Maranhão.

O PL já está pronto e se encontra na mesa do comunista, que deve passar o visto até esta sexta-feira (31), e encaminhá-lo para ser votado pela Assembleia Legislativa na próxima semana, reinício dos trabalhos do Legislativo estadual após o recesso parlamentar.

De acordo com o projeto, a carreira será dividida em três grupos, das cidades com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) até chegar a capital, funcionando da seguinte forma: os aprovados começarão trabalhando nos 30 municípios mais pobres do Maranhão, e avançam na carreira para os municípios maiores até chegarem à São Luís.

Ao todo, serão 37 cargos de médico, com salário inicial de R$ 19.994,60. Outros 74 para enfermeiro, 14 para dentista, e sete para cada um dos demais cargos, de nutricionista, psicólogo, farmacêutico, técnico de Educação Física, fisioterapeuta e assistente Social.

Para os cargos não médicos, a remuneração inicial é de R$ 10.580,80.

Todos os cargos são de nível superior e dedicação exclusiva. A remuneração possui um percentual de produtividade e os valores destacados são com a maior produtividade.

Prefeito de Pedreiras é afastado por supostas irregularidade em processos licitatórios

O juiz Marco Adriano Ramos Fonseca, titular da 1ª Vara de Pedreiras, proferiu decisão liminar na qual afasta o prefeito Francisco Antônio Fernandes da Silva, tendo como motivo suposta prática de improbidade administrativa na condução de processos licitatórios durante o exercício de 2013. A decisão é do dia 24 de julho e foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quarta-feira (29).


De acordo com a ação, nos processos licitatórios houve a realização de pagamentos para as empresas LAYANA EVENTOS, no valor de R$ 214.750,00 (duzentos e quatorze mil, setecentos e cinqüenta reais), para as empresas MK3 COMERCIO E SERVIÇO LTDA, o valor aproximado de R$ 152.000,00 (cento e cinqüenta e dois mil reais), com serviços de confecções de diversos tipos de fardamentos, e ainda as empresas CLASSE CONSTRUÇÕES, RECICLE INFORMÁTICA), e E.S.M CULTURA PRODUÇÕES.

Após análise minunciosa dos fatos expostos no pedido do Ministério Público, analisando os processos relativos a cada empresa, versa a decisão que “consta narrativa contundente imputando a prática de atos de improbidade administrativa que supostamente tiveram como favorecidas as empresas MK3 COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA – ME, F. DE A.P. DE MORAIS – ME, R. MACEDO SOARES – ME e CLASSE CONSTRUÇÕES LTDA – ME”.

E continua: “As referidas empresas foram contratadas nas licitações objeto da presente ação de improbidade administrativa, e contra elas a petição inicial e a petição de emenda atribuem o concurso para a prática dos atos de improbidade imputados nos autos juntamente com gestor municipal, descrevendo condutas que configuraram favorecimento no certame competitório, e irregularidades nas emissões das notas fiscais”.

Entre outras irregularidades verificadas, a existência de vínculo de parentesco entre o representante da empresa contratada e o gestor municipal, alteração do conteúdo das propostas após a fase de julgamento e declaração das empresas vencedoras do certame, fornecimento desproporcional de produtos e serviços na mesma data, pequena variação do valor estimado para a licitação e o valor efetivamente contratado, indícios de superfaturamento e manipulação de preços dos produtos e serviços fornecidos.

A decisão liminar enfatiza que a jurisprudência brasileira admite possibilidade de afastamento de gestor municipal, em sede de liminar em Ação de Improbidade Administrativa, nos termos do art. 20, parágrafo único, da Lei n. 8.429/1992, visando garantir o bom andamento da instrução processual na apuração das irregularidades apontadas, interesse de toda a coletividade.

E decide: “Em consonância com a fundamentação supra, e com suporte no art. 20, parágrafo único, da Lei 8.429/1992, e com o fim de resguardar o interesse público e para assegurar o resguardo da instrução processual, determino o afastamento do requerido Francisco Antônio Fernandes da Silva, do exercício do cargo de Prefeito Municipal de Pedreiras, Maranhão, sem prejuízo da remuneração, pelo prazo de 180 dias (cento e oitenta), contados da publicação da presente decisão, via Diário da Justiça Eletrônico, sem prejuízo de dilatação, se for necessário”. E segue: “Comunique-se à vice-prefeita de Pedreiras, Maria de Fátima Vieira Lins de Oliveira Lima, para assumir o cargo de Prefeita Municipal, pelo prazo de 180(cento e oitenta) dias. (Fonte: Blog do Caio Hostilio)

Corpo de jovem que aplicou hidrogel no pênis chega ao Maranhão

(Imagem ilustrativa)
O corpo do jovem maranhense de 18 anos que morreu na noite de sexta-feira (24) em Ribeirão Preto (SP) após aplicar hidrogel no próprio pênis chegou a Codó, a 290 km de São Luís, no fim da manhã desta quarta-feira (28). A chegada era prevista para a tarde dessa terça-feira (27), mas um atraso no voo que levava o corpo do interior de São Paulo para Teresina (PI) acabou aumentando a espera da família.

Procurados pelo G1 parentes e amigos do jovem não quiseram se pronunciar sobre o caso.

O jovem deu entrada na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE) com quadro de insuficiência respiratória aguda e morreu quatro horas após ser atendido, de embolia, que causou uma parada cardiorrespiratória.

O corpo vai ser vai ser velado em sua residência até às 17h, quando acontece o sepultamento no Cemitério Codó Novo. De acordo com Dorisvaldo Souza, amigo da família, o rapaz vivia com outros dois irmãos em Ribeirão e teria se mudado do Maranhão em busca de uma oportunidade de emprego. (Fonte: Do G1 MA)

Nota do blog: Após os primeiros comentários sobre o caso começaram a ser veiculados nas redes sociais, logo pensou-se tratar de mais uma dessas notícias absurdas e inverídicas que proliferam na grande rede.

Infelizmente, mesmo beirando o absurdo e o inusitado, a história procede e vitimou um maranhense. 

Um episódio lamentável.

Ótimo! Deu pra ter Capital Inicial em festa particular, mas caxienses podem "tirar o cavalo da chuva" para show de Michel Teló

Pôxa! A grana rola solta em festa particular da família Coutinho, mas administração coutinhiana não consegue realizar o que promete...

Com a proximidade das festividades do dia 1º de agosto em Caxias, até o fechamento desta postagem, a Prefeitura ainda não havia divulgado nenhuma programação para comemorar uma das datas mais importantes do nosso calendário, ou seja, a data festiva caminha para acontecer, sem festa.

Mas as expectativas para que um grande evento fosse realizado no próximo sábado eram grandes. Aliás, eram enormes.

Quando dos últimos festejos juninos, a possibilidade da vinda do caríssimo sertanejo Michel Teló foi especulado por figuras de proa do grupo Coutinho. O assunto chegou a tomar ares de verdade quando assessores graduados da Prefeitura de Caxias passaram a falar abertamente do assunto.

Para turbinar a "cunversa", a página oficial do cantor sertanejo trazia, para a alegria dos internautas, o agendamento de um show em Caxias no dia de São Pedro (29 de junho).

Com a expectativas do público e esta página abordando o assunto, eis que um dos mais graduados assessores do governo Léo Coutinho da área de entretenimento, Thiago Miranda, declarou a este blogueiro que Michel Teló não viria nos festejos juninos, mas sim “em 1º de agosto”. “Realmente estava sendo cogitada a possibilidade de termos uma apresentação no dia 29 do sertanejo, mas a data foi alterada para 1º de agosto, uma data também importante para Caxias”, disse Miranda que acrescentou ainda que a informação que estava no site de Michel Teló “foi feita ainda baseada naquela primeira possibilidade dele estar em Caxias nos festejos juninos”, explicou ele ao signatário do blog.

Na postagem que abordei a versão do assessor coutinhiano, publicada em 19 de junho (reveja aqui), desconfiado do desastre que é a atual administração, finalizei com as seguintes impressões da novela Michel Teló em Caxias: “Bem, existe a informação de um importante assessor do governo Léo Coutinho e existe o cancelamento do show no site do cantor, o que leva a crer que não teremos Michel Teló no dia de São Pedro. Mas, como o governo Léo Coutinho é um desastre atrás do outro, nada me surpreende se outra versão surgir nessa história.

Agenda da cantor mostra show no Espírito Santo neste sábado

Visitando novamente a página do cantor no facebook na noite desta terça-feira, 28, na sua agenda não conta uma apresentação em Caxias no próximo sábado, mas sim em Santa Tereza, no estado do Espírito Santo. (Veja imagem acima)

Dificil entender a competência e o sucesso administrativo da família Coutinho nos seus negócios particulares, onde os milhões saltam de todos os lados, dando até pra trazer a renomada banda Capital Inicial e atores da globo para festa de aniversário, e não ter condição, mesmo a Prefeitura de Caxias recebendo uma média de R$ 30 milhões de reais mensais, de finalizar a novela do cantor Michel Teló em Caxias.

Mas a desculpa certamente já está na ponta da língua do prefeito, assessores, mensalinhos e aspirantes ao ‘cargo’. “A Prefeitura deve investir esses recursos na Saúde e na Educação”.

Como será que o prefeito Léo Coutinho vai explicar mais essa?!

25 mil pescadores suspeitos de fraude no Maranhão

28.7.15
(Foto Divulgação)
Brasília – O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) abriu prazo de 60 dias, a partir de 27 de julho, para que 9.761 pescadores do Pará e 24.673 do Maranhão, inscritos no Registro Geral da Atividade Pesqueira (RGP), façam o recadastramento. A medida é fruto de uma ação do MPA de valorizar o profissional da pesca, sobretudo o artesanal, e melhorar a gestão na concessão dos documentos. “Estamos trabalhado no sentido de aprimorar os métodos na outorga das carteiras e evitar as fraudes”, explica o ministro Helder Barbalho.

Desde que assumiu o MPA, Helder Barbalho vem implementando uma série de ações visando à melhoria na gestão e nos procedimentos de todos os setores da sua pasta, em especial na concessão da carteira do pescador.

No período de julho a outubro do ano passado foi feito um grande número de registros de pescadores nos estados do Pará e do Maranhão, com suspeita de data retroativa a 2013. Como grande parte desses registros não estava ligada a um processo ou mesmo não apresentava qualquer documentação, o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) pediu à Controladoria-Geral da União (CGU) que realizasse uma auditoria para verificar a existência de fraudes. Depois da auditoria, a CGU orientou o MPA a publicar uma portaria suspendendo o registro de 24.673 pessoas no Maranhão e de 9.761 no Pará. Se fraudes forem comprovadas, os registros serão cancelados definitivamente.“Essa é uma oportunidade ímpar para que aqueles que vivem da pesca possam garantir os seus benefícios, como o Seguro-Defeso”, disse Helder Barbalho.

O recadastramento será presencial e solicitado por meio de formulário de requerimento de licença de pescador profissional, mediante a apresentação de originais e cópias dos seguintes documentos: de identificação oficial com foto; comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF); comprovante de residência ou declaração equivalente;1 foto 3 x 4cm recente e comprovante de inscrição no Programa de Integração Social (PIS) ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) ou Número de Inscrição do Trabalhador (NIT) ou Número de Identificação Social (NIS).

Se além desses documentos também for apresentado protocolo de pedido da carteira do RGP, será feita uma análise para verificar a possibilidade de que o registro mantenha validade com data retroativa. Se não houver o protocolo, e o pedido for aprovado, o registro valerá com a data atual.

Portar ilegalmente o Registro Geral da Atividade Pesqueira é crime. Por causa dessa prática ilegal, muitos pescadores ficam sem receber os recursos a que têm direito, como o dinheiro pago pelo Seguro-Defeso, e acabam enfrentado dificuldades para sustentar suas famílias durante os meses do defeso. Por isso, quem insistir em usar o registro, mesmo sem comprovar que é pescador, terá que devolver os valores de seguro defeso recebidos indevidamente e responderá processo por falsidade ideológica, como manda a lei.

Volkswagen toma lugar da Toyota como maior montadora do mundo

A Volkswagen tomou o lugar da Toyota como a maior montadora mundial em vendas no primeiro semestre, conquistando uma ambição de longa data três anos antes da meta. A maior montadora japonesa divulgou nesta terça-feira (28) ter vendido 5,02 milhões de carros entre janeiro e junho, uma queda de 1,5% em comparação com o mesmo período do ano passado. 

O número também é inferior ao anunciado pela Volkswagen em 17 de julho, referente ao mesmo período: 5,04 milhões de veículos.

Por sua vez, a concorrente alemã vem aumentando sua escala sob os oito anos de administração do presidente-executivo Martin Winterkorn, impulsionada pela adição de marcas e fábricas, além da ampliação das vendas na China.

As vendas do grupo Volkswagen, que também incluem as marcas de luxo Audi e Porsche, mais que dobraram no ano passado, chegando a 10 milhões de veículos, enquanto o lucro quase triplicou para 12,7 bilhões de euros (R$ 47,5 bilhões).

"A VW está capturando a coroa de vendas em tempos difíceis, com os maiores mercados automobilísticos em declínio," ressaltou o chefe do centro de gerenciamento automotivo, um grupo de pesquisa próximo a Colônia, Stefan Bratzel.

A empresa com sede em Wolfsburg tem como meta um aumento "moderado" das vendas comparado ao recorde de 10,1 milhões de veículos no ano passado. O grupo irá divulgar os resultados do primeiro semestre deste ano na quarta-feira (29). (Fonte: Uol)

(Pra limpar a barra com a mensalada) Almoço ou churrasco estão nos planos de Humberto Coutinho para apagar mal-estar com ‘esquecidos’ da festa familiar

Nem tudo está perdido para os mensalinhos que não foram convidados para a festa de 15 anos da neta do deputado Humberto Coutinho, ocorrido no último dia 18, em Teresina.

O mal-estar entre aqueles que se achavam íntimos da família Coutinho era, e ainda é, grande pelo fato de terem ficado de fora do evento.

Entre os mensalinhos, que sabia-se previamente que só seriam excluídos aqueles com rendimentos abaixo de R$ 1.500,00, tomou a todos de surpresa o fato do grosso da mensalada ter ficado de fora. Foram escolhidos a dedo os caxienses que puderam usufruir da festa ostentação que abalou o Maranhão e o Piauí.

Na classe política, especialmente entre a vereança, teve vereador falando até em rompimento. “Nunca pensei que passaria por uma desfeita dessas”, esbravejava um membro do Parlamento em desabafo para várias pessoas na cidade.

Por sua vez, o deputado Humberto Coutinho dá gargalhadas quando sabe dos detalhes da insatisfação dos aliados que ficaram de fora da seleta lista.

Mas nem tudo está perdido para esses excluídos da intimidade coutinhiana.

Para os próximos dias, provavelmente no próximo 1º de agosto, após inaugurações de obras da Prefeitura de Caxias, cogita-se a realização de um almoço ou churrasco para os aliados do deputado caxiense. A iniciativa partiu de um cabo eleitoral como forma de passar uma borracha na demonstração clara de falta de consideração com aqueles que tanto fizeram e fazem para o sucesso político de HC.

Provavelmente, caso o evento venha a ser realizado, teremos animados mensalinhos fazendo fotos ao lado de HC e demais familiares para postar nas redes sociais como forma de demonstrar os supostos laços de ‘amizade’ que os unem.

Teremos imagens deprimentes de quem acha que Humberto Coutinho dá importância para aqueles da raia miúda da política.

Vida de mensalinho é dura...

Timon sedia o 1° Workshop Das Comunidades Terapêuticas do Maranhão

O prefeito Luciano Leitoa esteve presente e reiterou o apoio da Prefeitura às políticas de valorização da pessoa

A Prefeitura de Timon participou na manhã da última sexta-feira (24/07) do Primeiro Encontro Das Comunidades Terapêuticas do Maranhão, realizado na Fundação Cidadania. Devido aos incentivos em políticas de combate às drogas, o município foi escolhido para sediar o primeiro Workshop das comunidades do Estado. O evento é uma realização da Federação Norte e Nordeste de Comunidades Terapêuticas (FENNOCT) com apoio da Prefeitura Municipal de Timon. 

"Temos a certeza de que os trabalhos desenvolvidos pelas comunidades terapêuticas precisam de apoio do poder público e Timon está de portas abertas para a FENNOCT. Sabemos que alguns locais só enxergam as consequências e não se atentam para as causas e é isso que estamos transformando em nossa cidade. Não é de hoje o nosso incentivo às políticas públicas de valorização da pessoa", pronunciou o prefeito Luciano Leitoa.

Os trabalhos de quatorze comunidades, de diferentes locais (São Luís; Bacabal; Açailândia; Pinheiros; Coroatá), foram apresentados. Estiveram representadas as comunidades: Bom Samaritano; Casa de Davi; Cordeiro de Jesus; Casa da Mãe do Divino Amor; Fazenda da Paz de Timon; Fazenda da Esperança; Instituto Lugar De Ajuda; Leão de Judá; Monte Tabor; Nova Canaã; Projeto Resgate; Promic; Projeto Renascer e Vale de Bênção.

"O objetivo de reunir todas essas comunidades foi para proporcionar troca de experiências entre elas e esclarecê-las sobre os direitos e deveres das instâncias federais, estaduais e municipais", falou Célio Luís, fundador da Fazenda Paz.

Representando o Ministério Público do Maranhão, a promotora Glória Mafra, que também é presidente do Conselho Estadual De Políticas Sobre Drogas, falou: "Durante o governo Jackson Lago, conseguimos criar uma lei e um conselho de Políticas Públicas Sobre Drogas. Agora, na atual gestão do Governador Flávio Dino, estamos aguardando um posicionamento favorável da Secretaria Estadual de Planejamento para a criação de uma Subsecretaria Estadual, o que será um avanço, pois no Maranhão não existe nenhum órgão executivo voltado para a temática".

Os representantes também assistiram a uma palestra com o representante da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas de Brasília (SENAD), Lucas Aguiar, que falou da participação do poder público, da importância de um bom acolhimento por parte das comunidades aos assistidos e, principalmente, sobre os direitos dos acolhidos. Representantes do PROERD do vizinho Estado do Piauí também se fizeram presentes.

Aldeias Altas - Prefeitura intensifica mutirão de limpeza e capina

A Secretaria de Planejamento Infraestrutura e Obras, intensificou o mutirão limpeza das vias públicas no município de Aldeias Altas. Os serviços vão atender ruas, avenidas e travessas dos mais diversos bairros. Também estão sendo retirados entulhos e realizada a capina. O objetivo da prefeitura é eliminar matos, capins, lixos, entulhos e galhos de árvores do perímetro urbano da cidade.

O trabalho teve início pela MA-349 com Avenida João Rosa na entrada do município. Operários devidamente padronizados realizam serviços de capina e retirada do entulho. Numa segunda etapa, meios-fios e sarjetas deverão receber nova pintura deixando ainda mais bela a cidade de Aldeias Altas.

A administração municipal destaca que é de fundamental importância este trabalho, pois após o período chuvoso, os matos crescem, além de deixarem uma aparência ruim para a cidade, servindo também de abrigo para insetos e acúmulo de outros bichos. Para dar sequência a esse trabalho ao longo do ano, a prefeitura apela à colaboração dos moradores dos bairros e centro em preservar o meio em que vivem. Sendo assim, é preciso que os proprietários que possuem lotes desalojados, também façam sua parte deixando o espaço limpo, evitando que o lote sirva de local para que sejam jogados lixo e entulhos.

ASCOM: Aldeias Altas – MA

(Outra despesa e outro mistério na gestão Ana Lúcia Ximenes) Câmara Municipal de Caxias emplaca mais uma reforma com gastos ocultos

27.7.15
Alguém tem uma pista de quem ganhou a licitação e quem está 
fazendo mais uma reforma na Câmara Municipal? E o valor?
Nas gestões que antecederam Ana Lúcia Ximenes na presidência da Câmara Municipal de Caxias (Antonio Luis Assunção e Ironaldo Alencar), o prédio do legislativo caxiense passou por uma grande intervenção na sua estrutura. O auditório Marcelo Tadeu Assunção dotou a Casa do Povo de um espaço para eventos, discussões e reuniões dos mais variados tipos.

Já a atual administração, é a campeã das reformas pra lá de suspeitas.

Quando da volta dos trabalhos legislativos no início do ano, no primeiro dia em que seria inaugurada a reforma do teto, eis que a vereança passou pelo maior mico já visto naquele endereço. É que inúmeras goteiras assustaram a todos e a sessão teve quer ser suspensa diante do desastre que foi a ‘reforma’.

Agora, assim como na obra anterior, a cobrança dos vereadores oposicionistas sobre os gastos efetuados com as obras na Casa do Povo caminha para o mesmo destino: o silêncio da presidente Ana Lúcia Ximenes.

Mas esse silêncio dos gastos da Câmara Municipal de Caxias faz um barulho danado. Em pleno período de férias legislativas, eis que o prédio sofre mais uma recauchutagem. São vários homens em cima de andaimes passando uma mão de tinta nas paredes do prédio que está deixando aquilo lá com cara de novo.

A pintura pode até ser nova, mas a forma de gastar, e não prestar contas disso, é bastante antiga e intriga os vereadores tanto da oposição quanto da situação.

Mesmo tendo a presidente do legislativo prometido em discurso, no início deste ano, que o Portal da Transparência já estava quase pronto, o tal endereço na internet não dá nem sinal de que um dia possa ser do conhecimento do público.

Não esperando pela boa vontade, o Ministério Público notificou a presidente da Câmara, Ana Lúcia Ximenes para, num prazo de 30 dias, regularizar o referido endereço eletrônico do legislativo, ou informe em 10 dias se irá fazê-lo. Mas isso foi noticiado aqui no blog em 26 de fevereiro, o que, obviamente, não foi cumprido. (Reveja a postagem Brincadeira pode sair caro!!! Ministério Público abreprocedimento para Câmara Municipal de Caxias adequar Portal da Transparência)

Em 07 de abril, outra postagem do blog abordou mais uma iniciativa do MP contra a gestão da presidente da Câmara, onde o titular da 1a Promotoria de Justiça da Comarca de Caxias, Romero Lucas Rangel Piccoli, convertou em Inquérito Civil Público a investigação feita contra atos protagonizados na gestão da presidente da Câmara Municipal de Caxias, Ana Lúcia Ximenes. (Revejaaqui)

Pelo visto, a oposição tem munição de sobra para incendiar a volta dos trabalhos legislativos.

Caxias - Funcionário da Casa de Saúde é vítima de acidente fatal na MA-127

O funcionário da Casa de Saúde e Fundação Humberto Coutinho, George Luis, veio a falecer na tarde deste domingo, 26, após sofrer grave acidente na MA-127, estrada que liga Caxias ao município de São João do Sóter.

Bastante conhecido na cidade, George Luis, apelidado carinhosamente de Bodão, teria passado o dia num sítio com amigos e na volta para casa, na altura do povoado Pedras, teria colidido com um caminhão e morreu em seguida.

Informações colhidas nas redes sociais e blogs de Caxias não trazem detalhes do acidente.

Mas foi nas redes sociais que os amigos de George Luis mostraram o tamanho do carinho que sentiam por ele. “Sem palavras aqui muito difícil de acreditar você se foi George Luis bodão um cara brincalhão, alegre. Meu brother você partiu sem se despedir mas todos nós sabemos que você está do lado do pai eterno. Perdemos mais um amigo”, escreveu Joison Loio numa mensagem postada no facebook.

Perdemos uma pessoa linda, amigo sem igual. Difícil de acreditar. E as palavras faltam diante de tanta dor da família, dos amigos (nós) e do amor dele Natasha Brasil. Que Deus te tenha em um lindo lugar amigo George Luis. Vai em paz!”, disse Tatá Cutrim também na rede social.

O velório acontece na residência da família, na Rua Porto da Pólvora, bairro Cangalheiro, e o sepultamento será nesta segunda-feira.

Roberto Rocha: “Vejo em algumas críticas que me fazem, um desejo de construir hegemonias políticas, com hierarquias e subserviência”

26.7.15

Do blog do Diego Emir - O senador Roberto Rocha (PSB), concedeu entrevista a revista Maranhão Hoje, publicada na edição de julho. O presidente do PSB de São Luís, fala da sua intenção de ajudar o governador Flávio Dino, eleições 2016, sua atuação no parlamento e sobre seu partido.

As críticas que lhe são feitas, ele diz ser uma necessidade de tentarem aplicar uma hegemonia, mas que ele mantém uma postura coerente de acordo com o seu mandato, respeitando seus eleitores e a população do Maranhão. Roberto ainda diz que não se movimenta para ser candidato a prefeito ou governador.

Confira na íntegra a entrevista:

Revista Maranhão Hoje – Por que o senhor pediu para incluir São Luís entre as cidades que poderão ter candidato a prefeito em 2016?
Roberto Rocha - A decisão de incluir as capitais foi da executiva nacional, por conta da presença territorial do partido. Não existe eleição em si mesma. A eleição de 2016 é um preâmbulo da eleição presidencial de 2018. É nesse ângulo que o PSB, como, aliás, qualquer partido de dimensão nacional, enxerga a próxima eleição municipal como um momento de revitalização partidária. O Brasil cansou da polarização PT x PSDB, e o PSB reúne condições para crescer como uma via alternativa, o que já teria acontecido não fosse o trágico acidente que vitimou o nosso presidente Eduardo Campos. O que eu assumi no partido foi o devido reconhecimento da importância de São Luis, como uma das cidades que, por sua dimensão não pode estar fora dessa estratégia.

Caso se concretize sua candidatura, isto não seria um racha no grupo do governador Flávio Dino?
Não me movimento para ser candidato. Apenas, quando perguntado, afirmei que não descarto a hipótese. É natural da dinâmica política que assim seja. A questão de racha deve ser vista no ângulo correto. Em 2008 havia uma situação análoga a de hoje, com o governador Jackson Lago liderando a frente de partidos que derrotaram o grupo Sarney. Isso não impediu que partidos aliados, como o PSDB e o próprio Flávio Dino, pelo PCdoB, disputassem as eleições municipais. Só haveria racha se algum partido aliado do governador se unisse a seus adversários, o que não é o caso. Interessante que dois secretários do governador já apareceram até em pesquisas como candidatos e ninguém se lembra de perguntar a eles se querem rachar o Governo. Não podemos esquecer que essa é uma eleição em dois turnos. É da lógica eleitoral que o primeiro turno sirva para delimitar a força de cada grupo político, para no segundo turno fazer confluírem aqueles do mesmo espectro de ideias.

Caso não seja o senhor o candidato, o PSB teria outras alternativas para disputar a eleição?
Claro, o partido tem excelentes nomes qualificados para essa e outras disputas.

O senhor teve participação de pelo menos metade do atual governo municipal, como vice-prefeito. Qual seria sua posição na campanha, de defesa ou de crítica à atual gestão?
De defesa do que achar positivo e de crítica ao que entender que merece ser mudado.

Não haverá a menor condição de repetir a coligação de 2016 entre PTC e PSB?
Claro que sim, desde que as condições políticas convirjam para isso. O que não irá se repetir é o cenário político que em 2012 construiu essa aliança. Mas outro cenário pode, em tese, conduzir a uma aliança semelhante. Ninguém comanda as circunstâncias políticas. Cabe-nos fazer as leituras corretas e essas leituras não são ditadas por afinidades pessoais.

Além de São Luís, em quais outras cidades maranhenses o PSB poderá disputar a prefeitura?
Naturalmente naquelas onde o partido já está governando e eventualmente em outras, dependendo da correlação de forças. Não há como saber, desde agora, quais seriam as cidades que reunirão condições para tal.

O senhor também confirma as especulações de que tem planos para disputar a eleição de governador em 2018?
As especulações, é bom que se diga, não são minhas. Meus planos no momento são de ajudar o governo Flávio Dino e o Maranhão no Senado, e é o que estou fazendo. Se 2016 ainda é turvo, imagine 2018!

A propósito, como tem sido sua relação com o governador Flávio Dino?
Tem sido muito boa, mesmo com a demarcação de diferenças de visão e análise política, o que é natural. O importante é que trabalhamos para estreitar as convergências. As diferenças não nos impedem de agir com a responsabilidade que o povo do Maranhão nos delegou nas urnas, para representá-lo.

E que avaliação o senhor faz do governo?
As críticas que faço ao Governo já tornei públicas. São pontuais e foram expressas inicialmente ao próprio governador. São, aliás, críticas construtivas, para mudança de rumos onde eu acho que devem ser mudados. Existe um pano de fundo que merece uma reflexão. Vejo em algumas críticas que me fazem, um desejo de construir hegemonias políticas, com hierarquias e subserviência. A meu ver, devemos caminhar no sentido oposto, da diversidade, da ampliação da participação política, sem subordinação de partidos.

Quanto à sua atuação no Senado, o que o senhor teria a destacar?
São muitas frentes de trabalho. Participo de diversas comissões com uma pauta extensa de trabalho. Fiz, neste primeiro semestre, mais de trinta proposições parlamentares, dentre projetos de lei, projetos de emenda à Constituição, requerimentos de informação ou proposta de fiscalização e controle. Recentemente apresentei 26 emendas à LDO, Lei de Diretrizes Orçamentárias, muita acima da média de 6 emendas apresentadas pelo conjunto de senadores. Mas o que eu gostaria de destacar é o esforço permanente para dispor de um gabinete capaz de formular e apresentar propostas, acompanhar projetos e atuar junto ao Governo Federal para ajudar o Maranhão, seja o Governo estadual, prefeituras ou entidades organizadas da sociedade.

Como tem sido sua convivência com os outros dois senadores maranhenses?
Cordial, como deve ser. Ainda há poucos dias levei ao ministro dos transportes um ofício do meu gabinete relativo à realização do projeto da quarta ponte sobre o Rio Parnaíba. Para dar maior peso político ao pleito solicitei e tive a alegria de contar com as assinaturas solidárias dos senadores Lobão e João Alberto. Esse espírito, de cooperação para o que for melhor para o Maranhão, é recíproco.

Com relação à crise econômica, que avaliação o senhor faz?
É mais grave do que tem sido alardeado até o momento e nós estamos apenas vivendo os primeiros efeitos, que devem se agravar. Levará tempo e muito sacrifício para sairmos da crise. Por isso me indispus com o ministro Kassab, que veio ao Maranhão anunciar benesses de forma irresponsável. Será o Governo Federal esquizofrênico a ponto de a presidente dizer uma coisa e seus ministros agirem de forma completamente diferente? A única explicação possível é a prevalência da agenda política, do interesse do partido do ministro, e isso eu denunciei, pois acho inaceitável. Eu atendi ao pedido do Governo, apoiando o esforço fiscal, ainda que responsabilizando o Governo pela crise. Isso teve um alto custo político, que eu topei pagar. Aí vem um ministro na minha terra e diz aos eleitores maranhenses que tá tudo bem e que o governo vai fazer em três anos muito mais do que fez em nove, quando a economia ia bem? Deixei claro ao ministro e ao Governo Federal que não somos uma aldeia de ingênuos

No Maranhão, as medidas tomadas pelo governo para enfrentá-la estão corretas?
Não conheço em profundidade as medidas tomadas pelo Governo. Isso envolve um leque amplo de ações. Penso que é papel do Governo colocar a sociedade a par da extensão da crise, preparando a população para as medidas duras que será obrigado a tomar.