Sempre ‘ela’! Imperatriz das vestimentas teria atacado no Carnaval e se dado muito bem

21.2.15
Polivalente como nunca, parece que a imperatriz das vestimentas se deu bem mais uma vez neste carnaval.

A ‘sorte’ da vez foram os abadás do famoso “bloco as marias”.

Ofertados pelo município para garantir o sucesso do evento da primeira-dama, segundo fontes do blog, esses abadás teriam custado ao município a bagatela de R$ 12 reais a unidade.

Trocados por 2 kg de alimentos, “não deu pra quem quis”.

Bem, 2 kg de açúcar não chegam a custar R$ 4 reais no comércio caxiense. Caso o município tenha pago R$ 12 reais por uma camiseta, ouve então um subsídio de pelo menos R$ 8 reais por cada unidade.

Na Bahia, estado pioneiro de blocos e micaretas, existem abadás sendo vendidos por até R$ 5 reais quando comprados em grande quantidade nas confecções de Salvador.

Foram pelo menos 10 mil pessoas com os abadás do “Bloco as marias” desfilando na Avenida Alexandre Costa.

Estima-se então algo em torno de R$ 120 mil reais pagos à empresa que confeccionou as vestimentas.

Não existiu licitação para tal aquisição, ou, se existiu, ninguém viu.

Ninguém também sabe precisar quem fez o excelente negócio.

A Imperatriz das vestimentas teria abocanhado todas as licitações na área.

Pelos abadás, caso tenha sido ela mesmo que tenha feito, como as suspeitas apontam, dá pra se ter uma ideia de quanto a sortuda tem faturado nos últimos anos.

Talvez por isso tenha construído um patrimônio invejável na cidade .

Eita ‘parceria’ que tem dado certo...

6 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Pensei também nisso. 2 kg de alimento não cobre o valor da camisa pela lógica. Aí querem fazer altruísmo as nossas custas, com o nosso dinheiro. Ao mesmo invés dessas camisas, não seria mais lucrativo a prefeitura pegar todo esse dinheiro gasto com essas camisas e comprar alimentos e fazer doações. Mas entendi, tudo isso foi pra fazer Marketing a uma das secretarias que sequer levanta a bandeira em prol as mulheres. Assim ficou bom, gasta dinheiro com camisas, faz marketing e por fora ainda sai como altruísta arrecadando alimentos, sendo que a conta é paga por todos da cidade, até mesmo quem receber o ínfimo alimento.

  1. Anônimo disse...:

    Pior é você porque tu nem trabalha, Oi ganha algum pra difamar as pessoas ou pra ficar calado.

  1. claudio saba disse...:

    Não trabalho?! Então fazer este blog, denunciar uso indevido de verbas públicas é menos digno que a beneficiada da postagem acima? Ah, já sei!!! É você né, Imperatriz?! Doeu, foi?! Por que não aparece mostrando sua cara no comentário pra gente bater um papo com os internautas? Se esconder no anonimato é feio, viu! Tanta grana e você aí escondidinha, escondidinha...

  1. Anônimo disse...:

    É Sabá, por isto que vemos a dificuldade da mudança para um mundo melhor. Pessoas ignorantes promove estes pervertidos, a cultura destes é o carnaval, o BBB, as novelas da globo, as músicas baianas e os noticiários chinfrim da mídia tupiniquim local. Para completar as autoridades e órgãos de fiscalização permanecem inertes aos acontecimentos. Esta vara contagia os incautos e ofusca os obstinado, mas não prevalecerão absortos neste maranhão.

  1. Anônimo disse...:

    Parabéns Sabá pelo trabalho! Sabemos que sua atividade é intensa e não é um trabalho fácil visto que está exposto a comentários maliciosos e aos olhos de pessoas que estão desviando e se dando bem com o dinheiro público. É vergonhoso observar tanta gente na nossa cidade morrendo de fome e nas filas dos hospitais mendigando uma consulta médica, enquanto sabemos que o dinheiro público daria para ter uma saúde digna. O caso dos professores também é uma calamidade pública saber que o dinheiro vem mas, que não é repassado. Imperatriz dos Abadás mostre sua cara. Mas, já sabemos de quem se trata.

  1. Estamos numa era em que a conscientização na política é mandatório..., dependemos dela e a reciprocidade existe, porém há coadjuvante que quer ser o protagonista, disso sabemos de có. Os maus políticos, que são quase em sua totalidade a maioria, protagonizam atualmente o maior descontentamento coletivo do pais, reforçando a necessidade de reforma política, associada a reforma judiciária, penal e administrativa da união. Enfim merecemos acreditar em nos mesmos, e disso promover coletivamente as mudanças necessárias para fazermos deste presente um futuro NÃO CORRUPTO para nossos descendentes.

Postar um comentário