MELHOR FICAR CALADA –Taís Coutinho faz denúncia inconsistente e expõe mais uma vez a dor de cotovelo do seu grupo político

9.3.17
PIOR, IMPOSSÍVEL / Vereadora Taís está tendo um desempenho lamentável na oposição

Não está sendo nada fácil a vida dos opositores do prefeito Fábio Gentil na Câmara Municipal de Caxias. A vereadora Taís Coutinho que o diga...

As dificuldades da nova oposição no parlamento municipal caxiense não se dão por retaliações ou por nenhum tipo de perseguição do comando da Casa do Povo referentes ao direito a livre manifestação.

Mas é que sem críticas ou cobranças minimamente justas ou amparadas em alguma lógica, a vereadora Taís, que vem a ser prima do ex-prefeito Léo Coutinho, tornou-se na Câmara Municipal uma espécie de porta-voz daqueles que sofrem de severa crise de abstinência pós-derrota eleitoral.

Trazendo ao debate denúncias e questionamentos sem um mínimo de consistência, Taís Coutinho usou a tribuna da Câmara para “denunciar” a celebração de um contrato entre a FAI – Faculdade do Vale do Itapecuru, de propriedade do ex-prefeito Paulo Marinho, e a Prefeitura de Caxias. A vereadora questionou a impossibilidade desse contrato entre uma empresa que tinha o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior como sócio, bem como trouxe várias certidões onde supostamente mostravam a existência de dívidas da referida faculdade com o fisco municipal.

Apesar de estar munida de ‘provas’, Taís Coutinho não conseguiu, na sua ‘grave denúncia’, apontar o objeto do contrato entre o município e a FAI, o que tornou sua fala uma mera demonstração de como não se deve usar uma tribuna para fazer uma ‘grave’ cobrança sem saber a realidade do que está sendo denunciado.

Sargento Moisés desmontou todos os argumentos usadas pela
representante da família Coutinho na Câmara
Mas coube ao vereador Sargento Moisés, estreante no parlamento, dar uma demonstração de como deve ser o comportamento de um político e abordou a falta de sentido nas ‘denúncias’ da representante da família Coutinho.  “Porque me parece que a vereadora [Tais] tá dizendo que a Instituição [FAI] tá levando vantagem em cima da Prefeitura, tendo algum bônus com isso, e quem tem bônus com isso são os alunos que frequentam, são os caxienses e as pessoas a serem atendidas por esses alunos”, disse Moisés acrescentando que a ele não interessava “se o Paulo Marinho Júnior tá devendo o IPVA do carro dele e nem se o Mário Assunção tá devendo a quitanda da esquina, eu quero saber é se o algum procedimento [o contrato entre a FAI e o município] é legal, é só isso que eu quero saber”.

Destruindo de vez qualquer argumento que a Coutinho pudesse usar para tentar encontrar irregularidade no contrato celebrado entre a FAI e a Prefeitura, Sargento Moisés revelou a correta condução do prefeito Fábio Gentil quando da análise dos contratos entre a atual gestão e as duas faculdades particulares do município, sendo que a Facema, que pertence aos parentes da vereadora Taís, teve um contrato mantido sem nenhum empecilho e a FAI, de propriedade da família Marinho, teve que ser submetido ao departamento jurídico para que fosse efetivado.

“Só pra você ver o grau de responsabilidade e isenção que o prefeito Fábio Gentil demonstrou nesses dois casos, esses casos passam pelo secretário de Governo, Catulé Júnior, e ele, ao consultar o prefeito sobre o processo de convênio que tem, nos mesmos moldes, a Facema com a Prefeitura, e ele [Catulé Júnior] disse ao prefeito: “nós temos aqui um convênio com a Facema, nós mantemos o convênio ou a gente zera tudo, começa de novo?”, explicou o vereador revelando que o prefeito Fábio Gentil teria determinado prontamente que fosse mantido a parceria entre a Prefeitura de Caxias e a faculdade dos seus inimigos políticos, pois o mesmo “é salutar para a sociedade. Isso aí é beneficio pra sociedade”. “Diferente do tratamento até com a FAI, porque quando chegou o processo [de convênio] na mão do secretário de governo, Catulé Júnior, o prefeito, na mesma hora, disse: “traga um parecer jurídico pra ser acostado aos autos do processo”, explanou o parlamentar mostrando o caráter republicano e sério da gestão Fábio Gentil.

Ao final da sua fala, o vereador Sargento Moisés leu um comentário feito numa rede social pelo ex-prefeito Paulo Marinho, onde o mesmo explicou o objeto do referido convênio entre a FAI e a Prefeitura, onde não existe nenhum ônus financeiro para o município, mas sim benefícios, pois os alunos do curso de odontologia, que será criado na instituição de ensino, irão prestar serviços gratuitos à população.

A lição que fica de tudo isso é a incapacidade da vereadora Tais Coutinho em conseguir formular uma denúncia minimamente séria, pois suas intervenções na tribuna só conseguem ecoar o choro dos ex-mensalinhos da Prefeitura de Caxias que, em severa crise de abstinência, passam o dia nas redes sociais falando bobagem e tentando, de forma tresloucada, imputar ao prefeito Fábio Gentil os erros e as consequências das desastradas administrações da sua família.

Mas quem será mesmo que está assessorando a vereadora oposicionista quando ela faz suas ‘denúncias’ na tribuna da Câmara?!

Pelas gafes cometidas até agora, acho melhor Tais Coutinho demitir essa fraca assessoria, pois corre o risco de perder credibilidade (?!) e ver sua reeleição ir por água abaixo.

Pense bem, vereadora!

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Quem diria hein ?! toda-toda antigamente...titio pra cá, titio pra lá.....

    Agora má fia tá sentindo o peso do voto caxiense...

    Não adianta atacar Nosso prefeito! Ele não tomou o poder vereadora !Ele foi eleito e colocado pelo povo !

    Povo esse que vocês debocharam, pisaram e usaram por muito tempo.

    O mesmo povo que vocês acreditavam que seria ludibriado pela Casa Grande novamente.

    Se você quer atacar alguém, ataque o povo de Caxias então...

    Nós colocamos ele lá, e digo mais, todos aqui estamos confiantes e de alma lavada sim senhora....

    Quanto à questão de FAI, nos poupe dessa bobagem de criticar ...

    Você tem formação acadêmica, deixe os outros adquirirem também tamanha vitória....não seja egoísta.....

    Facema teve todo apoio na época do teu primo prefeito que, diga-se de passagem, foi o pior de toda a história de Caxias....você sabe disso, sabe sim....

    Continue apresentando projetos, requerimentos.....frequentando as sessões sim....lute pelo seu emprego ó nobre edil

    ....E, ACIMA DE TUDO, DEIXE O FÁBIO TRABALHAR !

    OLHA, se ele não atender as expectativas, nós mesmos, que fizemos parte da campanha dele, iremos chamá-lo a atenção...e se ele não ouvir, como fazia seu querido primo com os vidros da Hilux fechados e com 3 seguranças... nós trocaremos o Fábio por outro !


    Democracia é isso....

    Todo poder não emana do povo ?!

    Por que se chatear com Fábio ?

    Pra terminar, com todo respeito, claro,...

    QUE BONITO HEIN ?!

    QUE CENA MAIS LINDA, SERÁ QUE ATRAPALHAMOS OS PLANOS DE VOCÊS AÍ......

    QUE LIXO, CÊS TÃO DE BRINCADEIRA, NÃO TOMAM MAIS CALDO NO MERCADO TODA SEGUNDA FEIRA ?!

    Ah....



    Marcelo Alcântara de Bourbon e Algarves Kuerten II

  1. Anônimo disse...:

    Belas palavras,caro Marcelo,Nao me lembro de algum projeto dessa vereadora,durante esses anos que o povo colocou na camara.Qualquer pessoa,por mais inocente que seja,sabe-se que,a ficha pra eles ainda nao caiu,e acima de tudo,nao aceitam a derrota.Nao sou politico,nao faco parte de nenhum grupo politico,mas,acompanho o dia-dia da nossa cidade.Fabio Gentil,tem usar a sua inteligencia pra governar,pois com dois dias de governo,os mensalinhos já estavam perseguindo,e continuarão,durante esse quatro anos vindouro.Conformem-se com a derrota queridos,pois voces passaram doze anos mamando,deixa o prefeito trabalhar,como disse nosso amigo,se nao prestar,a gente muda.Abraços,Saude,e paz a todos

  1. Anônimo disse...:

    Para os Coutinho tudo podia fazer hoje na gestão de Fábio até quem não existia começa a parece, o ministério público ressuscitou...

Postar um comentário