Governo garante assistência técnica aos agricultores familiares do ‘Tabuleiros de São Bernardo’

31.3.16

O Sistema de Agricultura Familiar, composto pela Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) e Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), visitou nesta quarta-feira, 30, o perímetro irrigado ‘Tabuleiros de São Bernardo’, em Magalhães de Almeida, para dar continuidade às atividades de revitalização do projeto.

Criado há 30 anos com o objetivo de gerar produção de fruticultura irrigada, tirar famílias da pobreza e combater a seca, o projeto ‘Tabuleiros de São Bernardo’, executado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), será retomado após assinatura de um acordo de cooperação técnica entre o Estado e o Dnocs para alavancar a produção agrícola no Maranhão.

Após tantos anos sem a assistência necessária, os irrigantes do Tabuleiro de São Bernardo esperam deste governo a ação concreta que vai ajudá-los crescer e contribuir com o desenvolvimento do estado, diminuindo nossas importações de frutas, verduras e hortaliças. Com a visita técnica e o diálogo com os produtores, poderemos agir de forma ainda mais precisa na reativação do projeto, com a celeridade determinada pelo governador Flávio Dino”, destacou o secretário de Agricutlura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Márcio Honaiser.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, acompanhou a visita ao local e reuniu com a equipe do Governo, Dnocs e irrigantes, e dialogou com os presentes ressaltando a importância do projeto para a agricultura familiar e garantiu Assistência técnica (Ater) para as famílias de produtores.

O Governo vai levar ações para revitalizar o Tabuleiros e a Agerp colaborará na gestão levando Assistência técnica (Ater) e conhecimento às famílias dos agricultores familiares, pois sabemos que a Ater é fundamental para o desenvolvimento da agricultura familiar”, disse o presidente Júlio César Mendonça.

São 78 famílias associadas e beneficiadas pelo ‘Tabuleiros de São Bernardo’ que utilizam pouco mais de 327 hectares – da área total de 11 mil hectares - para a produção de banana, melancia, coco, limão, tangerina, laranja, mamão, goiaba e caju. A primeira fase de revitalização do projeto planeja ampliar para 5 mil hectares para a produção de fruticultura irrigada, com a mescla de agricultura familiar e empresarial ampliando.

O superintendente de Reordenamento Agrário da Secretaria de Agricultura Familiar, Valdinar Barros, disse que a SAF reafirma o compromisso com o agricultor familiar em resgatar um projeto importante pela diversidade de produção. “O governador Flávio Dino defende o desenvolvimento do Maranhão por meio da produção, e com a retomada do ‘Tabuleiros’ estamos trazendo de volta a esperança aos irrigantes e vamos integrar ações para levar políticas públicas, principalmente, assistência técnica, para as famílias que tiram da terra o sustento”, destacou o superintendente Valdinar Barros.

Além do Sistema, estiveram presentes representantes do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), o secretário de Agricutlura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Márcio Honaiser, o secretário adjunto de Minas e Energia (Seme), Francisco Fraga, lideranças políticas da região e agricultores familiares irrigantes.

0 comentários:

Postar um comentário