Sarney é contra nova CPMF e defende Rodrigo Maia: “sensata posição de não aceitar que o País seja passado para trás”

4.8.20

Em artigo publicado neste fim de semana, o ex-senador José Sarney defende a atuação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia contra a implantação de uma nova CPMF.

Sarney lembra que, originalmente, a CPMF, quando criada, destinaria recursos para saúde e depois os recursos foram utilizados para pagamento de juros.

“A motivação era mais que nobre, dinheiro para saúde sempre à míngua. A primeira resistência veio dos bancos, reação violenta que, se não estou traído pela memória, a que já tenho direito, foi até ao STF. Tinha como aval e idealizador o Professor Adib Jatene, cientista consagrado, austero, respeitado e ouvido, que se tornou arauto da causa e peregrino desses recursos que iriam salvar a saúde. Sob seu prestígio e sua proteção ninguém recusava apoio. Passou. Dinheiro exclusivamente para saúde. (…) O dinheiro da CPMF da saúde tinha sido desviado pra pagar juros da dívida!… A decepção não era só dele. Era de todos nós que o tínhamos acompanhado. A Saúde ficou chupando pirulito”, lembra.

No fim, Sarney elogia a atuação de Rodrigo Maia por se posicionar contra a criação de um novo imposto aos moldes da CPMF. “O deputado e excelente Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que com tanto brilho tem desempenhado suas funções, tem formulado muito bem, e prudentemente, a sensata posição de não aceitar que o País seja passado para trás.” (Blog do John Cutrim)

0 comentários:

Postar um comentário