Prefeitura de Caxias eleva para 5 a quantidade de UBSs com atendimento noturno em Caxias pelo Programa Saúde na Hora

23.7.20

A Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, elevou para cinco a quantidade de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com funcionamento noturno. Com isto, o atendimento será das 7h às 22h. Mais duas unidades passaram a realizar os atendimentos nesta terça-feira (21), a UBS do Residencial Vila Paraíso e a UBS Antenor Viana, pelo Programa Saúde na Hora do governo federal.

“Anteriormente chamávamos de UBS Noturna porque não havia habilitação, mas a gente conseguiu pleitear e habilitar, e hoje o município fez adesão ao Programa Saúde na Hora. Nós temos cinco unidades habilitadas neste programa, além das três já existentes, hoje nós conseguimos abrir Vila Paraíso e Antenor Viana. São extremos na cidade, onde a população de grande território que vai proporcionar uma ampliação no acesso, em horário estendido, dessas unidades”, explica Camila Lopes, coordenadora municipal da Atenção Primária.

“A UBS Noturna vem prestar os mesmos serviços oferecidos pela manhã e à tarde, principalmente para aqueles pacientes que não têm condição de vir à UBS por trabalharem durante o dia. Nós também prestamos atendimento de urgência para casos suspeitos de covid-19”, frisa Leandro Moura Fé, médico da UBS do Residencial Vila Paraíso.

As UBSs dos bairros Volta Redonda, Campo de Belém e Cohab já realizavam atendimento até as 22h com serviços como consultas médicas, obstetrícia, pré-natal, consulta ao idoso, pediatria, consulta à gestante, serviços odontológicos, dentre outros. No consultório odontológico instalado em um trailer em frente à UBS, os serviços estão disponíveis para a população na Vila Paraíso.

“Basicamente a gente atende os casos de urgência. O paciente está sentindo alguma dor, vamos avaliar, verificar o caso, em caso de o paciente precisar de um atendimento mais especializados encaminhamos para o Centro de Especialidades Odontológicas, o CEO. Em caso de urgência, a gente faz acesso, extrações, a parte mesmo de urgência, daquele paciente que chega sentindo dor, para que a gente esteja solucionando o problema desse tipo de paciente”, afirma Rodrigo Freire, cirurgião-dentista.

No caso de pessoas que se apresentam à UBS com alguma síndrome gripal para buscar serviços odontológicos, existe um protocolo de atendimento para que primeiro o paciente se recupere dos sintomas apresentados para em seguida fazer algum procedimento odontológico.

“O paciente, quando chega à UBS, passa por uma triagem. Se ele tiver algum sintoma gripal, será avaliado pelo médico. Se tiver alguma suspeita, ele será orientado a tratar os sintomas primeiro, ou seja, a gente não está orientado a atender no Consultório Odontológico pacientes com covid-19”, explica o cirurgião-dentista.

Para Paula Cristina e Emanuel Morais, moradores do Residencial Vila Paraíso, a iniciativa favorece a todos de uma forma geral, mas principalmente àqueles que não têm como recorrer à unidade de saúde durante o dia.

“Vai ajudar muito aos moradores, porque as outras unidades de saúde eram muito longe, então já facilita muito para os moradores da nossa comunidade”, disse Paula.

“Vai melhorar muito, porque tem muita gente necessitada, e às vezes precisa do atendimento mais à noite. Quando não tinha, a gente tinha que pegar moto ou carro para ir aos bairros mais próximos, Cohab e Volta Redonda, mas agora aqui vai ficar muito melhor”, disse Emanuel. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário