Catulé afirma que nova instalação do Ministério Púlico deixa mais fortalecida a Cidade Judiciária de Caxias

14.11.19

Ao se pronunciar para a imprensa sobre a inauguração da nova sede do Ministério Público do Maranhão, em Caxias, na tarde dessa quarta-feira (13), o presidente da Câmara de Caxias, vereador Catulé (PRB), louvou a iniciativa do Procurador Geral de Justiça do Estado, Luiz Gonzaga Martins Coelho, por colocar mais uma célula em funcionamento no contexto da Cidade Judiciária de Caxias, que já é um complexo de edificações que aglutina, em uma só área, no bairro Campo de Belém, as mais importantes instituições ligadas ao sistema judiciário do nosso país.

Satisfeito por ter contribuído para a consolidação do empreendimento do Ministério Público Estadual em Caxias, uma vez que foi a Câmara Municipal que aprovou a solicitação da prefeitura para a doação de um terreno para a entidade, contribuindo para retirá-la das instalações modestas onde funcionava, no centro da cidade, ao lado onde esteve instalada a antiga casa da Justiça, o presidente da Câmara lembrou, em entrevista, os passos iniciais que assistiu para que a Cidade Judiciária de Caxias se tornasse hoje uma referência, não somente na região do leste-maranhense, mas em todo o interior do Estado.

"Vejo, com satisfação, que é uma Cidade Judiciária se tornando realidade, mais forte ainda. Quando ela foi idealizada, pelo então ministro-presidente do Superior Tribunal de Justiça, o caxiense Edson Vidigal, alguns levaram a proposta na gozação, e até diziam que era um sonho que não se realizava. Mas, hoje, está aqui o resultado. Além das instalações do Fórum do Tribunal de Justiça do Maranhão, do Ministério Público Federal, da Justiça Federal, da Justiça Federal do Trabalho, da Receita Federal, da Ordem dos Advogados do Brasil, enfim, dos órgão públicos que servem à sociedade brasileira, agora, nós estamos aqui recebendo o Ministério Público Estadual, uma instituição forte, instalada em prédio seguro, confortável, e isso vai fazer com que ele seja um órgão mais ágil e, portanto, em condições de oferecer um trabalho mais preciso, mais célere, a toda região do leste maranhense", afirmou na oportunidade. (Ascom/CMC)

0 comentários:

Postar um comentário