Creches de Caxias oferecem suplementação alimentar por meio do Programa NutriSUS

16.1.19

O NutriSUS é um programa de suplementação alimentar do governo federal, desenvolvido para crianças de baixo pesoou com anemia, e contempla a faixa etária de 06 meses a 4 anos.

A Creche Izabel Dolores, no bairro Antenor Viana, é uma das unidades pactuadas em Caxias. Os alimentos são criteriosamente preparados para receber o nutriente contido em um pequeno sachê e tudo é minuciosamente acompanhado pela nutricionista kamila Sousa, responsável pelo Programa em Caxias.

“São sachês com micro e macro nutrientes, vitaminas do complexo B, vitamina A,ácido fólico e ferro para tirar as crianças da desnutrição e da situação de anemia. Fazemos a capacitação com as cozinheiras para a administração dos sachês”, explicou a nutricionista.

A suplementação é feita no primeiro semestre com 60 suplementações e outras 60 na segunda etapa. Em 2018, foram suplementadas 280 crianças. O cardápio é variado.

Maria Sofia tem cinco anos e aprova a alimentação. “Eu gosto do lanche da escola porque é uma delícia! Eu e meus amigos aproveitamos, aqui na creche é muito bom”, destaca.

Todas as crianças que participam do NutriSUS são devidamente autorizadas pelos pais a receberem a suplementação.

“Estamos sempre mostrando aos pais como é o desenvolvimento; eles assinam um termo concordando com a suplementação. Sempre estamos em reunião com eles para apresentar os resultados e eles nos trazem relatos positivos do desenvolvimento dos filhos”, enfatiza Magna Reis, diretora da Creche Izabel Dolores.

Em Caxias, quatro creches são pactuadas, sendo uma na zona rural. São elas: Izabel Dolores, no Antenor Viana; Fundação José Castro, no Ponte; Creche Vila Lobão e Escola Engenho D’agua, na zona rural.

Além da suplementação do NutriSUS, o PSE (Programa Saúde na Escola) desenvolve outras atividades em unidades educacionais do Município.

“A gente trabalha também com vacinas nas escolas e o PSE tem essa parceria entre saúde e educação.  As diretoras de escolas nos procuram e então vamos às escolas e creches fazer as vacinas que, por ventura, estejam faltando. Realizamos palestras educativas e em 2019 temos um projeto a ser realizado abordando a gravidez na adolescência”, ressaltou Amanda Serejo, coordenadora do PSE\Saúde.

“Temos o acompanhamento de duas nutricionistas, uma da saúde e outra da educação, que fazem a capacitação com as manipuladoras de alimentos para que estas possam adicionar os micronutrientes na comida das crianças. Professores e gestores também são capacitados para acompanharem. Além, disso, as nutricionistas fazem o acompanhamento durante todo ano”, reforçou Joselma Lopes, coordenadora do PSE\Educação. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário