Após críticas de oposicionista, Catulé faz esclarecimento sobre a Guarda Municipal

12.6.18

Diante a acusação do vereador Edilson Martins (PSDB) sobre falta de gratificação de guardas municipais que trabalham em lugares específicos, o presidente da Câmara, vereador Catulé (PRB), fez questão de fazer um esclarecimento na sessão dessa segunda-feira (11).

De acordo com o vereador Catulé, a Casa recebeu um projeto de lei que foi formatado no meio da própria Guarda Municipal. “Até porque não poderia nascer desta Casa, pois não legislamos em matéria financeira. A parte interessada formatou e assim orientou a prefeitura municipal de como a Guarda gostaria”, explicou o parlamentar.

O presidente da Câmara alertou para a necessidade de debater melhor a matéria antes da sua aprovação. “Quando chegou a esta Casa achei que deveria ser debatido com mais propriedade, mas tinha um colega aqui que se apressou achando até que nós estaríamos protelando. E aqui foi votado, sem nem o próprio colega verificar o que era a matéria, que era dever”, disse.

“Então aqui eu quero isentar o prefeito Fábio Gentil (PRB) de tudo isso. Mas nós particularmente, o presidente desta Casa, já entrei no circuito e conversei com o prefeito que não criou nenhum obstáculo para resolvermos essa situação. É preciso se fazer justiça ao prefeito da nossa cidade”, acrescentou o vereador Catulé. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário