Vereadores de Caxias criticam corte de cerca de R$ 9 milhões da Uema

24.6.17
Legisladores caxienses criticaram, na sessão de quarta-feira (21), o governo estadual pelo corte de quase R$ 9 milhões no orçamento da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O assunto foi levantado pelo vereador Magno Magalhães (PSD). “É uma irresponsabilidade do governador do Estado quando se tira de uma universidade algo que já lhe é carente. E aqui faço discurso como professor daquela instituição. Eu defendo essa bandeira muito antes de ser político”, destacou.

Em apoio ao pronunciamento de Magno Magalhães, Sargento Moisés (PSD) disse que “não é surpresa, pois se o governador tira da saúde, que é o principal foco hoje de debates, imagine da educação”.

A vereadora Aureamelia Soares (PC do B) relatou investimentos pelo Governo do Estado no ensino superior no Maranhão, a exemplo dos feitos na UemaSul.

“Fico um pouco com inveja quando a colega falou dos investimentos na Universidade do Sul. Mas ela não serve para nós caxienses. Nós queremos é a Universidade Leste em Caxias, queremos o Hospital Universitário da Uema funcionando em Caxias”, frisou o vereador Ximenes (PR).

Ximenes lembrou ainda a dívida política que o governador Flávio Dino tem para com a cidade. “Pegamos na mão de Flávio Dino. Ele foi abraçado pelo deputado Humberto Coutinho, que o levou pela orelha a ter o primeiro voto e assim a se eleger deputado federal com o povo de Caxias. Caxias não é nada para o governador, é só a mãe, o pai, o avó e avô na política do Maranhão”.

Segundo o vereador Edilson Martins (PSDB), “realmente o Governo do Estado tem seus pontos positivos e tem seus pontos negativos, assim como qualquer governo”.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Esse grupo que está tentando criar essa uema leste é sem crédito, sabá você que é tão informado vá a fundo e veja quem são essas pessoas, procure seu passado pelos instituição... só falar é muito fácil, investiga sabá

Postar um comentário