Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca vai investir R$ 800 mil reais do PAA de Caxias-MA

5.5.17
Ney Jefferson - Secretário Municipal de Agricultura Abastecimento e Pesca de Caxias

Na semana do trabalhador, a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca que desenvolve ações de incentivo ao homem do campo, anunciou que tem em caixa, aproximadamente R$ 800 mil reais que serão investidos na compra e distribuição de alimentos que vêm direto da agricultura familiar.

Este trabalho permite o abastecimento da rede de assistência social e de saúde do município de Caxias, com o alimento produzido pelo produtor rural do município. Este esforço é feito através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que permite as compras governamentais, sendo este um dos Programas Federais desenvolvidos em Caxias.

Trabalhamos com mais de 100 famílias do Município de Caxias por meio do (PAA). Nós estamos comprando do trabalhador os produtos e distribuindo na rede de assistência social e na rede de assistência à saúde, e tem dado muito certo, ressalta Ney Jefferson, Secretário Municipal de Agricultura Abastecimento e Pesca.Um dos principais desafios que a secretaria tem pela frente junto aos trabalhadores rurais é na assistência técnica. Segundo o secretário Ney Jefferson, o município está fazendo história ao desenvolver um trabalho com seriedade na assistência técnica que até o ano de 2016, era praticamente inexistente.

Nós assumimos a Secretaria de Agricultura Abastecimento e Pesca no dia 02 de janeiro e de lá para cá temos desenvolvido um trabalho de assistência aos trabalhadores e trabalhadoras. Nós temos a assistência técnica e a comercialização. Até o ano passado, praticamente nenhum agricultor era assistido a partir da assistência técnica. A nossa meta é atender mil famílias este ano, ressaltou o secretário.

Sobre o desafio do trabalhador no cenário atual, o secretário afirma que é importante que cada trabalhador caxiense, seja do campo ou da cidade, reflita bem sobre as lutas que ele teve que travar para chegar as conquistas asseguradas hoje.

“Primeiro é preciso que a gente faça uma reflexão de como nós conquistamos os nossos direitos e de que forma conseguimos atingir a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Precisamos continuar com o sentimento de conquista direito e resgatar esse sentimento de mobilização e de organização que nos fez chegar até aqui para não permitir retrocessos”, afirma o Secretário.

(Ascom/Caxias)

0 comentários:

Postar um comentário