TRAPALHADA - Junto com Léo Coutinho, Fause Simão articula oposição a Fábio Gentil e pode amargar 4 anos de ostracismo político

6.12.16
DIVERSÃO PODE SAIR CARA - Fause Simão pode estar dando um tiro no pé
ao se aliar a Léo Coutinho na oposição a Fábio Gentil

Com o passar dos anos, o atual secretário municipal do Trabalho de Caxias, Fause Simão, dá sinais de que perdeu a sensibilidade política ao não saber analisar a conjuntura do momento.

Com o grupo Coutinho esfacelado após a derrota eleitoral no município, Fause Simão procura justamente o desgastado Léo Coutinho, a quem chama de “meu ídolo”, para tentar empurrar o irmão, Paulo Simão, como presidente da Câmara Municipal.

As reuniões e trocas de telefonemas entre FS e LC são constantes em busca do objetivo de ambos, que é dificultar ao máximo a próxima administração.

A movimentação do secretário do Trabalho mostra-se incoerente e totalmente sem sentido, pois busca apoio justamente no arqui-inimigo do futuro prefeito para conseguir seu intento de comandar o legislativo.

Léo Coutinho mostrou na sua desastrada gestão não possuir capacidade administrativa e muito menos política para comandar a cidade.

Buscar apoio em que já demonstrou ao longo de 4 anos não ter o mínimo de traquejo, mesmo tendo herdado um coeso grupo do tio, é de uma falta de bom senso que chega a impressionar a classe política.

Fause Simão tem transitado muito bem ao longo de diferentes gestões no município. O fato de ser irmão do desembargador Jamil Gedeon tem servido como muleta para ele ao longo dos anos, mesmo que o irmão do Tribunal de Justiça não saiba das recentes peripécias do mano querido.

O parentesco com um desembargador do TJ conseguiu no passado impressionar vereadores do baixo clero, mas, nos tempos atuais, mesmo o mais inexperiente parlamentar sabe que isso não significa absolutamente nada nas demandas da administração municipal.

Embora tenha saído praticamente ileso politicamente pelos deslizes cometidos ao longo dos anos na política caxiense, nos últimos dias Fause tem extrapolado e saído do limite aceitável ao se aliar com os opositores de Fábio Gentil na trapalhada de conquistar o comando da Câmara.

Apesar de parecer uma ação totalmente suicida, o atual secretário do Trabalho sabe muito bem dos riscos que está correndo. As consequências de se aliar aos inimigos do futuro prefeito podem alterar seus planos para os próximos 4 anos.

Embora não seja muito ativo nos tribunais de Caxias, Fause é advogado e certamente não lhe faltará uma vasta clientela quando não estiver mais ocupando o pomposo cargo de secretário municipal, onde um séquito de assessores lhe garante um status social invejável.

Caxias poderá não ter mais um integrante da família Simão ocupando um importante cargo na administração do município, mas a cidade ganhará um advogado de mão cheia.

Mas a vida é assim mesmo...

4 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    COMO E QUE ALGUÉM PODE SER PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL SE NEM CONSEGUE SE COMUNICAR EM PUBLICO? NEM TEM ORATÓRIA,SEMPRE USOU O IRMÃO PRA PEDIR VOTOS PRA ELE? TANTA GENTE COMPETENTE.VAMOS REVER ISSO, PRECISAMOS MUDAR.

  1. Anônimo disse...:

    Lá não tem nem um competente todos da iguais só pensam em se mesmo e não no povo

  1. Anônimo disse...:

    Meu voto vai pra catule

Postar um comentário