Governo Flávio Dino repassa quase R$ 8 milhões para HGM de Caxias em 2016 e administração Léo Coutinho vai entregar Hospital praticamente destruído para o sucessor

14.12.16
Definitivamente, o governador Flávio Dino deve urgentemente reavaliar suas amizades e, principalmente, os aliados políticos com os quais ele faz parcerias administrativas, pois corre o risco de ver os recursos destinados para a correta e justa aplicação no serviço público correr pelo ralo da incompetência. 

Pegando como exemplo os correligionários que ele tem em Caxias, a família Coutinho está fazendo o governador passar o maior vexame devido as péssimas condições que vão entregar o sistema de saúde da cidade para a próxima gestão após as dezenas de milhões repassados ao município para melhorias no setor.

O que fizeram com o dinheiro?! Repasse do governo do MA em maio de 2016 
para Hospital de 100 leitos em Caxias registrado no Portal da Transparência
O Hospital Geral do Município, que neste ano recebeu uma vultosa contribuição através do Programa Saúde Para Todos, no valor de R$ 7.850.696,70 (sete milhões, oitocentos e cinquenta mil, seiscentos e noventa e seis reais e setenta centavos), é o retrato mais bem acabado da incompetência, falta de compromisso e irresponsabilidade administrativa de um gestor quando se percorre os corredores daquele que é o único hospital do município para realização de cirurgias e atendimento de baixa e média complexidade.

Sem as mínimas condições de higiene para receber pessoas saudáveis, a saúde de um doente pode apresentar um quadro de piora considerável devido as condições insalubres do local.

Piso sujo, teto avariado, portas e cadeiras quebradas, macas sem condições de uso, esgoto interno em situação deplorável, banheiros destruídos e uma situação de abandono total fazem do Hospital Geral de Caxias a imagem mais bem acabada do que os 12 anos de gestão da família Coutinho fizeram com a saúde do município.

É bom que o governador Flávio Dino pense duas vezes antes de ouvir seus aliados em Caxias ao decidir se vai ou não fazer parcerias com o futuro gestor, que foi eleito porque o caxiense deu um redundante “não” para Humberto Coutinho e companhia.

As imagens abaixo falam por si só e não precisam de legenda para que o leitor tire suas conclusões da situação do HGM de Caxias.

E lembrar que a mídia coutinhiana alardeava que Caxias tinha a melhor saúde do Maranhão...


5 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Ah, mas tem que pensar no povo...e quem foi que pensou no Flávio Dino? Ora...

  1. Anônimo disse...:

    UPA 24h Caxias-MA eles conseguiram destruir em tempo recorde, seis meses, se apresentar em situação semelhante ao Hospital Geral. Todos os dias faltam pelo menos um médico plantonista, falta medicações, pessoas esperam até dez dias p fazer uma Cirurgia de Urgência.

  1. Anônimo disse...:

    Votei em dr. humberto 2004,2008,para leo em 2012, mas coutinhos jamais terá meu voto.Acordo povo maravilhoso de nossa querida Caxias.

  1. Anônimo disse...:

    Só quem não que emchergar que os coutidianos deixarão a cidade atolada na merda.

Postar um comentário