Oposição em Caxias ensaia nova versão do “Samba do Criolo Doido” para conter debandada; plantar candidatura de Adelmo Soares é flerte com o escárnio

21.1.20
Não está sendo fácil a vida dos opositores do prefeito Fábio Gentil diante da proximidade das convenções partidárias e consequente início da campanha eleitoral. A empolgação dos trombeteiros oposicionistas na blogosfera nada mais é do que uma tentativa de garantir uma sobrevida ao grupo.

Na noite desta segunda-feira (20), uma nova ilação foi criada dando conta de uma suposta candidatura de Adelmo Soares a prefeito de Caxias no campo oposicionista.

Vindo a luz na noite desta segunda-feira, a gestação da ‘notícia’ deu-se durante uma animada festa de pagode realizada em Caxias 24 horas antes, onde o deputado Adelmo Soares ainda arriscou alguns passos de dança ao lado do ex-vereador Ironaldo Alencar. Mas como haviam ensaiado o Samba do Criolo Doido, sucesso da década de 1970 do Demônios da Garoa, tanto AS como IA deixaram a festa cabisbaixos diante da negativa do jovem pagodeiro em entoar uma música que não consta no seu moderno repertório.

A nova versão do Samba do Criolo Doido na política caxiense não encontrou vida longa, haja vista que a informação dando conta de uma suposta desistência de Thais Coutinho como pré-candidata a prefeita ganhou uma forte reprimenda da mesma minutos depois. A vereadora informou não existir possibilidade de abrir mão de sua pré-candidatura.  

A ilação desta segunda-feira, dando conta de uma candidatura de Adelmo Soares a prefeito em detrimento a outros nomes oposicionistas soma-se a malfadada tentativa de incensar o juiz Antonio Manoel Araújo Velozo a lançar-se como postulante ao cargo de prefeito.

Mas não pense o leitor que a inconsistência e falta de rumo daqueles que formam parte da oposição em Caxias irá deixar de alimentar seus áulicos virtuais.

Se escolheram agora o deputado Adelmo Soares em busca de animação na internet, certamente farão a festa quando Paulo Marinho Júnior assumir o mandato de deputado federal nas próximas semanas. Será um prato cheio para animar a oposição caxiense, que, faltando 5 meses para as convenções partidárias, busca uma importante defecção no grupo do prefeito Fábio Gentil para que possam levar algum tipo de esperança ao grupo.

Com votação pífia em Caxias nas últimas eleições, onde não alcançou 5% dos votos para deputado estadual (obteve 3.485 votos), Adelmo Soares, mais uma vez, peca na sua movimentação atabalhoada ao tentar, numa jogada de sorte, lançar seu nome como alternativa para prefeito.

Devagar, deputado...

1 comentários:

  1. Ricardo disse...:

    E outra...Você sabe bem que eleição para deputado é bem diferente de uma eleição para prefeito... Caso contrário, Feliciano do bombom seria eleito vereador fácil em 2016, pois teve mais votos que o Ney Jefferson nas eleições de 2014 (mais de 3 mil votos)... Então, não adianta você querer comparar. Abraços !

Postar um comentário