Técnicos da Setur são capacitados para estruturação do Turismo no Maranhão

28.3.19

O secretário da Setur, Catulé Junior, ressaltou que o turismo é um grande gerador de renda e que parcerias como essa são essenciais para uma execução mais eficiente das ações.

Gestores da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) participaram, durante toda a quarta-feira (27), de videoconferência sobre o Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (Prodetur+Turismo). O objetivo da capacitação é apoiar projetos na obtenção de recursos para a estruturação dos destinos turísticos, oferecendo oportunidade de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio de parcerias com estados, municípios e setor privado.

O encontro foi coordenado por gestores do Sebrae Nacional, Ministério do Turismo e Embratur que apresentaram o Programa Investe Turismo e as estruturas e direcionamentos do Prodetur+Turismo com linhas de financiamento através do BNDES.

O secretário da Setur, Catulé Junior, ressaltou que o turismo é um grande gerador de renda e que parcerias como essa são essenciais para uma execução mais eficiente das ações.

“O Governo do Maranhão vê o turismo como propulsor do desenvolvimento do estado. Estamos alinhando, junto aos parceiros nacionais, apoio à infraestrutura e a promoção de rotas turísticas, por meio do Prodetur +Turismo, buscando a regionalização, qualificação e sensibilizando os profissionais que oferecem serviços turísticos para que insiram seus dados no Cadastur. Estamos no caminho certo para aquecer a economia local e melhorar a vida de muitos maranhenses”, afirmou Catulé Júnior.

A consultoria especializada, oferecida na webconferência, faz com que os técnicos da Setur estejam preparados a orientar projetos do governo e empresários interessados em investir no setor. Segundo o superintendente de Qualificação Profissional da Setur, Fernando Campelo, as parcerias como essa são essenciais para a execução das ações.

“A parceria entre a Setur e o SEBRAE trará mais capacidade de compreensão para os diversos setores dos municípios sobre as oportunidades do "Investe Turismo" e de financiamentos via Prodetur+Turismo”, disse Campelo.

“Os recursos são destinados a financiar a infraestrutura pública e privada de turismo no Estado e no Brasil, bem como ações de promoção dos destinos, informação ao turista e estudos de planejamento e diagnósticos de mercado”, acrescentou.

Selo Mais Turismo

O novo Prodetur+Turismo substituiu o Prodetur Nacional, com maior abrangência de projetos elegíveis e contemplando a área privada. Podem acessar recursos do Prodetur+Turismo todos os municípios inseridos no Mapa do Turismo Brasileiro – anteriormente, apenas estados, capitais e cidades com mais de um milhão de habitantes tinham acesso ao programa.

A Setur atua nos 10 polos turísticos, que englobam os 53 municípios que atingiram critérios para fazer parte das políticas públicas de regionalização do turismo, e fornece orientações para elaboração de propostas, visando a estruturação de destinos turísticos.

Essas propostas são submetidas ao Ministério do Turismo (MTur), que após análise, disponibilizará o Selo Mais Turismo. Com o carimbo, os proponentes poderão pleitear com prioridade linhas de crédito junto às agências financiadoras.

As propostas de financiamento devem ser encaminhadas diretamente ao Ministério do Turismo, por meio do preenchimento de um Formulário Eletrônico disponível no site do programa: www.prodetur.turismo.gov.br.

0 comentários:

Postar um comentário