Secretaria do Turismo entrega carteira de artesão a novos 100 beneficiários no Maranhão

27.3.19

As carteiras irão beneficiar 9 artesãs em Barreirinhas, 67 artesãos em Tutóia e zona rural e, ainda, 24 trabalhadores nos povoados de Água Riquinha, Arame e Vista Alegre no município de Paulino Neves.

Produtores das cidades de Tutóia, Barreirinhas e Paulino Neves receberam, nessa terça-feira (26), a Carteira Nacional do Artesão fornecida pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB). A gestão do programa no Maranhão é feita pela Secretária de Estado do Turismo (SETUR) e tem o objetivo de promover o artesanato e a cadeia produtiva associada ao turismo.

Na ação foram entregues 100 carteiras que irão beneficiar 9 artesãs em Barreirinhas, 67 artesãos em Tutóia e zona rural e, ainda, 24 trabalhadores nos povoados de Água Riquinha, Arame e Vista Alegre no município de Paulino Neves.

A entrega dos documentos que possibilita a formalização acontece após a inserção dos dados dos artesãos locais no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB), como explica a superintendente do Programa Artesanato no Maranhão (SETUR), Viviane de Jesus. “O cadastro fortalece nossa base de dados e nos dá um panorama da produção maranhense possibilitando, assim, informações detalhadas para a implantação de políticas públicas para o setor artesanal e turístico” reforçou a superintendente.

A criação de novos negócios e a continuidade da prática artesanal regional pode ser estimulada com o acesso de mais trabalhadores à esse sistema. De acordo com o secretário da SETUR, Catulé Junior, a inclusão no SICAB possibilita um melhor planejamento de capacitações, financiamentos e promoções da atividade.

“Um estado como o Maranhão que já possui culturas diversas pode materializar esse ativo cultural por meio do artesanato. Com a identidade formal de artesão os benefícios ficam mais acessíveis à essa categoria”, explicou o gestor.

Mairla Meneses e sua mãe Rosemary são conhecidas na região pelo trabalho que desenvolvem com outras mulheres no povoado Manoelzinho em Barreirinhas. A comunidade familiar que trabalha com produção de peças com fibra de buriti foi beneficiada coma entrega dos documentos. “Essa carteira que recebemos é muito importante pois prova que somos artesãos e facilita a participação nas feiras e nas viagens para expor nosso produto” explica a barreirinhense Rosemary Meneses.

Estiveram presentes nas ações, a superintendente de turismo do Polo Lençóis e Delta (Setur), Andrea Sanches, o presidente da Associação do Trade Turístico da região (Atratur), Patrick Araújo, Secretária de Turismo de Tutóia, Fernanda Souza e o secretário adjunto de turismo de Paulino Neves, Edson Santos. Ao longo da semana, os gestores municipais finalizarão as entregas dos documentos aos produtores artesanais.

Programa Artesanato no Maranhão

Criado pelo Governo do Estado, a Lei 10.402/2015 que instituiu o Programa Artesanato do Maranhão tem a finalidade de fortalecer e fomentar o desenvolvimento do artesanato maranhense de forma integrada com o turismo, visando a melhoria das condições de vida do artesão e preservando os aspectos culturais e ambientais do Estado.

Cadastramento de Artesãos

O artesão interessado em se cadastrar, ou recadastrar, deverá comparecer ao CEPRAMA nos horários de 9h ás 15h, com RG e CPF original e cópia, uma foto 3×4, cópia do comprovante de residência e demonstração da produção artesanal.com até 3 peças de produção própria.

Após a apresentação, será feita uma avaliação pela equipe técnica da SETUR e, caso seja aprovado, o cadastro do artesão será inserido no banco de dados do SICAB para que a Carteira Nacional do Artesão seja emitida e entregue ao beneficiário. (Secom/MA)

0 comentários:

Postar um comentário