Caxias vai receber a III edição do seminário Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes

14.6.17
No próximo dia 07 de julho, os moradores de Caxias e região irão debater estratégias para a recuperação da Bacia Hidrográfica do Itapecuru, durante o seminário “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”. O encontro ocorrerá das oito ao meio dia, no auditório do Centro de Treinamento João Paulo II, no Morro do Alecrim.

O seminário, que está em sua terceira edição, é organizado pelo Instituto Cidade Solidária e o senador Roberto Rocha (PSB), com co-realização do Movimento Ensinando e Aprendendo- MEA. Ele já é considerado um dos mais importantes eventos sobre meio ambiente do estado, sobretudo, por despertar o interesse da sociedade para os problemas dos rios e suas nascentes que, em sua maioria, estão sofrendo com assoreamento, seca, poluição, entre outras dificuldades.

Em Caxias, a cerimônia de abertura contará com a presença do senador Roberto Rocha e a participação de especialistas na área de meio-ambiente e sustentabilidade, além de outras autoridades do estado. Na oportunidade, a chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente da CODEVASF- MA, Éricka Cunha, irá apresentar o planejamento da Companhia para a Bacia Hidrográfica do Itapecuru. A programação terá mesa redonda com o tema “Bacia do Itapecuru - Sua Importância e Propostas para Sua Revitalização”. Os ministradores serão Arthur Almada Lima, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Caxias e Carlos Benedito Maciel, coordenador do Comitê da Bacia do Itapecuru.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelos contatos: inscricoes@cidadesolidaria.org e (98) 99221-1261. A entrada será mediante 01 quilo de alimento não perecível, que será doado para instituições de caridade. Em Caxias, as inscrições podem ser feitas no Centro de Cultura, localizado na Praça do Pantheon. Aos que comparecerem ao seminário, será emitido certificado de participação.

SAIBA MAIS

O seminário Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes se destaca por suas ações efetivas em prol da recuperação das bacias hidrográficas maranhenses. As duas primeiras edições do evento, que foram realizadas nos meses de março e maio deste ano, nas cidades de São Luís e Pedreiras, respectivamente, conseguiram atrair um número recorde de público. Além de dar oportunidade de as pessoas expressarem suas ideias, foram também anunciados projetos para a recuperação dos rios. Entre eles, o Programa “SOS Águas do Maranhão” e o “Projeto dos Planos de Nascentes do Rio Mearim e Itapecuru”, que abastece a Ilha de São Luís. Houve ainda a assinatura de dois convênios entre a Universidade estadual do Maranhão (UEMA) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba- CODEVASF. O primeiro é para a “Aquisição de Equipamentos e Construção de Estação de Monitoramento de Água na Bacia Hidrográfica do Rio Itapecuru” e o outro para a “Elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica também do Rio Itapecuru”. (Da Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário