Que vergonha!!! - Justiça eleitoral cancela debate a pedido da coligação de Léo Coutinho

3.9.16
A coligação “A Mudança Continua”, que tem o prefeito Léo Coutinho como candidato a reeleição, conseguiu uma liminar na Justiça Eleitoral cancelando o debate que iria acontecer na noite desta sexta-feira, 02, na TV Band Caxias.

A liminar cancelando o debate é assinada pelo juiz João Pereira Neto, titular da 6ª Zona Eleitoral em Caxias e foi entregue à direção da TV Band Caxias minutos antes do início do programa.

O advogado da Coligação “Caxias é o do Povo”, que tem Fábio Gentil como candidato a prefeito, estranhou a celeridade da decisão do magistrado, bem como o fato do veículo de reportagem da TV Sinal Verde, de propriedade da família do prefeito Léo Coutinho, chegar junto com o carro do TRE em que estava o oficial de justiça que foi notificar a direção da empresa sobre o cancelamento. “Até parece que a direção da Sinal Verde já sabia do teor da liminar”, comentou Adenilson Dias.

Depois da coligação de Léo Coutinho conseguir uma liminar no TRE para que não haja horário eleitoral gratuito na TV em Caxias, e da emissora de rádio da família do prefeito boicotar repetidamente a veiculação do programa de Fábio Gentil, a tentativa de que não exista debate na TV, onde os candidatos podem apresentar propostas e discutir o futuro de Caxias, fica meio difícil para os defensores da candidatura do atual prefeito tentar vender a imagem de que o mesmo é preparado e tem mais propostas e projetos que seu adversário.

A realização de um debate na TV, onde os candidatos poderiam discutir, de igual pra igual, quem está preparado para comandar os destinos do município pelos próximos 4 anos é uma excelente oportunidade para que os eleitores pudessem tirar suas conclusões.

O advogado Catulé Júnior, que faz parte da equipe de advogados da coligação “Caxias é do Povo” e estava acompanhando o candidato Fábio Gentil, aproveitou a oportunidade e fez uma análise sensata defendendo a realização do debate na TV.

A Band Caxias há muito tempo realiza esse debate, inclusive nas últimas eleições, há quatro anos atrás, ela realizou esse debate, convidou os 6 candidatos que disputavam aquele pleito e somente o atual prefeito decidiu não vir até aqui e participar do debate”, lembrou o advogado Catulé Júnior que enfatizou que a realização do debate desta sexta-feira, “é uma forma que tem, de propiciar ao eleitor um maior contato com as ideias e com as propostas do seu candidato”.

Catulé Júnior falou ainda da dificuldade da TV Band entregar o convite para o candidato Léo Coutinho participar do debate. “A direção da emissora procurou por 3 vezes o candidato Leonardo Coutinho, o representante da sua coligação ou o coordenador do seu comitê e por 3 vezes foi rejeitado esse convite”, esclareceu Catulé Júnior que disse ainda que, orientados por advogados, “a direção da emissora procurou o Cartório, para que esse acompanhasse a equipe mais uma vez ao encontro do excelentíssimo prefeito Leonardo Coutinho e da sua coordenação de campanha, e mais uma vez eles recusaram a receber, inclusive a equipe foi maltratada pela coordenadora de campanha, que vem a ser sua tia, a senhora Célia Barroso Coutinho, foram expulsos do comitê e ela se recusou a receber o convite, mas o oficial do cartório prontamente certificou que esteve lá e eles se recusaram a receber”.

O advogado falou ainda das regras que regem um debate eleitoral, onde o candidato não é obrigado a ir, mas que a emissora que promove o debate “tem a obrigação legal de convidá-lo e assim foi feito”.

O candidato a prefeito de Caxias Fábio Gentil atendeu ao convite da emissora compareceu ao debate.

Impossibilitado de ser pelo menos entrevistado pelo mediador do debate, assim que deixou o prédio da TV Band, Fábio Gentil lamentou a decisão do juiz eleitoral e pediu ao seu adversário que promova um debate na emissora de sua família. “Pode escolher o dia e a hora que eu estarei lá, pois não fujo de debate e quero proporcionar ao povo de Caxias a oportunidade de decidir que candidato está mais preparado para governar o município”, desafiou Fábio Gentil.

4 comentários:

  1. Eu já sabia, ele não tem proposta, só tem interesse em manter manter o domínio coutiniano, Caxias está fora dessa!

  1. Anônimo disse...:

    O que o prefeito fez nesses 4 anos de governo? Nada. Então muda caxias, vamos mudar o gestor

  1. Anônimo disse...:

    hoje a reunião foi dura, cobrança geral para aqueles que não foram no comicio de sabado muita humilhação

  1. É lamentável a atitude desse candidato!

    Isso demonstra o quanto a política brasileira, em Caxias não é diferente, tem que ser mudada, sobretudo, no que diz respeito as reformas eleitorais tão importante para nosso país.

    Esse tipo de atitude jamais aconteceria se tivéssemos uma reforma política e eleitoral que proporcionasse uma participação nas eleições de pessoas realmente comprometida pela comunidade, ou seja, o povo.

    Mas, infelizmente, só uma ampla reforma, na minha opinião, não resolveria. O que realmente resolveria de fato esses absurdos que acontecem na política brasileira, seria uma “MELHOR EDUCAÇÃO” para a sociedade. O povo educado, “educação pedagógica”, faz com que esse povo tenha mais consciência crítica e política, e com isso um maior interesse em participar da política.

    Com uma maior participação política da sociedade, não só nas urnas de quatro em quatro anos, mas participando de fato, com cobranças e participando diretamente da vida política da sociedade, sobraria menos espaços para esse tipo de políticos e esse tipo de atitude.

Postar um comentário