AFRONTA - Coligação de Fábio Gentil pede prisão de diretor da Rádio Sinal Verde por desobediência a legislação eleitoral

1.9.16
A Justiça Eleitoral em Caxias tem pela frente um caso que pode mostrar à sociedade que a lei foi feita para todos e que a Constituição não difere políticos e pessoas pelo poder político ou econômico.

A não veiculação dos programas eleitorais da coligação “Caxias é do Povo” pela Rádio Sinal FM, nos horários determinados pela Justiça Eleitoral, pode provocar muitos dissabores ao diretor da emissora, Ricardo Marques.

Os Requeridos RÁDIO SINAL VERDE e seu Diretor Geral RICARDO MARQUES, vem prejudicando de maneira propositada a COLIGAÇÃO CAXIAS É DO POVO, uma vez que não está transmitindo as mídias do horário eleitoral enviada tempestivamente a emissora”, diz trecho da Representação protocolada no TRE nesta quarta-feira, 31. “A atitude da direção da Rádio, por intermédio do seu diretor tem efeito e intenção de DESEQUILIBRAR A DISPUTA ELEITORAL, tendo em vista as mídias com os programas eleitorais da coligação “A MUDANÇA CONTINUA”, cujos candidatos são ligados diretamente aos proprietários da emissora é veiculado normalmente e até repetidos em seguida”, continuam os advogados da coligação oposicionista.

Segundo os causídicos que subscrevem a Representação contra a emissora coutinhiana, mesmo notificada, “a direção da Rádio Sinal Verde DEU DE OMBROS A NOTIFICAÇÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL e em completo desapreço as leis e a Justiça de forma contínua, continua a prática de desrespeitar a Legislação Eleitoral pra ver no que DÁ, causando com sua atitude desequilíbrio no processo eleitoral, privilegiando a Coligação A MUDANÇA CONTINUA”.

Diante de tamanha afronta a Justiça Eleitoral, a Coligação Caxias é do Povo ajuizou a Representação com pedido de prisão por desobediência a Legislação Eleitoral visando equilibrar a disputa eleitoral em Caxias.

Por todo o exposto requer, liminarmente, seja determinada a prisão do diretor da Rádio Sinal Verde, Sr. Ricardo Marques, por contumaz desobediência a Legislação Eleitoral”, pedem os advogados que acreditam que a Justiça Eleitoral possa garantir a aplicação da Legislação Eleitoral.

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Como é? E desde de quando o Fábio Gentil tem o poder de pedir a prisão de alguém? Tu leu a Petição?

  1. Essa decisão precisa ser urgente, sob pena de prejuízo sobremaneira da Coligação de Fábio Gentil.

  1. claudio saba disse...:

    Se o anônimo do primeiro comentário ler com um pouco de atenção a postagem, verá que o pedido de prisão foi feito PELA COLIGAÇÃO de Fábio Gentil, e não pelo candidato.

Postar um comentário