ALDEIAS ALTAS - Tinoco discursa na Convenção do PSL e faz prestação de conta do mandato

31.3.14
Com a galeria da Câmara Municipal de Aldeias Altas de lotada de convidados e simpatizantes do PSL, o prefeito Tinoco apresentou publicamente uma prestação de contas do  mandato nestes 15 meses a frente do executivo aldeias-altense. O gestor falou sobre política, educação e de como pretende resolver o problema da falta de água na cidade. 

No inicio do pronunciamento o prefeito Tinoco fez questão de relembrar a trajetória que alçou o grupo político Forte é o Povo para comandar os destinos do município. A legenda foi do PSL e encabeçava a chapa o ex-prefeito Zé Reis e teve como vice o próprio orador. Trabalharam juntos durante oito anos e praticamente tiraram Aldeias Altas da zona de esquecimento e do atraso na qual se encontrava. 

Tinoco lamentou a falta de sensibilidade de alguns políticos maranhenses que gastaram uma fortuna com a TV GLOBO para quê, durante três meses a emissora hostilizasse o Maranhão e ficou triste com as pessoas que apoiavam o movimento nas redes sociais. Durante esse período os ataques se sucediam um atrás do outro. “A Globo esqueceu dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul onde acontecem coisas piores do que ocorre no sistema prisional do Estado”, enfatizou.

Sobre educação, o gestor fez referência ao salário que recebe um professor da região. O município de Aldeias Altas, em comparação com os vizinhos Caxias e São João do Sóter, paga o melhor salário para os professores em todos os níveis. “Nossos educadores são valorizados por nossa administração. Muito diferente de outros municípios aqui da região, onde os professores não recebem nem o salário mínimo determinado pelo Governo Federal”, disse Tinoco no discurso. 

Comprovadamente a população de Aldeias Altas sofre com a falta de abastecimento de água na cidade. Gerida pela CAEMA, o problema da água está se tornando um caos. Tinoco ressaltou que por várias vezes esteve na sede da Companhia em São Luis para tentar encontrar uma solução para o problema, o gestor pressente que os diretores estão empurrando o caso do município  com a barriga, pois sempre não é bem recebido na empresa e pouco dão importância as reivindicações solicitadas. “Estou analisando a possibilidade do município fazer um empréstimo junto ao Banco do Brasil e com os recursos construirmos nossa estação de tratamento de água e acabar de vez com o sofrimento da falta de água na cidade. Precisamos que a Câmara Municipal aprove o projeto, creio que não encontrarei empecilho para aprovação, pois os vereadores conhecem de perto a realidade, que é o problema no abastecimento de água nas residências da cidade”,  ponderou.  

Finalizando o discurso, Tinoco falou das necessidades de Aldeias Altas em ter um verdadeiro representante na Assembléia Legislativa do Maranhão, “pois somente com um parlamentar autêntico e atuante, eleito pela maioria dos aldeias-altense, os recursos e  benefícios do governo estadual irão chegar com mais facilidade para o município”. 

Encerrando o gestor deixou claro e mandou um recado: “Não estou desunido com ninguém, mas estão desunido comigo. não fui eleito somente por um grupo politico, e sim pela maioria da população da minha terra”. (Fonte: blog do irmão Inaldo)

Semana Municipal de Arte Sacra será aberta dia 31

No período de 31 de março a 7 de abril, acontece em Caxias a 1ª Semana Municipal de Arte Sacra. O evento estará aberto gratuitamente ao público no Salão Nobre do Centro de Cultura.

Veja programação

Dia 31 de março -
18h - Abertura com a participação da Orquestra Sinfônica de Teresina
Entre os dias 1º a 7 de abril
8h às 20h - Exposições de Arte Sacra
10h, 15 e 18h30 - Documentário sobre a arte sacra no Brasil
Dias 1º , 3 e 4 de abril
9h - palestra Caxias barroca
20h - Concerto de música sacra com maestro Cícero Cavalcante

Fonte: Mano Santos/Portal Noca

ESCLARECIMENTO! Vereador Luis Lacerda diz que não participou da eleição do Sintrap

Em contato com o blog nesta manhã, o vereador Luis Lacerda garantiu que não participou, em momento algum, da eleição do Sindicato dos Trabalhadores Públicos de Caxias – Sintrap. “Soube dessa eleição apenas no dia seguinte”, explicou o parlamentar.

Ao contrário do que foi publicado aqui no blog na postagem que tratou da eleição e vitória da Chapa 1 do Sintrap, Luis Lacerda não apoiou e nem fez nenhuma ação que pudesse favorecer a chapa 2.

Nunca me meti em eleição de sindicatos e associações, pois entendo que essas associações de classe devem ter suas diretorias escolhidas diretamente por quem vive o dia a dia das respectivas entidades”, justificou o parlamentar que acrescenta ainda que seus familiares atuam no magistério e que o assunto, no caso da eleição do Sintrap, deve ficar restrito apenas por quem atua na sala de aula. “Em respeito aos professores, esclareço que não tive nenhuma participação nessa eleição, ficando apenas o meu desejo de boa sorte para os vencedores da disputa”, concluiu Lacerda.

Se engolem a conversa de que Luís Fernando tem poucas chances, provam que não entendem de política e eleições…

30.3.14
Luis Fernando Silva: preparado e competitivo
Do blog de Roberto Kenard

Qualquer pipoqueiro de esquina sabe que a esquerda é craque em espalhar boatos para encurralar adversários.

O PT se mantém vivo no poder com mentiras sobre o PSDB. E o PSDB não retornará ao poder enquanto ficar tentando explicar o que nunca fez.

Digo mais: o PT está longe, mas muito longe mesmo, de ser invencível. O problema é que o maior partido de oposição decidiu disputar eleitores do PT, enquanto há milhões de eleitores se sentido órfãos.

Bom, fiz esse preâmbulo para discutir a disputa pelo governo no Maranhão. Então, vamos lá.

Em 2010, após perder a eleição no primeiro turno para Roseana Sarney (PMDB), o grupo de Flávio Dino (PCdoB) tratou de publicar pesquisas em que Dino aparecia com mais de 60% das intenções de voto, ou seja, não só venceria a eleição no primeiro turno como era imbatível.

Até onde a vista alcança, só este blog tratou de dizer que Flávio Dino era favorito contra a própria sombra. Afinal, quais candidatos estavam postos em 2010 para disputar a eleição de 2014? Simplesmente, nenhum.

Quem publica pesquisa de intenções de voto a quatros anos da eleição? Não existe um mísero caso registrado.

Só, meus caros, que isso fazia parte de uma estratégia, a de tentar pôr na cabeça dos eleitores incautos que a eleição de 2014 já estava no papo a quatro anos da disputa real!

Logo depois Flávio Dino e seu grupo trataram de publicar pesquisas em que Lobão era o grande perigo para o comunista. Luís Fernando? Bem, esse sequer deveria ser levado em conta.

Acontece que ninguém fez a pergunta fundamental: desde quando um candidato divulga uma pesquisa na qual mostra ao adversário quem deveria ser o seu (do adversário) candidato?
O secretário em ação: obras por todo o Maranhão

Não sei se o leitor já viu isso. Eu, com bons quilômetros de política rodados, jamais ouvi falar.

Tratava-se – é tão óbvio – de outra estratégia: desconstruir o melhor candidato do campo adversário (no caso, Luís Fernando) e levantar a bola daquele com menores possibilidades (no caso, Lobão. Não, como já escrevi aqui, que Lobão viesse a ser um candidato fraco como eles imaginavam e imaginam).
O técnico em palestras: pronto para o debate

O jeito PSDB do PMDB maranhense

O certo, meus caros, é que o grupo que se encontra no poder estadual engoliu a pílula oferecida pelos adversários.

Criou-se um frenesi totalmente estúpido. A tal ponto que hoje os governistas acreditam a sério que Luís Fernando só terá uma eleição razoavelmente tranquila se for eleito primeiro pela via indireta.

Que Einstein da política maranhense chegou a essa conclusão? A partir de quê?

Em primeiro lugar (vocês vão me perdoar por proclamar o óbvio), quem se encontra no poder tem a faca e o queijo na mão. E como sempre digo, isso não acontece só no Maranhão. É no Brasil inteiro.

O político em ação: hábil articulador
Querem saber de uma verdade? Ei-la: desde 1965, quando o oposicionista Sarney venceu a eleição de governador, a oposição não vence uma eleição para o Governo do Maranhão. Antes que algum tolo puxe o nome de Jackson Lago, esclareço: Jackson Lago venceu a eleição de 2006 como candidato do governo, Roseana Sarney é que estava na oposição.

Assim, a oposição perdeu.

Já escrevi aqui, que pela primeira vez o grupo ligado a Sarney tem um candidato competitivo. E é competitivo por inúmeros motivos. Não me custa citar alguns:

1) já comprovou ser um excelente administrador como prefeito da cidade de São José de Ribamar (não há um oposicionista decente que negue isso);

2) é um candidato que tem currículo e não folha corrida (ninguém o aponta como corrupto);

e 3) vai ter o que mostrar como candidato no horário eleitoral.

De onde tiraram, então, essa fragilidade? Só se foi do cofo da desconstrução de adversários da oposição.

O que o governismo já deveria saber é que uma coisa é a classe média de São Luís que se considera politizada e de esquerda. Outra bem diferente é a população que rala todos os dias e não vive de frente para o mar e de costas para o Maranhão real.

Não sou de origem popular, mas convivo tranquilamente com pessoas de origem abaixo da classe média, classe média que se quer defensora dos pobres, desde que seja com bastante distância.

O que essas pessoas dizem? Que Flávio Dino já ganhou? Que Luís Fernando não existe como candidato?

Hoje mesmo, quarta-feira, 26, estive conversando com vários trabalhadores da zona rural de São Luís. Provoquei a questão política sem citar nomes. Nenhum disse gostar ou votar em Flávio Dino. Mas todos citaram Luís Fernando.

Citaram se referindo à administração de Ribamar e ao trabalho que ele está desenvolvendo na Secretaria de Infraestrutura.

Aí está. O governo deveria primeiro saber o que se passa nas classes populares antes de repetir o discurso furado da oposição.

Ah, os blogueiros também.

Para terminar, lembro da eleição de José Reinaldo Tavares (hoje no PSB).

Roseana Sarney queria Jackson Lago (PDT) como candidato do grupo. Acordo que fora fechado em 2000. Como vocês sabem, Jackson se reelegeu naquele ano prefeito de São Luís com o apoio do grupo Sarney. Veio a Lunus (operação até hoje sem explicação pelo menos razoável) e Roseana teve de abandonar a candidatura à Presidência da República.

Mesmo assim, estava mantido o acordo: Jackson Lago seria o candidato a governador.

Lago, com a falta de visão política que o caracterizava, achou que o caso Lunus havia destruído o grupo Sarney no Maranhão. Ele, que até havia proibido outdoors de aliados contra Roseana e dizia que essa conversa de oligarquia era um engano, tratou de voltar a atacar a… oligarquia.

Pois é, perdeu a eleição para José Reinaldo Tavares, que em junho de 2002, ao me encontrar no Arraial do Ipem do Calhau, me mostrou uma pesquisa na qual tinha míseros 2% das intenções de voto.

Como, então, desacreditar do potencial de Luís Fernando???

Igor e Clay Lago reféns de Eliziane

29.3.14
Do blog do Ronaldo Rocha

No dia 4 de junho de 2013, no Fórum Eleitoral, Igor, Clay Lago e históricos do PDT,
oficializaram saída do partido; Eliziane aproveitou para fazer convite ao PPS
O médico Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago e Clay Lago, viúva do pedetista, estão definitivamente em situação extremamente desconfortável, numa leitura fria, reféns de Elziane Gama (PPS).

Pior que isso, podem ser novamente vítimas de traição política.

Igor e Clay deixaram o PDT após terem sido apunhalados pelo deputado federal Weverton Rocha e a sua trupe no PDT e na oposição. Não há o que argumentar a esse respeito.

Exatos 4 meses depois, no dia 4 de outubro, Igor
e Clay se filiaram no PPS de Gama
Antes disso, assistiram a dois episódios devastadores à família e ao grupo político até então liderado por Jackson. O primeiro foi a destruição do Governo por aliados do pedetista fascinados pelo poder dos Leões. Deu no que deu.

O segundo foi justamente a tomada rasteira do PDT e a condução do partido a uma aliança política com o PCdoB de Flávio Dino, que segundo o próprio Igor, já havia traído Jackson em 2010.

Em outubro do ano passado, quando Dino insistia em pregar na imprensa ter sido amigo de Jackson, Igor Lago o classificou de desleal e disse mais: Jackson e Dino traçaram trajetórias diferentes na política.

Disse Igor na ocasião: “Combateram-no o tempo todo, maltrataram a sua candidatura até o dia da eleição. Foi vale-tudo. Não sou o único a achar que Flávio Dino foi desleal”, disse e completou sobre as trajetórias de ambos: “Jackson era líder popular e democrático, formado na luta social, um dos fundadores do PDT. O outro, eleito pelo cabresto, pela caneta, pela máquina do então governador Zé Reinaldo. E o que fez o deputado? Ficou a serviço das corporações jurídicas”.

Voltemos a possibilidade de nova traição política.

Agora, Eliziane pode articular apoio a
Flávio Dino e ignorar apoio de Igor e Clay
Igor, Clay Lago e históricos/egressos do PDT, saíram do partido justamente por conta da aliança política com Flávio Dino. Para Igor, Dino não representa a mudança que tanto prega, jamais apresentou um programa de governo consistente e apenas quer o poder pelo poder.

Os ex-pedetistas ingressaram no PPS justamente com a “promessa” da via alternativa, àquela não alinhada ao grupo governista ou a oposição dinista. Ingressaram no PPS “iludidos” [ou não] por Eliziane, de que ela seria a candidata ao Governo, independentemente das movimentações políticas dos demais partidos no cenário. Agora percebem que pode não ser “bem assim”.

Eliziane já admite publicamente que somente pode sustentar a pré-candidatura ao Palácio dos Leões caso tenha apoio de um outro partido político, como o PSB ou PSDB. E hoje senta a mesa com o mesmo Flávio Dino e a turma que a patrulhou na Assembleia Legislativa no ano passado, justamente pelo fato de não ter concordado com o projeto comunista até àquela altura.

É bom lembrar que nem Igor Lago, muito menos Clay Lago foram procurar abrigo ou acolhimento no PPS de Eliziane Gama. A popular-socialista sim, no dia da desfiliação dos históricos do PDT [4 de junho de 2013], no Fórum Eleitoral, foi quem fez questão de se apresentar aos dissidentes e ali oferecer espaços políticos no PPS. O discurso naquele momento era o de candidatura própria e combate à oligarquia e ao dinismo.

Agora, reféns de Eliziane, Igor Lago e companhia podem acabar a ver navios. Podem novamente ser apunhalados pelas costas e sofrer nova traição política. Se isso ocorrerá ou não, só o tempo irá dizer. De qualquer forma, a resposta está próxima…

Coquetel de lançamento do Maranhão Urgente acontece hoje

A mais nova atração jornalistica da TV Band Caxias, o Programa Maranhão Urgente, estréia na segunda-feira (31) às 20h30. Antes, porém, a classe empresarial de Caxias terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a novidade durante coquetel de lançamento que acontece neste sábado (29), no espaço Marília Eventos.

Maranhão Urgente seguirá numa linha jornalística semelhante a do Brasil Urgente, programa televisivo da grade de programação da TV BAND São Paulo apresentado pelo jornalista José Luis Datena. Em Caxias, Ricardo Rodrigues, com vasta experiencia em outros noticiários, terá a responsabilidade de manter a emissora local como líder de audiência no horário.

No coquetel de lançamento, dentre as atrações musicais, a dupla sertaneja revelação Vinício & Veriano, promete embalar a todos com o melhor da música sertaneja. Em turnê pelo estado do Maranhão, os cantores que estão em Caxias a pouco tempo já conquistaram uma marca jamais vista em solicitações de shows e procura de fãs. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

O fato e a foto: influência e amizade em todas as correntes políticas

Durante a visita da governadora Roseana Sarney ao município de São João do Sóter, o advogado Washington Torres aproveitou o momento para botar a conversa em dia com a amiga de longas datas. Roseana foi solícita com o advogado caxiense mostrando que a mesma nutre um carinho muito grande com o amigo.

SONHO REALIZADO! Roseana e Luis Fernando entregam MA-127 entre Caxias e São João do Sóter

A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, entregaram, nesta sexta-feira (28), a rodovia MA-127, trecho de 55,3 quilômetros, entre os municípios de Caxias e São João do Sóter. A obra, de R$ 23,3 milhões, foi inaugurada em solenidade que contou com a participação de deputados federais, estaduais, prefeitos e ex-prefeitos da região, lideranças comunitárias e moradores dos municípios.
 
É mais uma estrada que estamos entregando e que faz parte de um plano maior de interligar todos os municípios por asfalto. Cada vez que a gente entrega uma nova estrada temos o sentimento do dever cumprido e a felicidade de ver que a qualidade de vida do povo esta melhorando cada vez mais”, disse a governadora Roseana Sarney.

Ao lado da prefeita de São João do Sóter, Luiza Rocha, dos deputados federais, Gastão Vieira e Sétimo Waquim, dos deputados estaduais, Edilázio Junior, Magno Bacelar, Alexandre Almeida, César Pires, secretários, prefeitos e vereadores Roseana Sarney destacou as ações de seu governo. “Assinamos, ontem (quinta-feira), o custeio de R$ 100 mil/mês para o hospital da cidade e hoje estamos inaugurando um sonho que não é só de vocês, mas de todos nós”, disse.

O secretário de infraestrutura, Luis Fernando Silva, assinalou que a entrega da MA é a realização do maior sonho da população. “Estamos mudando a vida do povo do Maranhão é com trabalho. Com a estrada melhora a educação, a saúde, a segurança, a vida do agricultor familiar com o escoamento mais rápido da produção, traz maior desenvolvimento”.

Nas condições físicas da estrada, antes de receber a pavimentação os motoristas gastavam em torno de duas horas e meia para percorrer o mesmo trecho que hoje percorrem em trinta minutos. “Não temos palavra para agradecer essa obra trazida pelo governo do Estado. São João do Sóter é hoje outra cidade e é por isso que a população esta em festa, para agradecer a governadora Roseana Sarney e o secretário Luis Fernando Silva por essa grande obra”, disse a prefeita Luiza Rocha.

Além da entrega da rodovia MA-127, ligando Caxias a São João do Sóter, o secretário Luis Fernando, acompanhado da prefeita Luiza Rocha, vistoriou as obras de pavimentação da estrada de 5 km que liga a MA até o Santuário de São Francisco de Assis, no povoado Altos do São Francisco.

Emoção pelo sonho de uma vida inteira

A prefeita de São João do Sóter não conseguia esconder a emoção durante a inauguração da MA-127. A todo momento do seu discurso e até mesmo quando outros oradores falavam das dificuldades enfrentadas no trajeto feito até Caxias quando a estrada não era asfaltada, Luiza derramava-se em lágrimas.

Quantas vezes a gente não passava mais de 3 horas nesse trajeto até Caxias?”, indagou Luiza Rocha não escondendo a emoção.

Estudantes, empresários, professores e o povo em geral, sofria muito numa estrada esburacada que era um tormento para todos nós”, lembrou a prefeita.

O secretário de Infraestrutura, Luis Fernando, que sempre teve uma forte ligação com a cidade de Caxias e com várias pessoas de São João do Sóter, lembrou da época que a estrada era de piçarra. “Quantas vezes percorrendo essa estrada visitando a zona rural de Caxias nós passávamos horas para percorrer um pequeno trecho e muitas vezes até tínhamos nossa viagem interrompida por conta das pontes que estavam caídas”, disse Luis Fernando exaltando a melhoria de qualidade de vida que os moradores sotenses terão daqui por diante. “Agora vai ficar melhor para todos”, finalizou Luis Fernando.

Aliados de Léo Coutinho e Flávio Dino tentam tumultuar inauguração de estrada em São João do Sóter e são expulsos pelos moradores

28.3.14
‘Manifestantes’ de Caxias tentaram tirar
o brilho da festa dos sotenses
Se deram muito mal os aliados de Léo Coutinho e de Flávio Dino que saíram de Caxias para tentar tumultuar a inauguração da MA-127 que liga a princesa do sertão a São João do Sóter.

Exibindo duas faixas, uma ofendendo a governadora Roseana Sarney e outra ofendendo o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando, os 7 manifestantes de Caxias que tentaram tirar o brilho da festa do povo sotense.

Cartaz ofendia
a governadora
Esperada por várias gerações de habitantes de São João do Sóter, a pavimentação asfáltica da estrada que leva até Caxias era um sonho que muitos consideravam impossível de acontecer, mas, felizmente, aconteceu hoje, 28 de março de 2014.

População começa a avançar rumo
aos ‘manifestantes’ de Caxias
Com o povo feliz e classe política sotense idem, eis que os aliados de Léo Coutinho e Flávio Dino chegaram próximo ao palanque das autoridades e, exibindo suas faixas, tentaram chamar a atenção da multidão presente.

Pensando que iriam tirar a alegria do povo, vários presentes ao evento começaram a discutir com os ‘manifestantes’ de Caxias e aos poucos o clima foi esquentando.

Em pouco tempo multidão já está botando
turma de Caxias pra correr
Com medo, os aliados de Léo Coutinho começaram a sair de ‘fininho’ e a multidão de sotenses foi aumentando em direção a eles. Em pouco tempo a multidão revoltada com os dinistas de Caxias já era muito grande e os ‘manifestantes’ saíram em disparada com a multidão correndo atrás.

Uma guarnição da Polícia Militar presente no evento evitou que a multidão agredisse os aliados de Léo Coutinho.

Acuados, um deles gritava para o titular do blog: “Bota ai no teu blog que a gente foi agredido pela segurança da Roseana”. Infelizmente não poderei atender o pedido do incauto manifestante, pois o que aconteceu em São João do Sóter foi uma reação natural da população contra aqueles que queriam tirar o brilho da festa pela realização de um sonho de várias décadas dos moradores daquele município.

Quem eram os manifestantes?

Acuados, ‘manifestantes’ viram que o tiro saiu pela culatra
A frente do movimento feito por aliados de Léo Coutinho e de Flávio Dino em São João do Sóter estavam os membros da UJS da Uema, Neuvaldo Coqueiro e Zé Mário Rocha Júnior.

Espertamente, Zé Mário Rocha Júnior comandou tudo de uma distância que lhe garantisse uma boa margem de segurança, ficando apenas o empolgado Neuvaldo Coqueiro comandando os outros 6 manifestantes.

Quando a multidão começou a correr atrás dos ‘manifestantes’ de Caxias, Zé Mário Júnior deu outra demonstração de esperteza e sagacidade, pois não acompanhou os amigos na carreira, preferindo sair pela tangente em apressados passos numa rua estreita perto de onde seus parceiros passavam correndo com medo da revolta dos sotenses.
Polícia Militar garantia segurança dos aliados de Léo Coutinho e de Flávio Dino

Polícia Militar divulga número de armas de fogo apreendidas em Caxias

O Comando do 2º BPM em Caxias divulgou balanço parcial de apreensões de armas de fogo em 2014. Os números apontam um aumento, se considerado o mesmo período do ano passado.

Somente no mês de março foram 8 armas de fogo retiradas de circulação. Do começo do ano até o dia 24 de março, o número de apreensões totaliza 22 armas.

Em 2013, a polícia conseguiu apreender 114 armas, entre revólveres, pistolas e espingardas.

"Estamos realizando a Operação Bairro Seguro, blitz, abordagens e policiamento motorizado está nas ruas. A nossa intenção é aumentar ainda mais o número de armas apreendidas e de flagrantes com relação a 2013", frisou Major Jurandy Braga, comandante do 2º BPM.

Posse Irregular de Arma de Fogo de Uso Permitido
Art. 12. Possuir ou manter sob sua guarda arma de fogo, acessório ou munição, de uso permitido, em desacordo com determinação legal ou regulamentar, no interior de sua residência ou dependência desta, ou, ainda no seu local de trabalho, desde que seja o titular ou o responsável legal do estabelecimento ou empresa:
Pena - detenção, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

Caxias ganha moderno posto de combustível



Localizado na Avenida Senador Alexandre Costa, um dos endereços mais valorizados de Caxias, foi inaugurado nos últimos dias o Posto Maciel, que oferece combustíveis de qualidade com os melhores preços da cidade.

De acordo com o proprietário, empresário Maciel (leia-se Microdados), o posto representa a distribuidora Ale, uma das maiores bandeiras do Nordeste na comercialização de combustível de qualidade.

Funcionando de segunda a domingo, o Posto Maciel está aberto a partir das 05:00hrs da manhã até as 23:00hrs.

Aceitando os melhores cartões de crédito do mercado (vide foto ao lado), a empresa tem ainda uma loja de conveniência funcionando de 07:00hrs da manhã até as 22:00hrs oferecendo todos os produtos das grandes lojas do gênero no país.
 
É o nosso primeiro empreendimento nessa ramo, mas com certeza iremos levar aos consumidores caxienses a mesma credibilidade e a mesma qualidade dos produtos e serviços que fornecemos ao longo dos últimos anos em nossos negócios”, garante Maciel.

Sindicato dos Trabalhadores Rurais realiza assembleia anual de prestação de contas e entrega pauta de reivindicações ao prefeito Léo Coutinho


Prefeito Léo Coutinho lendo atentamente pauta de 
reivindicações dos trabalhadores rurais de Caxias

Reunidos no auditório do Centro de Treinamento Diocesano, os trabalhadores rurais organizados através da entidade que representa a categoria (STTR) realizou na última quarta-feira, 26, sua assembléia anual de prestação de contas.

Na oportunidade, a prestação de contas foi aprovada e os trabalhadores aproveitaram o momento para aprovarem também o Plano de Ação para os meses seguintes.

Vereador e presidente do STTR, Neto do 
Sindicato, discursa para os trabalhadores presentes
Com a participação de cerca de 600 trabalhadores rurais, o evento acabou transformando-se num grande ato político administrativo, pois a presença do prefeito de Caxias, Leonardo Coutinho, serviu para os trabalhadores entregarem ao chefe do executivo uma pauta de reivindicações da categoria.

A entrega da Pauta de Reivindicações ao Chefe do Executivo Municipal foi um momento solene de sistematização das demandas das várias comunidades representadas no evento”, declarou o presidente do STTR de Caxias, vereador José Wilson da Silva, o Neto do Sindicato. A maioria das reivindicações da Pauta já foram objeto de requerimentos, indicações e projetos apresentados pelo vereador petista na Câmara Municipal.

Foi um momento importante para os trabalhadores rurais de Caxias, pois o prefeito Léo Coutinho viu como nossa classe é organizada e anseia por melhorias em todas os setores e em todos os rincões do município”, avaliou Neto do Sindicato após o evento.
 
O prefeito Léo Coutinho disse na assembléia que “o suporte permanente ao homem do campo é uma das políticas permanentes da atual administração municipal e tem o intuito de fixar as famílias na zona rural, dando a elas melhores condições de trabalho no campo e qualidade de vida”.