Adelmo Soares anuncia regularização fundiária em Caxias; programa já é feito pela Prefeitura e iniciativa do deputado pode atrapalhar e confundir interessados

1.9.20

“De fato e de direito” - Até o slogan do programa de regularização fundiária do município foi usado pela apresentadora da TV Sinal Verde para abordar o assunto

Deputado caxiense até se esforça para fazer boas ações em Caxias, mas iniciativas
mostram-se atabalhoadas

Por iniciativa do deputado estadual Adelmo Soares, o programa de regularização fundiário do município de Caxias pode sofrer um atraso considerável.

É que nesta segunda-feira, 31, a TV Sinal Verde (sempre ela) usou o programa Linha de Frente (sempre ele) para divulgar mais uma mirabolante ação do deputado Adelmo Soares dando conta de um projeto de regularização fundiária em bairros de Caxias. A iniciativa, embora pareça nobre, já existe e está em pleno andamento no município.

Criada em 2017, a coordenação de regularização fundiária de Caxias funciona na Rua Siqueira Campos, na casa onde residia a médica pediatra Dra. Ivone.

TV Sinal Verde pegou emprestado nome do programa da Prefeitura de Caxias, “De Fato e de
Direito”, para anunciar a chegada de drones e ação de Adelmo Soares

Com todo o corpo técnico da coordenação municipal fazendo um trabalho que visa dar àqueles que possuem documentação precária dos imóveis a titularidade definitiva dos mesmos, o órgão municipal tem como lema do programa a frase "De Fato e de Direito", um slogan que mostra aos interessados que é preciso garantir a propriedade de direito através de documentação emitida por um cartório de imóveis.

Durante o programa da TV Sinal Verde, Adelmo surge num vídeo gravado na Secid - Secretaria de Cidades, afirmando que já protocolou um pedido para que 2 bairros de Caxias sejam beneficiados com a sua louvável ação. No vídeo (confira no final da postagem), é possível ver o constrangimento dos técnicos da Secid diante do esfuziante AS.

Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Caxias e o
governo do MA já foi celebrado no ano passado e ação de Adelmo
Soares pode confundir os incautos

O estranho anúncio da boa nova do deputado trás ainda no pacote midiático a promessa de drones para fazer o mapeamento: “desde sexta-feira a equipe já iniciou o processo de mapeamento, coletando imagens aéreas com drones. A próxima parte é passar essas imagens, o que eles coletam, o que eles coletaram, pro cartório responsável pra ver questão de matrículas, tudo certinho, pra enfim chegar a fase de cadastro dos moradores”, comenta a apresentadora do Linha de Frente, programa político da TV Sinal Verde. “É claro que é um processo muito importante pra que a pessoa possa, sim, de fato e de direito se sentir dono da casa...”, enfatiza a apresentadora, pegando emprestado o título da campanha da Prefeitura de Caxias.

Interessados na regularização fundiária devem se dirigir 
Rua Siqueira Campos em Caxias para tratar do assunto

Só que o processo de regularização fundiária feito pelo município de Caxias, e que está em pleno andamento, é composto de espaço apropriado para orientar e receber toda a documentação necessária para que se chegue até a fase de envio da documentação ao cartório, etapa final do processo que, pelo espalhafatoso anúncio de Adelmo Soares, pode ser feito num estalar de dedos e em plena pandemia do coronavírus, quando todo tipo de aglomeração e contato mais próximo entre pessoas não é recomendado.

Os locais anunciados pelo deputado como sendo beneficiados pela sua suposta boa ação são 2 bairros carentes de Caxias: Vila Conquista e Luiza Queiroz, logradouros públicos que tanto precisam de ações efetivas e que demandem seriedade e compromisso.


 

Depois que aliados de Adelmo Soares saíram correndo atrás dos cavalos da Polícia Militar pelas ruas da cidade no início do mês de agosto, a promessa de drones na Vila Conquista e no Luiza Queiroz certamente fará a festa dos blogueiros oposicionistas, que terão farto material para emoldurar pelo menos 1 semana de postagens simpáticas aos interesses da turma.

Com duas versões da mesma moeda, os caxienses dos bairros carentes já tem conhecimento suficiente para saber que não vale a pena correr atrás de drones e muito menos de cavalos...

0 comentários:

Postar um comentário