Vitória de Pepita na eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias consolida liderança de Neto do Sindicato no campo

5.1.20
Pepita foi eleito como o novo presidente do STTR de Caxias

Com 969 votos na eleição que aconteceu neste sábado (04), o novo presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caxias é o sindicalista Antonio José Vieira Mota (Pepita). Oriundo do povoado Marruá (3º distrito), Pepita tem uma longa história de lutas em defesa do homem do campo em Caxias e em todo o Maranhão.

Fazendo parte do grupo liderado pelo atual presidente Neto do Sindicato, a vitória de Pepita foi esmagadora, haja vista que a Chapa 2, que teve Carlos César como candidato, só obteve 209 votos.

A consolidação da força de Neto do Sindicato na eleição do sindicato rural deu-se tanto pela vitória esmagadora sobre o segundo colocado, como também pela representatividade política dessa eleição, uma vez que o candidato derrotado era apoiado pelo deputado Adelmo Soares, que chegou a fazer reunião declarando apoio e também garantiu logística à chapa derrotada. O deputado federal Bira do Pindaré também garantiu apoio logístico ao sindicalista Carlos César.

Pepita teve o apoio decisivo de Neto do Sindicato na
vitória pela presidência do STTR
Até o ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, Ney Jefferson Teixeira, também apoiou os perdedores na eleição sindical, o que demonstra que o meio rural caxiense está imune a interferência de pessoas que não militam no campo.

Com Pepita na presidência, os sindicalistas Cibele, Zé Marques, Branco, Zé Pocino, Isabel, Márcia e Neto do Sindicato formam a nova diretoria da entidade, sendo que 8 trabalhadores rurais estão como suplentes da diretoria e mais 6 formam o Conselho Fiscal, sendo 3 membros efetivos e 3 suplentes.

A vitória esmagadora da Chapa 1 consagra definitivamente o nome de Neto do Sindicato como a maior liderança do meio rural de Caxias, onde já são quase 20 anos como líder incontestável no Sindicato que representa tão bem o trabalhador rural da princesa do sertão.

0 comentários:

Postar um comentário