Firmes - Vereadores de oposição afinam discurso em reunião e em seguida vão até o MP cobrar celeridade em denúncias

15.1.16
Vereadores fizeram reunião para traçar estratégias de trabalho em 2016

Os cinco vereadores de oposição em Caxias participaram de uma reunião na manhã desta sexta-feira, 15, onde avaliaram o quadro político do município e discutiram  estratégias do grupo para este ano de 2016.

Taniery Cantalice, Luis Carlos Ximenes, Benvinda Almeida, Catulé e Fábio Gentil conversaram durante 3 horas sobre as posições políticas do quinteto a serem colocadas em prática no parlamento, nos meios de comunicação e também nos bairros.

Em seguida, parlamentares se dirigiram ao MP...
Capitaneada por Fábio Gentil, pré-candidato a prefeito em outubro próximo, a reunião baseou-se, principalmente, nas articulações visando a candidatura majoritária, onde Fábio deixou os colegas a par das conversas realizadas na capital com vistas a apoios para a batalha eleitoral que se aproxima.

Empolgado com o que viu e ouviu na Ilha, Fábio colocou na mesa o resultado de 4 pesquisas de consumo interno já feitas em Caxias, onde ele lidera em todas elas.

Os cenários traçados pelo grupo tem sempre espaço para diferentes forças oposicionistas se juntarem no propósito de vencer as próximas eleições, bem como a composição com outras lideranças contrárias a permanência da família Coutinho no comando do município.

... Onde cobraram do titular da 1ª Promotoria celeridade nas 
denúncias feitas ao longo dos últimos meses
Ao final da reunião, os cinco vereadores se dirigiram ao Ministério Público, onde foram cobrar do promotor da 1ª Promotoria de Caxias, Wlademir Soares, celeridade nas denúncias feitas ao longo de 2015.

Na conversa com o promotor, Catulé fez uma explanação firme da importância do MP e do que a sociedade espera dele. O oposicionista fez um histórico dos promotores que já atuaram em Caxias e lembrou a Wlademir que o fato de estar na cidade há muito tempo, e de já ter recebido até título de cidadão caxiense, as vezes pode até dificultar seu trabalho.

Taniery Cantalice também cobrou celeridade sobre a denúncia feita contra o “seletivo relâmpago” para contratação de centenas de servidores do Hospital Regional de Caxias e que, segundo a vereadora, “até agora não obtive resposta nenhuma”.

Por sua vez, o promotor Wlademir Soares falou sobre o andamento das denúncias dos parlamentares bem como as medidas já adotadas.

Quanto a representação formulada por Benvinda Almeida e Luis Carlos Ximenes contra a falta do Portal da Transparência da Câmara Municipal , o promotor explicou que o procedimento está dependendo apenas de um parecer da Procuradoria Geral para que ele possa ser finalizado. O titular da 1ª Promotoria também relatou sobre outras demandas feitas contra a atual gestão da Câmara Municipal, onde as investigações já estão praticamente concluídas.

O titular do blog acompanhou os vereadores tanto na reunião política quanto na visita ao Ministério Público.

Constatei que a Câmara Municipal de Caxias terá um 2016 de temperatura altíssima com promessa de ser um dos mais quentes da história do parlamento.

0 comentários:

Postar um comentário