Incrível!!! Insensibilidade e desespero faz governo Léo Coutinho preparar gastos de R$ 4 milhões com propaganda até as eleições

2.6.15
*Convido o leitor a ter um pouquinho de paciência com o longo texto, mas é necessário para o entendimento do que está sendo preparado contra o povo de Caxias mais uma vez.

Insensibilidade e baixa popularidade são capazes de criar cenários cada mais inacreditáveis em Caxias.

Com ruas intrafegáveis, caos na Maternidade Carmosina Coutinho e salários de miséria pago aos servidores em todos os níveis da atual administração, finalmente o prefeito Léo Coutinho se sensibilizou e resolveu dar a volta por cima.

Mas que ninguém pense que o gestor local se tocou com nenhuma das mazelas produzidas pelo seu governo e nem que irá disponibilizar verbas corretamente para amenizar a grave situação de todos os setores da sua desastrosa passagem pela Prefeitura de Caxias.

A saída encontrada para melhorar a saúde, educação, assistência social e a administração como um todo foi preparar um gasto de inacreditáveis R$ 4 milhões de reais em propaganda do governo.

Isso mesmo, caros leitores. O prefeito Léo Coutinho parece mais preocupado em mostrar através de material publicitário que a saúde do município vai muito bem, obrigado, do que de fato investir recursos no setor.

Para mostrar uma saúde de primeiro mundo, com atendimento de qualidade, sem filas, com abundância de medicamentos nos postos de saúde e imagens de gente feliz, pouco ou nada será gasto com aquisição de equipamentos, remédios ou aumento salarial dos servidores. O esforço que o governo Léo Coutinho fará nessa área será de publicidade, muita publicidade.

IRONIA? Licitação acontecerá no antigo prédio do Fórum de 
Caxias, na mesma sala onde eram julgado criminosos 
e ladrões de galinha
Na licitação milionária que está sendo preparada nos porões da Prefeitura de Caxias para propaganda, gastos no valor de R$ 1 milhão de reais serão feitos para apresentar aos caxienses as maravilhas da saúde na área mais atingida pela falta de preparo do nosso jovem prefeito.

Serão out-doors, carros de som,  e vídeos na TV mostrando uma saúde dos ricos países da Europa aqui mesmo em nossa sofrida Caxias.

Para acabar com a ineficiência da Ação Social do município, teremos R$ 500 mil reais investidos em publicidade. 

Se prepare, caro leitor. O flagelo vivido na Maternidade Carmosina Coutinho dará lugar a lindas imagens de algumas incautas mães sendo presenteadas com um cueiro e uma fralda na propaganda palaciana.

Você ainda lembra do descaso com a educação por que passa a classe do magistério em Caxias? Se você esqueceu, caro leitor, o prefeito Léo Coutinho, não.

Para acalmar ou acabar com o desânimo dos sofridos professores do município, Léo Coutinho prepara uma grande ação no setor.

A licitação de publicidade prevê gastos de R$ 1 milhão para falar das pseudas conquistas educacionais conseguidas no atual governo.

É ou não é uma prova de preocupação com a educação caxiense?

Já nos outros setores do seu desastroso governo, Léo Coutinho preparou uma surpresa: estão devidamente reservados para serem gastos outros R$ 1,5 mi (hum milhão e meio) de reais para fazer publicidade em todo setor que precisar ter seu trabalho divulgado para o conhecimento da população.

Amargando índices de popularidade iguais ao desempenho do seu governo, Léo Coutinho tem na propaganda a única chance de reverter a sua grave situação politica/administrativa.

Que o leitor entenda a posição deste blogueiro: ele não irá resolver nada efetivamente, mas sim fazer propaganda para tentar mostrar aos mais desavisados que o caos no seu governo não é tão grande como todos pensam. Será na verdade uma maquiagem obtida ao custo de milhões do povo de Caxias, pois essa conta quem vai pagar são os caxienses.

Por outro lado, ao alegar constantemente a falta de recursos como motivos para o fracasso administrativo que se transformou o seu governo, aparecer num passe de mágica com R$ 4 milhões de reais para gastar com publicidade, quando poderia investir em outros setores caóticos da cidade, mostram o grau de insensibilidade que o ‘príncipe’ da família Coutinho tem para com a coisa pública. 

De olho nas eleições?!

Iniciando no final do mês de junho, a licitação de publicidade obedece a um cronograma próprio nesse tipo de certame.

Serão necessários no mínimo 2 meses até o seu término, finalizando provavelmente em setembro.

Com tudo pronto e acertado em setembro, os gastos só poderão ser feitos a partir de outubro.

Como a Lei eleitoral proíbe gastos com publicidade 90 dias antes das eleições, o governo Léo Coutinho só poderá efetuar despesas nessa área até o dia 04 de julho de 2016.

Portanto, entre agosto de 2015 e julho de 2016 temos apenas 9 meses em que poderão ser gastos esses R$ 4 milhões de reais com propaganda de supostos benefícios ou conquistas do governo que se intitula “Cada Vez Melhor”.

Logo, teremos R$ 444.444, 44 (quatrocentos e quarenta e quatro mil, quatrocentos e queranta e quatro reais e quarenta e quatro centavos) que poderão ser usados todos os meses pela Prefeitura de Caxias com propaganda.

Chega a ser revoltante desperdiçar tanto dinheiro com propaganda quando alegam falta de dinheiro para resolver os problemas da cidade.

Lei feita para coibir o “mensalão”

O Brasil inteiro foi apresentado ao caso do “mensalão” no primeiro mandato de Lula na presidência.

O esquema consistia em similar licitações de publicidade para garantir que empresas e empresários vigaristas, que posavam de publicitários, pudessem ‘vencer’ essas concorrências e com isso, através de notas frias, abastecer o bolso de parlamentares e figuras do governo com mesadas, batizadas de “Mensalão”.

Diante do escândalo, e das consequências que isso causou ao PT, o então deputado José Eduardo Cardoso, hoje ministro da Justiça, propôs e foi aprovada no Congresso Nacional a Lei 12.232/2010, que dificultava a fraude em licitações de publicidade por pessoas sem escrúpulos que habitam na área.

Os leitores do blog, e aqueles que acompanhavam o titular desta página através do Jornal dos Cocais, sabem da luta que travo desde 2009 para garantir esse tipo de picaretagem não acontecesse em Caxias.

Em 2013 foram mais de 12 postagens denunciando as irregularidades na licitação de publicidade feita naquele ano.

Fui alvo então de 12 processos feitos pelo prefeito Léo Coutinho na tentativa de me intimidar e de me calar.

Não conseguiu.

Agora nos deparamos com mais uma tentativa de jogar montanhas de dinheiro em veículos de comunicação e out-doors para mostrar que Caxias é um “Paraíso”.

Espero, sinceramente, que surpresas desagradáveis não aconteçam nesse certame.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Milhares apoiaram o Léo nas eleições passadas e agora se sentem não representados, tem que comer mais o angu, até porque dificilmente ele perca a próxima, eleitor é bicho falso.

  1. Anônimo disse...:

    vamos cancelar essa licitação é uma vergonha

Postar um comentário