Mais de 70 atrações, recorde de público e tranquilidade marcam São João em Caxias, o maior do Maranhão

2.7.19

Em 10 noites de festa, de 21 a 30 de junho, a cidade de Caxias foi o centro da cultura do Maranhão, com a realização do São João que a Gente Quer 2019. Durante três noites, a “Princesa do Sertão” recebeu o Concurso Maranhão Junino, que deu R$ 30 mil reais em prêmios às quadrilhas juninas estilizadas melhores colocadas. Ou seja, Caxias sediou o maior concurso de quadrilhas do Estado.

“Eu quero parabenizar ao povo caxiense que tem um prefeito desse, que está trabalhando. A gente vê pela alegria do povo caxiense, a gente vê por esse arraial, vocês estão de parabéns”, disse Peres Teixeira, marcador da Quadrilha Bacanas Civilizados de Coelho Neto.

CONCURSO MARANHÃO JUNINO

Ao todo, 15 quadrilhas estilizadas de diversas regiões do estado estiveram na Vila Junina desfilando a sua beleza, charme e simpatia, além da afirmação da nossa cultura: Junina Saia Rasgada, de São José dos Basílios; Os Garapas, de Bacabal; Renascer do Sertão, de Codó; Zé da Roça, de Caxias; Estrela da Manhã, de Igarapé Grande; Unidos pelo São João, de João Lisboa; Matutos do Rei, de Açailândia e Flor de Mandacaru, da mesma cidade; Beija Flor dos Cocais, de Caxias; Flor do Ribeirão, de Governador Edson Lobão; Asa Branca, de Pedreiras; Asa Branca do Sertão, de Codó; Explode Coração, de Duque Bacelar; e Sai de Baixo, de Caxias.

“Nós queremos agradecer ao prefeito de Caxias, Fábio Gentil, pela valorização que ele deu às quadrilhas juninas, foi um apoio que a gente quer que continue porque a nossa cultura merece essa valorização”, disse Rochinha, fundadora da Quadrilha Sai de Baixo, quando fez uso da palavra no Parque da Cidade, no tablado da Vila Junina.

“Primeiramente, queremos agradecer a Deus e à Prefeitura de Caxias por essa parceria com o prefeito Fábio Gentil, o prefeito que abraçou a cultura do Maranhão. Muito obrigado pelo carinho, pela receptividade”, destacou Fabrício Monteiro, presidente da Federação das Quadrilhas Juninas do Estado do Maranhão.

ATRAÇÕES GERAIS

Além das atrações do concurso Maranhão Junino, outras dezenas também foram contempladas: Quadrilha Caipira os Pimentinhas; Reisado Encanto da Terra; Dança do Lili; Bumba Meu Boi Encanto de Caxias; Bumba Boi Mocidade de Timon; Quadrilha Caipira Cycupira; Quadrilha Saca Tampa e Explosão Junina; Reisado Mirim Encanto dos Cocais; Quadrilha Caipira Flor do Sertão; Grupo Abadá Capoeira; Bumba Meu Boi de Axixá; Bumba Meu Boi Brilho da Alegria; Dança Estilizada Acorda Maria Bonita; Quadrilha Feliz Idade do SESC; Baião Mulheres da Trizidela; Quadrilha Junina Estilizada Beija Flor dos Cocais; Quadrilha Sou Sociá; Quadrilha do Centro da Juventude da Volta Redonda; Xaxado do Centro da Juventude da Volta Redonda; Dança Country do Centro Comunitário da Volta Redonda; Boi Canário Verde de Caxias; Carimbó do Projeto Mãos Amigas; Dança Portuguesa do Centro da Juventude do Ponte; Quadrilha Amor Junino; Carimbó Flor Encantada; Quadrilha da Saúde; Carimbó da Saúde; Quadrilha Estilizada Flor do Brejo; Maculelê Guerreiros do Quilombo; Quadrilha Junina Estilizada Rabo de Saia; Dança Cigana de Ararí (MA); Bumba Meu Boi Mimo de São Jorge de Timon (MA).

“Esse ano nós estamos trazendo uma homenagem a Nossa Senhora. O Boi Canário Verde é do Mutirão e estamos com 24 anos de história, nós agradecemos pela nossa apresentação aqui no arraial”, disse Sibite, fundador do Bumba Boi Canário Verde.

“Nós estamos muito felizes por estar em Caxias. A gente sabe que falar em Bumba Boi é falar em Boi de Axixá. Estamos completando 60 anos de história levando a cultura maranhense, e a cidade de Caxias é parte dessa história”, disse Leila Naiva, presidente do Boi de Axixá.

ATRAÇÕES MUSICAIS

Atrações musicais de renome nacional, estadual e local também estiveram presentes: Rafael Barone e Junior Viana; Elanne Amorim e Forró Sacode; Albert Abrants e Taty Girl; Banda Lampião e Maria Bonita, além de Karol Bezerra; Os Tropicais e Forró no Grau do Brasil; Banda CH Cantor e Skema 10; Giovani Filho e Forró Estilizado, além de Jonas Esticado; Forró Sem Lei e Forrozão Tropikália; VI Marinho e Banda, Felipão e Washington Brasileiro; além de Jhonny Casa Nova e Rosa Xote.

FORÇA TAREFA DE SEGURANÇA

O São João que a Gente Quer foi de muita tranquilidade. O evento não registrou incidentes graves. As ocorrências registradas estavam ligadas às condições de saúde por conta do uso excessivo de bebida alcoólica e que precisaram ser atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Além disso, outros órgãos estiveram envolvidos no controle do tráfego, a exemplo da Polícia Militar e Agentes de Trânsito da Secretaria Municipal de Transportes, ligada à Secretaria Municipal de Infraestrutura, que abriga também os profissionais da limpeza pública, que deixaram todas as noites o Parque da Cidade limpo e aprazível.

As forças de segurança: Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Bombeiros Civis e Segurança Particular também garantiram o controle do fluxo de pessoas no acesso e na parte interna do Parque da Cidade, dando a sensação de segurança que a população precisou.

“A Polícia Militar esteve presente todos os dias. E a sensação realmente é de segurança. Temos o apoio dos demais órgãos de segurança, o que nos permitiu fazer a segurança da população que veio ao Parque da Cidade”, destacou o Subtenente Abreu, da Polícia Militar.

VILA JUNINA

Além do tablado montado na Vila Junina, o Parque da Cidade também ganhou nos dias de festa uma cidade cenográfica, que remontou à Caxias das décadas de 1970 e 1980. No local, atores da cidade encenavam momentos dentro dos ambientes retratados: Delegacia; Cabaré da Diracy; Centro de Cultura; Igreja Catedral; Comércio, dentre outros. O Expresso do Forró também foi colocado na área interna, prestigiando o Forró Pé de Serra.

Além disso, uma grande arquibancada foi instalada para que as pessoas pudessem assistir todas as atrações do tablado e, ao lado, um parque de diversões também fazia a alegria das famílias e das crianças. Fotografias e o artesanato local foram prestigiados, valorizando ainda mais a produção de artesãos da cidade. Mais de 70 barracas e outros 40 isoposeiros também comercializaram produtos, a exemplo de comidas típicas e bebidas relacionadas ao período junino.

Para o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, o objetivo foi permitir que os caxienses e turistas pudessem se sentir abraçados com o cuidado dispensado a cada um deles pela Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico, Esporte, Turismo e Juventude; Secretaria Municipal de Infraestrutura; Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres; Secretaria Municipal de Saúde; Secretaria Municipal de Segurança Pública; Secretaria Municipal de Assistência Social; Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia e a Secretaria Municipal de Infraestrutura, que estiveram envolvidas mais diretamente, e outras correlatas que também contribuíram com o sucesso do evento.

“Nosso objetivo foi trazer a família de volta ao arraial. Nós entendemos que havia a necessidade de uma cooperação de todos na segurança, na saúde e em todas as áreas. Não tivemos qualquer incidente, o que nos alegra. Nós conseguimos fazer o melhor e maior São João do Maranhão. Nós fizemos um São João com responsabilidade com pagamento do funcionalismo em dia, pagando o Décimo Terceiro e trabalhando grandes obras. Fica o gostinho de quero mais”, destacou Fábio Gentil, prefeito de Caxias. (Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário