1ª Feira da Agricultura Familiar de Timon reniu produtores rurais de 15 comunidades

29.7.19

A 1ª Feira da Agricultura Familiar de Timon atraiu centenas de pessoas à Praça São José na manhã do último domingo (28). A data escolhida marca por lei no calendário municipal o dia dedicado à Agricultura Familiar, uma motivação a mais para a realização da feira.

Ao todo, vinte barracas montadas na praça, local de grande circulação de pessoas, expuseram produtos cultivados na zona rural do município, com uma gama de produtos, tudo fresquinho, 100% orgânicos e com preço acessível. Frutas e verduras trazidas de, pelo menos, 15 comunidades da região de Timon. O Sr. Clóvis Emílio, por exemplo, veio do sítio Potylândia. Ele, que a vida inteira se dedicou ao cultivo da terra, fala da alegria em participar da 1ª Feira da Agricultura Familiar. “É um espaço importante pra nós. Aqui eu posso mostrar o resultado do plantio. Vendo tudo rapidinho e do jeito que o cliente gosta. Quero muito participar de outras feiras.” – frisa o produtor rural.

Quem visitou a feira pôde comprar de tudo um pouco, entre frutas e verduras: cheiro verde, alface, tomate, macaxeira, banana, melancia, tudo de extrema qualidade. “É maravilhoso ter uma feira como essa, poder colocar na mesa hortifrutis que são plantados aqui mesmo na região de Timon.” – Claudirene Freitas, professora.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Rodrigues Neto, o grande objetivo da feira é poder auxiliar o produtor rural na comercialização de seus produtos com mais rapidez e preço justo, além de disponibilizar produtos mais saudáveis à população. “A partir do momento que os hortifrutis saem do campo direto para o consumidor, evitamos atravessadores e conseguimos ajudar quem vende e quem compra.” – frisa o secretário.

Além dos hortifrutis, a feira também reservou um espaço para a gastronomia, oferecendo bolos e cafés. Para valorizar o artesanato, as mulheres do Clube de Mães também tiveram espaço na feira. Panos de prato, tapetes, roupas, tanta coisa feita à mão sendo comercializada na praça.

“Nós achamos perfeita a ideia da feira. Tudo que nós mulheres e donas de casa produzimos trouxemos pra cá. E o que vendemos vira uma renda extra pra ajudar nas despesas de casa.” – relata Francisca Maria, artesã do Clube de Mães.

De acordo com o planejamento da Prefeitura de Timon, através da SEMDR, essa foi a primeira de muitas feiras a serem realizadas.  A Secretaria vai continuar cadastrando os produtores rurais interessados em participar. A ideia é tornar a feira itinerante, sempre realizando em locais de grande movimentação de pessoas. (Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário