Ameaça de morte sofrida pelo editor do Blog do Sabá repercute no Maranhão e no Piauí

1.9.18

Blogueiros maranhenses denunciaram o episódio e formaram uma corrente de solidariedade para garantir a segurança do titular do Blog do Sabá

O editor do Blog do Sabá, jornalista Cláudio Sabá, recebeu a solidariedade de dezenas de blogs e sites do Maranhão, e até do Piauí, por conta da ameaça de morte sofrida na última quinta-feira, 30, pelo empresário caxiense Magno Chaves. “De faca ou bala, blogueiro vagabundo”, ameaçou-me o empresário e ex-candidato a deputado federal, através do telefone (99) 98102-XXXX.

Logo depois que recebi a ameaça, quando estava ao lado do meu pai e de um sobrinho, dirigi-me a Delegacia de Polícia e registrei um BO, bem como imediatamente relatei o episódio ao delegado Regional Jair Paiva.

Minutos depois da divulgação de uma postagem no meu blog relatando a ameaça sofrida, ainda noite de quinta-feira (30), vários colegas de todo o estado se solidarizaram comigo e deram publicidade ao caso, numa impressionante corrente de solidariedade para proteger o direito da liberdade de expressão no Maranhão, onde vários comunicadores já perderam a vida no exercício da profissão.

No Piauí, os portais AZ e R10 também divulgaram a ameaça sofrida contra o titular do Blog do Sabá.

Tenho a consciência tranquila que nada fiz que justificasse um aborrecimento, mínimo que fosse, contra a memória do pai do empresário que proferiu palavrões e ameaças de morte contra mim, pois em nenhum momento publiquei o seu nome e nem denegri a imagem de empresário sério e respeitado que ele tinha na cidade.  

Não temo e nunca temi ameaças ao longo de mais de 20 anos de atividade profissional na comunicação caxiense, onde conquistei o respeito e o reconhecimento da sociedade e da classe política de Caxias e do Maranhão.

Deixo aqui um agradecimento a todos que manifestaram solidariedade e apoio ao meu trabalho, bem como para todos que demonstraram preocupação pela minha segurança.

E para aqueles que tentam intimidar jornalistas e calar a voz dos contrários, informo que continuarei seguindo a mesma linha de trabalho adotada por toda a minha vida. Com coragem e respeitando a todos, mas sem medo algum daqueles que se acham no direito de intimidar ou ameaçar tirar a vida de alguém “na faca ou na bala”.
  
Ando e sempre andarei de cabeça erguida pelas ruas da minha terra, pois a liberdade de ir e vir é um direito assegurado a todos aqueles que trilham o caminho do bem.



1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Agora é muito cuidado onde você anda, eles são deixar isso passar em branco, cuide-se, blogueiro!!!!

Postar um comentário