(Turma da abstinência se dá mal em encenação) Mário Assunção e Neto do Sindicato desmontam vídeo ridículo ‘estrelado’ pela oposição

8.5.18

Vídeo pastelão serviu para mostrar que na carreira de atores, vereadores oposicionistas nunca chegarão ao oscar

Os vereadores Edilson Martins e Thais Coutinho se saíram muito mal na primeira tentativa de seguirem carreira no cinema e darem adeus a dura vida de oposicionistas sem causa para justificarem a grave crise de abstinência que estão passando.

Embalados pela euforia de que qualquer vídeo bem editado pode render grande audiência ao viralizar nas redes sociais, eis que Thais, Tevi e Edilson se lançaram numa desastrada incursão na zona rural do município em busca de uma escola que pudesse apresentar imagens chocantes e lhes garantir muitas ‘curtidas’ no mundo virtual.

Achando que as escolas continuavam do jeito que o ex-prefeito Léo Coutinho havia deixado, ou seja, destruídas, os edis se depararam com a primeira escola novinha em folha, mas, para não perder a viagem, aproveitaram a equipe de filmagem para mostrar que a mesma estava fechada e trataram aquilo como algo muito grave.

Na segunda escola, que funciona provisoriamente num salão de festas, os vereadores passaram então a abordar, de forma constrangedora, uma idosa, e algumas crianças, com perguntas sobre merenda escolar, numa cena digna de repórter de 5ª categoria.

Passados alguns dias, uma vez que na semana passada não houve atividade na Câmara, os vereadores Mário Assunção e Neto do Sindicato colocaram os pingos nos is e jogaram na cara dos malfadados atores caxienses toda a verdade que eles se recusam a ouvir e aceitar.

"Muita cara de pau de quem critica hoje, a pessoa que estava há 12 anos no poder e podendo fazer, criticar o que não está sendo feito em 1 ano e 3 meses”, iniciou Mário Assunção já demonstrando estar preparado para desmontar a encenação mal feita dos oposicionistas. “Hoje, quase todo final de semana, é foto em grupos de whatsapp de escolas que estão em fase de construção ou que ainda não foram feitas”, continuou o vereador. “Agora o que me chama a atenção é que desde que o prefeito Fábio Gentil assumiu a Prefeitura ele fez o que muitos deveriam fazer. Ele iniciou um processo de recuperação da maioria das escolas, uma vez que em 4 anos que se passaram [da gestão anterior] o único processo licitatório de reforma de escolas, foi para se reformar 9 escolas, dentre elas 4 na zona urbana e 5 na zona rural”, lembrou Mário que apresentou o grande trabalho do atual prefeito. “E o prefeito Fábio, só no primeiro ano de mandato, ele recuperou 28 escolas, ele recuperou 350% a mais do que foi recuperado no mandato passado”.

Apontando ainda as prioridades da gestão Fábio Gentil, Assunção elogiou o pagamento em dia e antecipado dos salários dos servidores. “Eu acredito que nós temos que fazer um governo onde a gente precise, em primeiro lugar: respeitar o salário dos servidores”, disse ele enfatizando que nas gestões anteriores, eram feitos no dia 20, “hoje é pago dia 16, dia 17, dia 18 e em 14 meses de mandato quase sempre foi pago antes do dia 20”.

A qualificação dos servidores foi outro ponto destacado no discurso do governista. “Em segundo lugar nós temos que dar uma coisa chamada de qualificação dessa mão-de-obra, e assim está sendo desenvolvido um trabalho de qualificação, de compra de material escolar, de compra de fardamento, de capacitação dos professores e o terceiro ponto que nós precisamos fazer é recuperar a infraestrutura dessas escolas que há muito estavam sendo destruídas”.

Atento ao discurso do colega, e pelo fato das escolas apresentadas nos vídeos produzidos pela posição serem da zona rural, Neto do Sindicato deu uma explicação detalhada caso a caso e jogou por terra a tentativa dos oposicionistas de seguirem carreira como jornalistas ou atores de cinema, apontando ser do governo anterior (Léo Coutinho), o resultado de tudo que foi mostrado naquelas imagens.

“O assunto que vossa excelência trás a esta Casa diz respeito a um fato que foi noticiado na semana passada, numa coisa que já virou moda aqui dos vereadores da oposição, que veem as mazelas deixadas pelo governo anterior, fazem os vídeos, incentiva as pessoas a falarem o que elas querem e divulgam nas redes sociais”, lamentou Neto. “E eu fui citado na semana passada, no que diz respeito a escola do povoado Chapada, onde trataram a questão das carteiras escolares. E aquela escola só teve carteira nova até agora 2 vezes: Uma vez quando foi inaugurada, há 10 anos atrás, e agora no governo do prefeito Fábio Gentil. Fizeram todo o auê, divulgaram a vontade nas redes sociais, mas não se deram por satisfeito e fizeram uma denúncia dizendo que a escola do [povoado] Marruá não está tendo aula, e também na escola do [povoado] Miranda”, criticou Neto apontando que a raiz do problema está no desastroso governo Léo Coutinho. “E é verdadeiro que não tá tendo aula, mas não está tendo aula por que? Porque eu, Neto do Sindicato, me reuni com os moradores, ainda no mandato anterior do prefeito Léo Coutinho, onde eu fui ao próprio prefeito e a secretária da época e comuniquei, que de minha inteira responsabilidade, me reuni com os moradores do povoado Marruá e aconselhei a tirarem as telhas e não deixarem mais os alunos irem para lá”, esclareceu Neto que fez isso para preservar a vida dos alunos, uma vez que a escola apresentava sérios problemas em toda sua infraestrutura. “E assim os moradores fizeram, e eu ajudei a secretária a negociar com os donos do salão de festa para colocar as crianças para estudarem lá num lugar mais seguro. E agora no governo do prefeito Fábio Gentil, [as escolas] foram reformadas e não começaram a funcionar ainda por que falta a mobília, mas que a secretária me garantiu na semana passada que essa mobília já chegou e que as aulas vão retornar já nessa escola reformada”.

Forçando os moradores

“E o vídeo onde vereadores tentam fazer com que uma senhora diga que não tem merenda. Aí a vereadora questiona: “Não tá tendo merenda? Não tá tendo merenda?” Quer dizer, força a senhora a confirmar”, criticou Neto questionando o verdadeiro papel de um parlamentar e se os integrantes do legislativo são vereadores ou repórteres do Fantástico. “Porque vereador é para mostrar problema, mas não dá pra extrapolar o seu papel”.

Prefeito aprovado

Deixando claro que a gestão atual é bem melhor que a anterior, Neto do Sindicato pediu aos oposicionistas que antes de criticar, deveriam olhar para o passado. “E outra coisa, para mostrar que sou bonzinho, que eu faço diferente, que eu sou diferente, não é só agora, mas tem que ver o meu passado, o meu ontem pra ver o que eu sou hoje. E aí, o que me deixa pensativo, triste, é que os vereadores que criticam hoje dizer que ontem era as mil maravilhas, mas se fosse, o prefeito anterior não teria perdido as eleições e o prefeito atual ter alcançado até agora a maior aprovação que um prefeito municipal já teve aqui em Caxias”.

Sobrou paro o governador

Mário pediu ainda aos vereadores oposicionistas que intercedam junto ao governador Flávio Dino para que obras estaduais em Caxias sejam concluídas. “Uma escola no povoado Nazaré do Bruno, e outra no bairro Bacuri, pois estão há 6 anos em construção e até hoje nunca foram finalizadas”, lembrou ele estendendo sua cobrança ao IML e as escolas dignas, “que foram anunciadas para Caxias, e a construção se iniciou mas não foi terminada”. “E pedir ainda aos nossos amigos [vereadores posicionistas] que além de irem visitar e criticar, que eles também peçam ao governador, “governador, cadê a escola? Construa lá uma escola digna e doe pra Prefeitura” que nós iremos aplaudir”.

Diante das explicações dos vereadores Neto do Sindicato e Mário Assunção, ficou claro que os vereadores oposicionistas de Caxias, conhecedores do descaso e da falta de atenção durante os 12 anos que estiveram no poder, sabem que o rastro de destruição herdado pelo prefeito Fábio Gentil demandará muito esforço para ser recuperado e muito vídeo trash ainda pode ser produzido e apresentado pelos nada promissores atores.

Qual será o próximo capítulo da novela da destruição deixado pela era Coutinho a ser mostrado por eles?!

0 comentários:

Postar um comentário